Quanto dinheiro eu preciso para morar no exterior?

Morar no exterior
Foto: Pixabay

Descubra quanto você precisa para conseguir morar fora.

Quando começamos planejar nossa mudança de país precisamos pesquisar muito sobre a documentação necessária, o que será preciso para conseguir realizar esse sonho de morar fora e principalmente quanto dinheiro iremos precisar para morar no exterior?

Dizem por aí que dinheiro não é tudo na vida (e realmente não é), mas quando vamos iniciar uma vida no exterior precisamos comprovar que temos renda suficiente para nos mantermos no outro país. Isso é um aspecto fundamental dos serviços de imigração em qualquer país do mundo. Quanto você tem de dinheiro em mãos? Possui cartão de crédito? Como irá se manter no novo país? Quais eram seus rendimentos no seu país de origem? São questões fundamentais para a entrada em um outro país e que você precisa ter tudo na ponta da língua.





Quanto dinheiro preciso para morar no exterior?

Uma conta básica para que você consiga calcular quanto dinheiro irá precisar no novo país é:

  1. Custo de vida no país
  2. Valor do salário mínimo no novo país

Normalmente com um salário mínimo é possível viver em diversos países do mundo, por isso, você deve ter em mente que precisará de pelo menos 6 ou 12 meses desse valor para conseguir iniciar uma vida no exterior. Por exemplo, se um país tem um salário mínimo (ou média salarial) de € 1.000,00, você precisará pelo menos € 6.000,00 para iniciar uma vida nova e não passar por apertos. O planejamento financeiro é fundamental e você deve começar com muito tempo de antecedência. 

Além disso, você deve pesquisar qual o custo de vida do país, valor de moradia, alimentação, saúde e transporte público antes de imigrar e verificar se seu dinheiro será suficiente para se sustentar nesse período.

Veja também: 5 dicas para conseguir um emprego no exterior

banner-venda-livro-vazado-1

Primeiras despesas no exterior

Quando chegamos no novo país temos diversas despesas iniciais e precisamos ter dinheiro suficiente para não passarmos sufoco. Nos primeiros dias você terá os seguintes gastos:

  1. Aluguel de imóvel: cheque caução (ou seguro) e aluguéis adiantados (o número pode variar de acordo com cada país);
  2. Mobília do imóvel: mesmo que seu apartamento seja mobiliado, você provavelmente terá gastos com travesseiros, lençóis, cobertas, vassoura, produtos de limpeza, louças, panelas, lixeiras, tapetes, lâmpadas, etc.
  3. Abertura de conta em banco: quando chegamos no novo país, precisamos abrir uma conta em banco para conseguir pagar as despesas fixas mensais (água, luz, gás, internet, aluguel). A maioria dos bancos pede que seja depositado um valor inicial para a abertura da conta;
  4. Primeira compra no mercado: quem já mudou de casa, cidade, estado, ou país, sabe o que estou dizendo. A primeira compra de mercado é super cara! Pois nós precisamos de tudo! Temperos, sal, açúcar, café, leite, pão, manteiga, esponja para lavar a louça, sabão em pó, shampoo, sabonete, tudo! Reserve uma boa grana para isso. Pois quanto mais aconchegante você e sua casa estiverem, mais você se sentirá em casa (mesmo estando a milhares quilômetros de distância).

10 dicas para mudar de país e morar no exterior

Lembre-se que quanto mais confortável você estiver na casa nova, mais fácil será a adaptação de morar no exterior. Duas dicas importantes para que você se sinta “em casa” são:

  1. Leve fotos importantes pra você e de momentos especiais e espalhe pela casa nova;
  2. Tente ir todos os dias (ou pelo todos os sábados) no mesmo lugar, pode ser uma padaria, um café, etc. Cumprimente as pessoas, sente-se, converse com quem estiver em volta ou apenas leia um jornal local. Comece a fazer amigos. Em poucos meses, você se reconhecido pelas pessoas locais e começará a pertencer aquele novo lugar, que um dia você irá chamar de “meu lar”.

Leia também: Morar fora: do lado de cá nos lembramos mais das vitórias