Como guardar dinheiro em tempos de crise

Como economizar dinheiro
Foto: Reprodução Revistadonna

Economistas ensinam como é possível equilibrar as contas pessoais e o orçamento familiar.

Economizar e planejar, essas são as palavras de ordem. Em tempos de crise, é preciso redobrar a atenção com o orçamento familiar. Confira a entrevista exclusiva que fizemos com os economistas Sara Schmoeller e Nazareno Schmoeller sobre como economizar e guardar dinheiro em tempos de crise:





Como é possível guardar dinheiro em tempos de crise?

Planejamento! Essa é a palavra chave em qualquer época. Precisamos nos organizar para nos sofrermos mais nesse tempo de crise. Planejar e controlar os nossos gastos são essenciais para conseguirmos passar por esse período sem tantos problemas.

Quais cortes devem ser feitos?

Nos gastos supérfluos, o que não é necessário e podemos viver sem, ou substituição por produtos similares que sejam de menor valor, mas que ainda atendam a nossa necessidade. Em síntese, gastar melhor, sem desperdícios.

Ao ser demitido, o que deve ser feito com o dinheiro do FGTS?

Guardar para investimentos futuros, como compra de imóvel ou aposentadoria, ou até mesmo investir no próprio negócio, desde que seja feito um projeto muito bem fundamentado sobre o negócio, com pesquisa de mercado, fornecedores, clientes e que o ramo seja de seu conhecimento. Se for o caso também pode ser usado para pagar dívidas com cartão de crédito e cheque especial, porque estas dívidas são de amargar.

Com R$ 5 mil reais guardados é possível fazer algum investimento? Ou deixar o dinheiro na poupança?

Depende qual tipo de investimento. Se você quer ser dono do seu próprio negócio, hoje temos boas opções para conseguir abrir um com esse valor. Mas se você ainda é mais conservador e não tem nada programado para o que fazer com esse dinheiro, o melhor mesmo é deixar na poupança ou aplicá-lo em um fundo de renda fixa que possui rendimento um pouco maior, porém é tributado.

Veja também:  Sonha em morar fora? Confira dicas de como juntar dinheiro nas suas horas de folga

Como explicar para os filhos que cortes precisam ser feitos?

Desde cedo eles precisam fazer parte do planejamento familiar. Se quando pequenos, já forem ensinados que nem sempre os pais poderão presenteá-los com tudo que desejam, no momento que cortes maiores precisam ser feitos, eles entenderão com maior facilidade.

Como toda a família pode ajudar a controlar as despesas?

É importante que todos saibam a real situação do orçamento familiar para que se envolvam e estejam dispostos à ajudar. Não adianta somente os pais ficarem cortando gastos, se a mesada dos filhos continua aumentando todo ano. Deve-se pedir a colaboração e apoio de todos, explicar o momento difícil pelo qual a família está passando e dizer que não são só eles que estão fazendo sacrifícios, mas todos, inclusive as demais famílias brasileiras.

Como evitar empréstimos e juros do cartão de crédito para quem já está endividado?

Uma boa dica é tentar renegociar suas dívidas, entrar em contato com operadoras de cartão ou bancos e mostrar que você tem interesse em pagar a sua dívida. Tente definir/negociar um valor e parcele em quantas vezes for necessário para caber no orçamento. Outra maneira de pagar dívidas de cartão e cheque especial é por meio de empréstimos consignados, mais baratos e ficam dentro do orçamento.

Para não cair em problemas com o seu cartão de crédito, a melhor forma é deixar de usá-lo! Use somente a quantidade disponível para o mês, somente faça compras no débito ou em dinheiro e peça desconto quando pagar à vista, dessa forma, você consegue ter um controle maior dos gastos e não ficará gastando com coisas que não precisa.

Lembrar que a economia gira com o consumo, de forma que não podemos deixar de gastar, então a melhor forma é gastar com prudência, sempre ponderando bem quais são as nossas reais necessidades.