Estudar em Portugal: guia completo

Estudar em Portugal
Foto: Reprodução Pixabay

Tudo que você precisa saber para estudar no país europeu.

As dúvidas sobre estudar em Portugal são muitas, por isso, resolvemos reunir todas as informações em uma matéria para que você possa tirar todas as suas dúvidas.

Se você está pensando em estudar em Portugal precisa de planejamento, tempo e dedicação para reunir toda a documentação necessária para universidade e para fazer o visto de estudo no Consulado de Portugal no Brasil.

Como já dissemos aqui, o visto para morar no exterior sempre deve ser feito no seu país de origem, no caso o Brasil. Não é possível viajar para Portugal como turista e alterar o visto no país. O processo de visto sempre deve ser feito no Brasil.





Formas de ingresso

O primeiro passo para estudar em Portugal é decidir qual curso você pretende fazer e em qual universidade. Após essa decisão, você deve se candidatar pela internet ao programa desejado (Mestrado, Doutorado ou Pós-Doutorado). A universidade irá solicitar seu diploma, histórico escolar, seu currículo e também uma carta de motivação. Alguns processos seletivos também possuem entrevistas por Skype.

Já para a graduação, o ENEM é aceito em 18 universidades portuguesas (exceto para Medicina, Odontologia e Medicina Veterinária). Agora se você quer apenas estudar um semestre ou dois em Portugal – durante a graduação, você deve entrar em contato com o setor de Relações Internacionais da sua universidade no Brasil e verificar as universidades portuguesas com que possui parceria.

Conheça as melhores universidades de Portugal

Documentação

Em paralelo a sua inscrição na universidade, você já deve começar a organizar sua documentação:

  • RG atualizado (com uma foto recente);
  • Certidão de nascimento atualizada;
  • Passaporte dentro da validade;
  • Certificados, diplomas e históricos escolares (acadêmicos, de cursos e congressos).

*Após a aceitação na universidade você deve começar a ir atrás dos documentos para o visto, que explicamos nessa matéria.

Ano letivo

O ano letivo em Portugal inicia no meio de setembro. Por isso, é necessário fazer sua inscrição na universidade entre março a julho (que varia de acordo com cada instituição de ensino). O primeiro semestre vai de setembro a janeiro e o segundo semestre de fevereiro a junho.

Como escolher uma cidade para morar em Portugal?

banner-venda-livro-vazado-1

Valores

Em Portugal as melhores universidades são as públicas, porém elas são pagas. Além disso, há um valor diferente para alunos estrangeiros (para alunos portugueses o governo subsidia uma parte). Além das universidades públicas, a Universidade Católica Portuguesa, que é privada, também é bastante conceituada e possui campus em diversas cidades do país (os valores não diferem muito).

Os valores da graduação variam de acordo com universidade e o curso e os valores ficam entre € 4.000 e € 7.000 por ano. Já os programas de Mestrado variam entre € 1.037,20 a € 7.000,00 por ano dependendo da universidade.

Para os programas de Doutorado (Doutoramento) os valores das propinas (mensalidades em Portugal) variam entre € 2.500 a € 2.750,00 por ano.

Universidade de Lisboa

Universidade Nova de Lisboa

Universidade de Coimbra

Universidade do Porto

Universidade de Aveiro

Universidade do Minho

Universidade Católica Portuguesa

Visto de estudo Portugal

Após você ter sido aprovado pela universidade portuguesa escolhida, você deve juntar toda sua documentação e ir ao Consulado de Portugal mais próximo da sua região. Além da carta de aceite da universidade, comprovante de matrícula, você precisará de um seguro de saúde de viagem, passaporte dentro da validade, provar que possui meios de subsistência no país (recursos financeiros comprovados para se manter no país no período de estudo e para pagar as propinas da universidade).

Além disso, há uma lista com mais documentos necessários que você pode conferir na matéria que fizemos sobre o visto para morar em Portugal.

É fácil entrar?

Depende muito do curso escolhido, da universidade, das suas notas (histórico escolar) e currículo profissional. Há cursos bastante concorridos no país e que depende muito da área de atuação. Dominar uma língua estrangeira também é importante, porque há algumas aulas, textos, conteúdos, eventos e congressos em inglês. Mas não há a necessidade de comprovar o domínio do idioma.

Vídeo: documentos para fazer o visto de Portugal