Estudar e trabalhar em Portugal

Como estudar e trabalhar em Portugal
Foto: Scenolia

Tudo que você precisa saber sobre o visto para morar em Portugal

A dúvida mais recorrente que recebemos por e-mail é sobre como fazer o visto para morar em Portugal. Muitas pessoas questionam se podem trabalhar e estudar ao mesmo tempo. Hoje vamos te ajudar a responder algumas questões relacionadas a estudar e trabalhar em Portugal.

Posso estudar e trabalhar em Portugal?

Sim. Se você viajar para Portugal com o Visto de Estudo (após ser aprovado em um Mestrado, por exemplo), poderá alterar seu visto no SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) depois de conseguir um emprego em Portugal. O SEF mudará seu Visto de Estudo para “com autorização de trabalho” se o emprego não atrapalhar seus horários de estudo. Por exemplo: se seu Mestrado é pós-laboral (noturno), você poderá trabalhar durante o dia. A troca de visto será feita mediante uma carta do empregador com sua função, horários, detalhes do cargo, assinada em papel timbrado e uma da instituição de ensino onde você estiver estudando com os seus horários de aulas. O custo para a troca é de € 37,50. Durante o pedido da troca de visto, não é possível trabalhar, é preciso esperar a aprovação.

Assista o vídeo: Documentos para fazer o visto de Portugal





Quero só trabalhar, é possível?

Sim, mas é mais difícil. Você precisará ter muita qualificação para ser selecionado para uma vaga ainda estando no Brasil e fazer o Visto de Trabalho no Consulado de Portugal no Brasil.

Veja também: Todos os documentos necessários para fazer o visto de Portugal

Posso viajar como turista e mudar o visto?

Não. Não é possível fazer a solicitação de visto em Portugal. É preciso fazer ainda no Brasil, apresentar todos os documentos no Consulado, esperar um mês para a resposta e só depois comprar a passagem para Portugal. Como turista, você pode viajar pela Europa durante 90 dias a passeio, mas não pode morar, alugar casa, fazer nada como morador. Faça o tramite legal para não se incomodar. O correto SEMPRE é fazer o Visto de Portugal estando ainda no Brasil.

Como fazer o Visto de Aposentado para morar em Portugal

Como está o emprego em Portugal?

O desemprego em Portugal está em 11,1%, uma taxa que vem melhorando desde a grande crise de 2012. Entretanto, a busca por emprego em áreas específicas é mais difícil e os processos seletivos podem levar meses. Já em lojas, shoppings e restaurantes é possível encontrar emprego, principalmente se você tiver experiência profissional, visto para morar no país e título de residência. O salário mínimo é de € 557,00 (euros) e a maioria das pessoas que iniciam no mercado de trabalho recebem esse salário. 

Leia o texto de Cláudio que já foi compartilhado mais de 138 mil vezes
Leia o texto de Cláudio que já foi compartilhado mais de 138 mil vezes



Amanda Corrêa

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Atua há 13 anos na área de Jornalismo e Comunicação Social.

66 comentários em “Estudar e trabalhar em Portugal

  • 10 de maio de 2018 em 12:18 pm
    Permalink

    Olá Juliana! Normalmente a validação dos cursos de saúde custam € 450,00 e levam de 6 a 12 meses. Do seu marido seria necessário verificar com uma universidade portuguesa, para confirmar. Um abraço!!

  • 10 de maio de 2018 em 3:41 am
    Permalink

    Olá pessoal do Vagas pelo mundo! Sou brasileira e graduada em odontologia, e meu esposo é chileno e engenheiro industrial (com diploma revalidado no Brasil). Estou querendo validar meu diploma em Portugal, pois já ouvi falar que para trabalhar na área de saúde é preciso validar antes. Para validar eu precisaria estudar aí por um tempo e pagar a mensalidade da faculdade, ou no caso de validação não precisa pagar uma mensalidade? Outra dúvida: Caso meu marido conseguisse um trabalho em Portugal como engenheiro, e conseguisse um visto de trabalho, ele precisaria validar o diploma chileno antes ou ele já poderia trabalhar tendo o visto de trabalho? O diploma que ele já revalidou no Brasil também serviria para Portugal (já que está tudo traduzido para português)?
    Se vocês puderem me responder lhes agradeço. Obrigada!

  • 2 de março de 2018 em 8:40 pm
    Permalink

    Oi Amanda! Gostaria de saber se após concluir o mestrado, posso continuar morando em Portugal e se meu diploma vale no Reino Unido e da graduação tb após ter feito equivalência em Portugal. Obrigada.

  • 8 de fevereiro de 2018 em 3:30 pm
    Permalink

    Minha esposa quer fazer mestrado em 2019 em Portugal.
    Ela vai com cisto de residencia pra estudo (como são 2 anos) e eu como acompanhante podendo trabalhar. Isto? Se sim…….
    Eu irei trabalhar para o sustento….. teria que comprovar valor em conta bancaria neste caso? A principio vamos com o curso dela pago também, no minimo o primeiro ano…. oque tu acha?

  • 3 de fevereiro de 2018 em 10:58 pm
    Permalink

    Oi, Amanda. Me tira uma dúvida, por favor. E em relação a licenciatura em regime de tempo parcial? Você sabe dizer se os estrangeiros também possuem essa opção e se é fácil mudar (do tempo integral para o parcial)?

  • 1 de fevereiro de 2018 em 3:54 pm
    Permalink

    Olá, Amanda!

    Quero informações mais detalhadas sobre estudar e trabalhar em Portugal. Sou professor de filosofia e já lecionei na rede pública de ensino do Estado de São Paulo e, no momento estou a trabalhar na rede pública de Minas. Contudo, quero fazer mestrado e sendo possível trabalhar também visando – quiçá – viver na terra de Camões. Agradeço a disponibilidade.

    Atenciosamente,

    Elvis de Souza

  • 31 de janeiro de 2018 em 7:32 pm
    Permalink

    Olá Tiago! Não é necessário visto para menos de 90 dias. Grande abraço!

  • 29 de janeiro de 2018 em 5:02 pm
    Permalink

    Olá Amanda! Gostaria de saber se, para fazer um curso em Portugal cujo tempo total seja inferior a 90 dias é preciso solicitar um visto de estudante.

    Obrigado!

  • 27 de janeiro de 2018 em 1:14 am
    Permalink

    Olá, estou terminando o ensino médio e pretendo ingressar numa das universidades portuguesas, é um alívio saber que pode estudar e trabalhar. Gostaria de saber se depois de terminado o curso, é possível continuar morando e trabalhando em Portugal? Ou o visto de estudante não permite essa permanência?

  • 19 de janeiro de 2018 em 1:51 pm
    Permalink

    Olá Maria! Sim, é possível pelo reagrupamento familiar. Entretanto é preciso ter comprovantes de que vocês tem como se manter financeiramente em Portugal. Abraço e boa sorte!

  • 18 de janeiro de 2018 em 7:28 pm
    Permalink

    Olá,

    obrigada pelas informações.

    Estou interessada em tentar mestrado em Portugal esse ano, entretanto sou filha única e minha mãe tem mais de 60 anos, viúva, reside comigo e não pode ficar sozinha. É possível conseguir o reagrupamento familiar nesse caso específico, ou existe alguma outra possibilidade?

    Agradeço muito se puder ajudar.

  • 9 de janeiro de 2018 em 5:54 pm
    Permalink

    Olá Amanda.
    Li em algum lugar falando que agora com a alteração na lei, é possível ir como turista, se inscrever em um mestrado , e a partir disso, solicitar a AR .
    Sabe se isso é assim mesmo?
    Desde já, te agradeço.

  • 29 de novembro de 2017 em 2:52 pm
    Permalink

    Olá
    Os processos seletivos de mestrado em Portugal, pelo que vi começam em setembro, outubro.
    Viajo em maio do ano que vem com visto de turista.
    É possível participar dos processos seletivos e solicitar visto de estudante estando no país com o visto de turista? Ou eu teria que voltar ao Brasil, e fazer o processo aqui posteriormente?

  • 16 de novembro de 2017 em 10:44 am
    Permalink

    Olá,
    Estou em uma situação parecida aqui em portugal.
    Estou a fazer uma pós-graduação.
    O meu visto é de estádia temporária, com duração de um ano.
    Porém a informação que eu tive no SEF foi diferente do seu site.
    Disse que deveria entrar com outro visto.

    Obrigado.

  • 30 de outubro de 2017 em 9:43 pm
    Permalink

    Ola, tudo bem? Otimas dicas, obrigado. Eu tenho uma pergunta um pouquinho diferente: Estou com um parente indo a Portugal para estudar por dois anos e levara o Marido que tera o reagrupamento feito por ela através de seu visto. Se no final de seu curso um deles ou ambos estiverem empregados, o visto pode ser trocado por um visto de residência sem ter de deixar o pais e re-aplicar do Brasil? Estou confuso se o visto de trabalho durante o período de estudo pode ser transformado num visto de residência com fins de permanência. Agradecido e Abracos.

  • 27 de outubro de 2017 em 4:59 pm
    Permalink

    Olá! Se o seu curso de graduação for aprovado pelo MEC e tiver a carga horária necessária, sim, você pode se candidatar a uma vaga em uma pós em Portugal, mas você será avaliada pela suas notas, histórico e currículo e alguns cursos são concorridos. Abraço! Amanda

  • 26 de outubro de 2017 em 4:54 pm
    Permalink

    Olá! Tenho uma dúvida: estou querendo fazer uma graduação à distância aqui no Brasil de administração e quando me formar fazer uma pós em Portugal. Você sabe se posso fazer pós aí com diploma de graduação à distância daqui do Brasil?

  • 20 de outubro de 2017 em 9:05 am
    Permalink

    Olá Ester! Sim, é possível levar marido/esposa e filhos. Desde que você tenha renda comprovada para manter todos no país (Meios de subsistência). Abraço Amanda Corrêa.

  • 19 de outubro de 2017 em 5:55 pm
    Permalink

    Boa tarde, tudo bem? É possível levar a família, no caso do mestrado? Obrigada.

  • 8 de outubro de 2017 em 5:00 pm
    Permalink

    Olá Paulo! Tudo bem? Acho bem difícil porque a maioria dos cursos de graduação são durante o dia e em período integral (manhã e tarde). O custo da graduação é de € 6.000 por ano para estrangeiros. Além disso, as empresas não costumam contratar quem não é formado. O ideal seria primeiro terminar a graduação no Brasil e vir fazer um Mestrado em Portugal (mais barato e há opções a noite). Saiba mais nesse Guia de como estudar em Portugal: http://vagaspelomundo.com.br/bolsas-de-estudo/2017/09/estudar-em-portugal-guia-completo/ Abraço! Amanda Corrêa

  • 7 de outubro de 2017 em 5:40 pm
    Permalink

    Olá, estou terminando o ensino médio é queria fazer faculdade é também trabalhar para bancar tudo.
    acha possível ?

  • 6 de outubro de 2017 em 6:17 am
    Permalink

    Olá Thais! Como está demorando muito o agendamento, você terá que verificar diretamente no SEF. O processo normal é primeiro ter o Título de Residência e depois pedir a alteração do visto para poder trabalhar. Recibos verdes não podem ser emitidos por estudantes estrangeiros. Grande abraço, Amanda Corrêa.

  • 2 de outubro de 2017 em 2:11 pm
    Permalink

    Olá Thais! Tudo bem? Qual o seu tipo de visto? O visto de estudante não permite emitir recibos verdes. Abraço, Amanda Corrêa

  • 2 de outubro de 2017 em 12:09 pm
    Permalink

    Oi Amanda, Boa Tarde!

    Só consegui agendar minha ida ao SEF para dar entrada ao título de residência em final de abril de 2018, ou seja, ficarei apenas utilizando meu passaporte e o papel do agendamento. Estou com algumas oportunidades de trabalho, e minha dúvida é: Mesmo sem o cartão de título de residência, consigo dar entrada no SEF para requisitar a autorização de exercício da atividade profissional subordinada com os demais documentos? ou terei que solicitar o recibo verde ?

    Beijos e Obrigada!
    Thais Lessa

  • 27 de setembro de 2017 em 5:00 pm
    Permalink

    Olá Amanda,
    muito obrigado pela resposta!
    No caso, me refiro ao valor que devo ter em conta, já que nem eu nem meus pais declaramos IRRF.
    Li em algum lugar que dizia que o valor deveria ser o de um salário mínimo corrente, mas essa informação é a que estou tendo mais dificuldade para conseguir.
    Te agradeço novamente.

  • 27 de setembro de 2017 em 2:40 pm
    Permalink

    Olá Dante! Pode ser uma conta do Brasil, seu Imposto de Renda do ano anterior, extratos bancários, Imposto de renda dos seus pais e uma carta dizendo que eles podem te mandar durante o período, etc. Grande abraço! Amanda Corrêa

  • 27 de setembro de 2017 em 2:39 pm
    Permalink

    Olá Viviane!!! O ideal seria enviar um email para a coordenação do curso de Cinema e perguntar. Acredito que não seja necessário uma nova prova de entrada, mas talvez eles peçam sua nota do ENEM. Depende muito do número de vagas do curso. Grande abraço!!!

  • 27 de setembro de 2017 em 9:23 am
    Permalink

    Olá, bom dia.
    Esse valor de susistência, tenho que ter o valor de um salário mínimo em uma conta, ou devo ter o valor do salário mínimo multiplicado pelo período de duração do curso, por exemplo: Curso dura 18 meses, devo ter 10026,00 Euros? A conta deve ser em portugal ou pode ser um extrato de uma conta aqui do Brasil?
    Desde já agradeço.

  • 26 de setembro de 2017 em 10:40 am
    Permalink

    Olá, eu gostaria de saber se da para ingressar em uma universidade para um curso de graduação é realmente necessário realizar uma prova, ou ter a nota do ENEM, etc., porque no meu caso eu já sou formada aqui no Brasil em Comunicação Social com enfase em Publicidade e Propaganda, porém eu gostaria de estudar Cinema em Portugal. Nesse caso meu diploma já não comprovaria que eu estou apta a realizar esse curso sem que seja necessário a realização de uma prova?

  • 25 de setembro de 2017 em 8:22 am
    Permalink

    De nada Thais! Abraço e boa sorte!

  • 22 de setembro de 2017 em 6:50 am
    Permalink

    Oi Amanda,

    Muito obrigada pelo seu feedback! Vou procurar algumas oportunidades por aqui.

    Beijos!
    Thais

  • 21 de setembro de 2017 em 9:08 pm
    Permalink

    ola, gostaria de saber se eh preciso ter diploma pra conseguir vagas no pais, ou se eh possível conseguir emprego mesmo sem ensino superior completo. Não conclui a faculdade no Brasil, mas quero me mudar pra Lisboa, ja tenho em vista um emprego em restaurante onde tenho uma conhecida que eh chef.

  • 19 de setembro de 2017 em 6:19 pm
    Permalink

    Obrigado

  • 18 de setembro de 2017 em 8:19 pm
    Permalink

    Ola Amanda! Gostaria de saber se preciso validar meu diploma em direito ou so preciso tirar a “oab” de Portugal? Gostaria de saber tb se vc conhece a universidade a universidade lusofona do Porto, ela é boa ?

  • 18 de setembro de 2017 em 6:45 am
    Permalink

    Olá Thais!!! Se seu curso é a noite, você pode trabalhar durante o dia sim, 40 horas se quiser. O SEF pede que o trabalho não atrapalhe os estudos (motivo pelo qual você vai estar em Portugal). Após você conseguir o emprego, deve ir ao SEF alterar seu visto para “com autorização de trabalho”. Grande abraço! Amanda Corrêa

  • 16 de setembro de 2017 em 12:15 am
    Permalink

    Olá Amanda!

    Vou realizar um mestrado durante dois anos, no período da noite no Porto e preciso saber, caso eu consiga um trabalho, qual seria o período autorizado pelo SEF? Um trabalho em tempo integral (40h) ou somente part-time(20h) ? Eu com o visto de residência para estudos posso trabalhar o período laboral integral?

    Desde já agradeço! Bjs!

  • 1 de setembro de 2017 em 8:20 am
    Permalink

    Olá Laís! Tudo bem? Como eu expliquei na matéria, primeiro é preciso fazer o visto de estudante, depois de estar no país e conseguir um emprego é preciso ir no SEF trocar o visto. O trabalho não pode atrapalhar o estudo. Abraço! Amanda

  • 31 de agosto de 2017 em 7:24 pm
    Permalink

    Olá,
    Passei em uma Mestrado na Universidade do Porto e estou pedindo Visto de Residência, gostaria de saber se com ele eu posso trabalhar ou tenho que pedir a troca de visto e pedir a autorização no SEF?

    Desde já agradeço!

  • 31 de julho de 2017 em 8:00 am
    Permalink

    Olá Adriano! Sim, a esposa pode vir junto. O visto é de reagrupamento familiar. Abraço!!

  • 28 de julho de 2017 em 8:52 pm
    Permalink

    Olá,

    Pretendo ir para fazer mestrado e assim que tiver uma proposta de emprego mudar meu visto. Minha dúvida é: posso levar minha esposa? Qual seria o visto dela?

  • 20 de julho de 2017 em 8:24 am
    Permalink

    Olá Breno! Você pode fazer a mudança de visto assim que conseguir uma proposta de trabalho no SEF (Serviços de Estrangeiros e Fronteiras). Vale para licenciatura sim, mas normalmente a graduação tem aulas durante o dia. Abraço!!!

  • 19 de julho de 2017 em 5:01 pm
    Permalink

    Olá,
    Vou estudar em Portugal agora em Setembro, você sabe me dizer se posso fazer essa mudança de visto assim que chegar lá? E se pode ser feita cursando ainda a Licenciatura?

  • 3 de julho de 2017 em 11:20 am
    Permalink

    Olá Roberta! Para comprovar os meios de subsistência pode ser o comprovante de Imposto de Renda seu ou dos seus pais e extratos bancários. O valor mínimo que eles vão te pedir é que tenha pelo menos € 557,00 para se manter por mês em Portugal (que dependendo da cidade pode ser pouco para os custos). Grande abraço!

  • 3 de julho de 2017 em 8:44 am
    Permalink

    Olá, bom dia!
    Tenho uma dúvida que talvez consiga me ajudar a esclarecer. Passei em algumas opções de mestrado e tenho que dar inicio ao processo de visto. Analisando a lista de documentos, no item de comprovante financeiro de subsistencia, não ficou claro para mim o valor necessário a se comprovar. Eu serei responsável por me manter durante este period. Entendo que comprovante bancário seja válido neste caso, mas qual o valor mínimo devo considerar nos calculus? Vi alguns posts falando em equivalencia de um salario minimo de Portugal por mes,outros passando uma media de 1500 euros por mês.Estou perdida com relação a este item.
    Desde já agradeço,

  • 28 de junho de 2017 em 2:18 am
    Permalink

    Muito obrigada!

  • 26 de junho de 2017 em 2:36 pm
    Permalink

    Ola!

    Sou universitaria de Biomedicina e gostaria de saber quais sao os pre requisitos para fazer uma pos graduaçao (especializaçao) em portugal?

    Sei que precisa validar o diploma. Mas uma vez validado posso fazer a especializaçao?

    Queria saber os passos para conseguir emprego na area e fazer a especializaçao?

    E se eu tiver o certificado de especializaçao aqui no brasil,posso validar a especializaçao em portugal tambem?

    Agradeço a resposta,

  • 17 de maio de 2017 em 12:48 pm
    Permalink

    Olá Marcella!! A maioria dos cursos de graduação são durante o dia, dificultando mais trabalhar. Também é preciso ver sua ementa escolar para ver se bate com o curso em Portugal. Muitas vezes as disciplinas são diferentes. Você pode verificar a lista de universidades e enviar e-mail com suas dúvidas de horário e seu histórico: http://vagaspelomundo.com.br/bolsas-de-estudo/2016/06/conheca-as-melhores-universidade-de-portugal/
    Abraço!

  • 15 de maio de 2017 em 10:13 pm
    Permalink

    Olá,
    Sou estudante de Engenharia aqui no Brasil, possuo a dupla cidadania Portugues e estou querendo terminar a minha faculdade em portugal… Queria saber se é possível fazer a graduação e trabalhar ou as faculdades são integrais..
    Obrigada

  • 4 de maio de 2017 em 8:28 am
    Permalink

    Olá Rodolfo! Sim, é possível trocar o visto sem problemas. Abraço!!!

  • 2 de maio de 2017 em 7:54 pm
    Permalink

    Olá! Obrigado pela informação. Agora uma dúvida, tendo o visto de estudante, é possível fazer essa solicitação de mudança para autorização do trabalho mesmo para trabalhos menos qualificados, como em restaurantes, hoteis, etc…?
    Ah, apenas para informação. Não sei detalhes, mas meu amigo não teve tempo suficiente para tirar o visto de estudante no BR, então foi como turista para PT e tirou o visto de estudante de lá.

  • 2 de maio de 2017 em 7:32 am
    Permalink

    Olá Bia! Os diplomas de saúde não são aceitos em Portugal. É necessário validar o diploma e estudar mais tempo aqui em Portugal. O tempo pode variar de acordo com a sua ementa escolar, que pode ser mais 6 meses ou mais 1 ano de aulas. Você não consegue emprego sem essa validação, então não tem como. Primeiro teria que validar e estudar mais um tempo novamente. Abraço!

  • 1 de maio de 2017 em 10:20 pm
    Permalink

    Tenho uma sincera dúvida, ficaria grata se alguém a respondesse! Caso a pessoa tenha formação de ensino superior (Universidade) em Enfermagem ou Odontologia e quer ir trabalhar e residir em Portugal o que ela deve fazer primeiro: procurar um emprego lá ou validar o diploma brasileiro em Portugal? Caso eu arranje um emprego lá com um dos cursos (Enfermagem ou Odontologia) sendo de necessidade obrigatória, mas ainda não tiver validado o meu diploma, eu estaria agindo ilegalmente? Nesse caso, qual seria o certo a fazer? Por favor, ajudem-me!!! Obrigada desde já!

  • 21 de abril de 2017 em 2:17 am
    Permalink

    Oi Amanda! Vamos ser colegas? Estou pesquisando mestrados em Teoria da Literatura e em Comunicação. Sou formada em jornalismo e sou também psicanalista. Tenho ascendência (dos dois lados da família) portuguesa, e possuo cidadania. Vocês saberia, por acaso, me dizer como é a relação candidato/vaga e se é muito difícil ser aceita em um mestrado? Não vou pleitear bolsa a princípio, a ideia é começar sem e, se me animar pra um doutorado, aí sim, aplicar. Existe algum lugar onde eu possa descobrir essa relação média candidato/vaga?

    Obrigada! 🙂

  • 12 de abril de 2017 em 9:26 am
    Permalink

    Olá Deivid!
    Sim, ela poderá trabalhar fazendo faculdade, mas terá que mudar o visto após conseguir o emprego. As faculdades também normalmente são em horário integral, durante o dia. A maioria das universidades custam € 6.000 para estrangeiros em Portugal e o salário mínimo é € 557. Você pode saber mais aqui: http://vagaspelomundo.com.br/bolsas-de-estudo/2016/07/como-estudar-em-portugal/
    Você poderá trabalhar com o visto de Reagrupamento familiar sim. Mas o pedido de visto precisa ser feito no Brasil.
    Abraço!!!

  • 11 de abril de 2017 em 1:00 pm
    Permalink

    Olá boa tarde!

    Imensamente obrigada pelas informações, somente para finalizar minhas dúvidas referente a emprego.

    Sou formado em Gestão de tecnologia da informação (curso de 2 anos considerado graduação no Brasil) e com experiencia na area de suporte 4 anos.

    Minha esposa não tem nenhuma formação e estamos na Irlanda estudando Inglês porem nosso visto vence em Setembro.

    Infelizmente faculdade aqui na Irlanda esta muito fora dos valores 9 mil euros anuais para não Europeu, por este motivo pensamos em ir para Portugal pois a mesma faculdade (no caso para minha esposa) esta em torno de 3.500 euros anuais (o que hoje é o valor de um curso de Inglês aqui na Irlanda).

    A questão é, já recebi diversas propostas de trabalho em Portugal quando apliquei porem sem visto de trabalho, se minha esposa conseguir ingressar em uma faculdade em Portugal ela poderá trabalhar?

    Outra questão que não encontramos respostas, no caso de acompanhar minha esposa a Portugal com um visto de acompanhante eu poderia trabalhar ou somente ela, pois desta forma acredito que fica mais fácil conseguir um emprego na minha área com o visto de acompanhante?

    Obrigado imensamente estou acompanhando sempre o site muito obrigado por compartilhar tanta informação importante.

  • 10 de abril de 2017 em 4:39 pm
    Permalink

    Olá Deivid! Não é possível. Para solicitar o visto para morar em Portugal é preciso fazer no seu país, ou seja, no Brasil. Você precisa reunir todos os documentos e ir no Consulado de Portugal no Brasil, você pode acompanhar sua esposa sim. Saiba tudo aqui: http://vagaspelomundo.com.br/vistos-e-autorizacoes/2016/06/documentos-necessarios-para-fazer-o-visto-de-portugal/
    http://vagaspelomundo.com.br/vistos-e-autorizacoes/2017/03/documentos-para-fazer-o-visto-de-portugal/
    Abraço!!!

  • 10 de abril de 2017 em 7:28 am
    Permalink

    Olá bom dia,

    Na verdade nos já estamos na Irlanda estudando Inglês no momento e gostaríamos de ir a Portugal pois caso seja possível eu adquirir o visto de residente temporário com minha esposa ela ira fazer faculdade em Portugal, essa seria a duvida se minha esposa aplicar daqui da Irlanda no consulado Português daqui da Irlanda tenho direito de visto junto a ela ou teria que fazer uma faculdade?

    Obrigado desde ja

  • 9 de abril de 2017 em 4:30 pm
    Permalink

    Olá muito boas as informações, sabem me dizer se é possivel tirar o visto da Irlanda pois estou com minha esposa aqui e ela quer fazer uma faculdade e estamos como estudantes.

    Outra duvida, ela conseguindo um visto de estudante eu posso acompanha-la.

    Muito obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *