Os 6 melhores países para imigrar à trabalho com a família

Paises para imigrar
Foto: Pixabay. País: Austrália

Confira a lista dos melhores lugares para morar fora para trabalhar ou investir.

Ano novo, vida nova. São infinitas as oportunidades de recomeçar, criar metas e buscar uma mudança de vida. Se você está planejando morar fora do país, começar uma nova vida no exterior com a família, confira a lista dos países mais atrativos e que oferecem programas de imigração.





1) Austrália

A Austrália é dos países dos países mais desenvolvidos do globo e possui o segundo maior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do mundo. Com muita qualidade de vida, a Austrália é constantemente um dos países preferidos para imigração. O país possui um sistema triplo para admitir novos imigrantes: petições familiares, razões humanitárias e trabalho, conhecido como Skilled Stream.

Para imigrar para Austrália com visto de trabalho é necessário ter uma empresa patrocinadora (sponsor) ou então buscar um visto independente (Skilled Independent Visa). O visto de trabalho é um tipo de visto temporário, mas ele serve como trampolim para o visto permanente.

As áreas de trabalho que mais admitem imigrantes na Austrália são TI, engenharia, contabilidade, enfermagem, medicina e educação.

Veja também: quais são os profissionais mais requisitados na Austrália

2) Bélgica

A Bélgica é um importante país europeu, sede de diversas organizações como a União Europeia e a OTAN. Com um IDH muito elevado, o país permite obter um visto temporário para a procura de emprego para profissionais com elevada qualificação. O visto tem o nome de Blue Card. Para se candidatar ao visto é necessário falar algum dos idiomas do país: francês, alemão ou holandês.

3) Canadá

O país da América do Norte possui diversos programas para imigração. O sistema de imigração no Canadá é por pontos e depende da idade e da qualificação dos candidatos. Também é necessário ter conhecimento comprovado nas línguas oficiais do país: inglês ou francês, além de formação superior.

Além das opções de visto de trabalho para o Canadá, algumas províncias do país possuem opções de visto para quem deseja criar uma start-up (mais precisamente em Quebec). O investimento mínimo é de 200 mil dólares canadenses para um fundo de capital de risco ou então 75 mil dólares canadenses se for de um grupo de investidores anjo.

Saiba como fazer o visto para morar no Canadá

banner-venda-livro-vazado-1

4) Dinamarca

O país europeu é um dos melhores países para morar no mundo. Com muita qualidade de vida, a Dinamarca possui programas para quem quer abrir uma start-up no país e, o melhor, não estipula um valor mínimo de investimento. O empreendedor apenas precisa ter como se manter financeiramente. Os pedidos de visto são avaliados por um conjunto de especialistas e devem ser relacionados à tecnologia ou energia sustentável.

Veja também: Como trabalhar na Dinamarca

5) Estados Unidos

Os Estados Unidos é um dos países mais cobiçados do mundo para se imigrar e não é por menos. Possui uma economia estável, em crescimento, com muitas oportunidades de trabalho e com ótimos salários. Além das opções de visto de trabalho, possui programas para quem deseja empreender no país.

Conheça as 30 empresas que mais patrocinam visto de trabalho para os Estados Unidos

6) Nova Zelândia

A Nova Zelândia possui programas bastante atrativos para imigrantes. Ao todo 20% da sua população nasceu em outro território, o que confirma a importância de novos moradores por lá. Com muita qualidade de vida e segurança, há opções de vistos de residência permanentes. Veja quais.

Dica para mudar de país

Quanto mais qualificado e com mais formação, maiores são as suas chances de ser aprovado em um programa de imigração. O domínio de línguas também conta bastante pontos na hora de mudar de país. Por isso, se programe e melhore seu currículo para concorrer a uma vaga de emprego no exterior. Se não for possível tentar agora, planeje para os próximos anos, sempre é tempo de mudar.



Amanda Corrêa

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Atua há 13 anos na área de Jornalismo e Comunicação Social. É apaixonada por viagens, maternidade e rock gaúcho. Escrever é uma das suas maiores motivações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *