Bolsas de estudo na Nova Zelândia no valor de R$ 80 mil

Bolsas de estudo na Nova Zelândia
Foto: Pixabay

Confira as bolsas de estudo na Nova Zelândia e descubra quais as melhores universidades do país.

Se você está em busca de uma bolsa de estudos no exterior e quer morar em um país que fale inglês, a boa notícia é que a Nova Zelândia tem bolsas disponíveis.





Bolsas de estudo na Nova Zelândia

O governo da Nova Zelândia disponibiliza um site com as bolsas de estudo disponíveis no país da Oceania.

No portal, você pode filtrar sua busca pelo nome da universidade, pela nacionalidade brasileira, o nível de estudo que você pretende (Graduação, Pós-graduação, MBA, Mestrado ou Doutorado).

bolsas de estudo na Nova Zelândia que chegam até a $ 30.000 dólares neozelandeses (cerca de R$ 80.000 reais).

As universidades que mais ofertam bolsas de estudo na Nova Zelândia são a The University of Canterbury e Victoria University of Wellington. Cada instituição oferece mais de 80 tipos de programa.

As bolsas de estudo que mais são ofertadas são para Mestrado e Doutorado. Os cursos de Mestrado tem média de $ 16.500 dólares neozelandeses por ano. Já os programas de Doutorado iniciam em $ 23.500 dólares neozelandeses por ano.

Quer morar na Nova Zelândia? Saiba como fazer o visto.

Melhores universidades da Nova Zelândia

Confira a lista com as 8 melhores universidades da Nova Zelândia:

  • Victoria University of Wellington (Wellington)curta-fanpage
  • The University of Waikato (Hamilton)
  • The University of Canterbury (Christchurch)
  • The University of Otago (Dunedin)
  • University of Auckland (Auckland)
  • Auckland University of Technology (Auckland)
  • Lincoln University (Lincoln)
  • Massey University (Palmerston)

O pequeno país da Oceania conta com 36 instituições do Ensino Superior.

Os cursos são divididos entre as seguintes categorias:

  • Foundation coursers: cursos de preparação para universidade (1 ano);
  • Certificates (1 ano) e Diplomas (2 anos): títulos de reconhecimento nacional, são oferecidos por escolas politécnicas do país e instituições privadas;
  • Bachelor: graduação que pode variar de 3 a 6 anos;
  • Bachelor honours: um ano adicional do curso de graduação;
  • Mestrado (Master’s degree): média de 2 anos (pode variar de acordo com a área);
  • Doutorado (PhD): três anos de duração.

Estudar fora: 7 dicas fundamentais para se dar bem no exterior

Ano Letivo

O ano letivo na Nova Zelândia é bem parecido com o Brasil. Começa em fevereiro e termina em dezembro. Ele é dividido em trimestres.

Veja também como funciona o visto para Malta: saiba como estudar, trabalhar ou visitar o país europeu.

Programa de Bolsa de Estudos

O NZDS (New Zealand Development Scholarships) é um dos principais programas de bolsas de estudos do governo da Nova Zelândia. Todos os anos são ofertadas bolsas de estudo para alunos estrangeiros. O período de inscrições para esse programa acontece sempre nos meses de fevereiro e março.

Língua oficial

A língua oficial da Nova Zelândia é o inglês. E muitos brasileiros optam estudar no país, por ele ser mais barato que países como a Inglaterra e os Estados Unidos.

Conheça os países mais baratos para estudar inglês no exterior.

Fontes: UOL e Universia.



Amanda Corrêa

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Atua há 13 anos na área de Jornalismo e Comunicação Social.

Um comentário em “Bolsas de estudo na Nova Zelândia no valor de R$ 80 mil

  • 13 de setembro de 2018 em 11:21 pm
    Permalink

    Brasileiros devem considerar a Austrália como um destino para vir aprender inglês. As universidades estão com fome para receber estudantes estrangeiros e a qualidade de vida por cá é ótimo. Digo isso como um Australiano (que tem aprendido português há 6 anos). Já fui uma vez à Nova Zelândia e posso dizer que é um país maravilhoso com feições muito semelhantes às da Austrália. Porém, de forma geral, a Austrália oferece mais oportunidades de trabalhar e viver depois de se terminar os estudos. De qualquer maneira, não se pode errar escolhendo um país a favor ao outro – ambos providenciarão uma experiência excelente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *