Morar na Argentina: custo de vida, oportunidades de trabalho e estudo no país

Morar na Argentina
Foto: Viagem e Turismo

Morar na Argentina já é a realidade para muitos brasileiros que, nos últimos anos, optam pelo país vizinho ao Brasil para recomeçar. Se você já teve a oportunidade de visitar a capital Buenos Aires, por exemplo, deve ter se surpreendido com sua beleza arquitetônica e não só já que a capital de todos os argentinos é um pedacinho da Europa na América do Sul.

Hoje vamos falar mais sobre como é morar na Argentina, custo de vida, oportunidades de trabalho e estudo no país dos hermanos. Confira!





Morar na Argentina

Selecionamos alguns pontos importantes (para não dizer críticos) para você que está pensando em morar na Argentina ficar por dentro de tudo, confira:

Morar fora: a jornada de quem não pode fracassar

Custo de vida na Argentina

Obviamente que o custo de vida está diretamente relacionado ao estilo de vida de cada um, porém fizemos uma lista que considera a capital do país, Buenos Aires:

  • Menu executivo de almoço (com bebida): R$ 22,00 (211 pesos argentinos);
  • 12 ovos grandes: R$ 5,11 (50 pesos argentinos);
  • 2 litros de Coca-Cola: R$ 6,00 (60 pesos);
  • Aluguel mensal: bairro nobre – R$ 2.349,00 (22.807 pesos) – bairro normal – R$ 1.687,00 (16.386 pesos) – para apartamento de 85 m2 com mobília;
  • Bilhete mensal de transporte público: R$ 59,00 (569 pesos);
  • Tubo de pasta de dente: R$ 6,00 (62 pesos);
  • 2 ingressos para o cinema: R$ 38,00 (366 pesos);
  • 1 pacote de cigarros Marlboro: R$ 7,00 (64 pesos).

Utilizamos o site Expatistan como referência.

Conheça os 10 melhores países para imigrar e juntar dinheiro.

Capital ou interior?

O custo de vida na capital do país Buenos Aires é, em média, 20% maior do que em Córdoba, por exemplo. A maior diferença está no valor dos aluguéis e no caso de um apartamento em um bairro normal a diferença chega aos 99% (sendo muito mais caro em Buenos Aires).

Porém, sempre é importante ter em consideração que o custo de vida é relativo. Geralmente as melhores oportunidades de emprego (tanto em qualidade como em quantidade) estão na capital do país já que as principais companhias possuem seus escritórios em Buenos Aires. Mas o importante é rever seus objetivos e colocar na balança para tomar a decisão final.

Veja também um roteiro de viagem: 3 dias em Buenos Aires.

Comparação com o Brasil

Se compararmos Buenos Aires com Brasília (capital com capital), o custo de vida para morar na Argentina é 34% menor. A principal diferença está no custo com transportes (quase 60% menor na Argentina).

Como tornar a mudança de país natural para o seu filho em idade escolar.

Visto para morar na Argentina

Para morar na Argentina você precisará solicitar um visto (estudo, trabalho, negócio, investimento e etc.) e deve fazer isso em uma das repartições consulares da Argentina no Brasil.

A lista de documentos solicitados varia conforme o tipo de visto que será solicitado e a repartição consular, mas geralmente são pedidos:

  • Passaporte original e com validade igual ou superior a seis meses;
  • Comprovante de residência (para estar na jurisdição da repartição consular selecionada);
  • Formulário de solicitação do visto devidamente preenchido;
  • Antecedentes criminais (Polícia Federal) apostilado ou com firma reconhecida;
  • Duas fotos 4X4, de frente, sem data, sem óculos, ½ busto, fundo branco, colorida.

Estudar Argentina

Muitos estudantes brasileiros optam por estudar na Argentina principalmente pela forma de ingresso. Nas instituições de ensino do país não existe vestibular e os estudantes apenas precisam cursar algumas disciplinas comuns por um período para serem, posteriormente, admitidos no curso selecionado.

Confira as 5 melhores universidades da Argentina:

grupo-novo-facebook

5º) Universidad Austral – Buenos Aires – privado;
4º) Universidad Nacional de La Plata – La Plata – público;
3º) Universidad Nacional de Córdoba – Córdoba – público;
2º) Pontificia Universidad Católica Argentina Santa María de los Buenos Aires – UCA – Buenos Aires – privado;
1º) Universidad de Buenos Aires – UBA – Buenos Aires – público.

Trabalhar na Argentina

Se você pretende trabalhar na Argentina saiba que o país está com pouco mais de 24 mil vagas abertas na plataforma Linkedin. Vale ressaltar que a inflação e a instabilidade econômica são grandes entraves para o desenvolvimento econômico da Argentina. Confira as vagas abertas e submeta sua candidatura.

Segurança na Argentina

De maneira geral a Argentina ainda é um país seguro, porém nas cidades maiores o problema da segurança esbarra nos batedores de carteira. Além disso, é preciso ter algum cuidado ao chamar táxis na capital do país e fazer o pagamento com notas grandes (100 pesos, por exemplo), pois alguns taxistas mal intencionados trocam a nota verdadeira por uma falsa e “enrolam” o passageiro. A melhor dica é sempre optar por aplicativos e não precisar usar dinheiro em espécie.

Conheça as melhores cidades para se viver em 2018.

*Se você precisa enviar ou receber dinheiro no exterior, nós recomendamos o site Remessa Online. Acesse o site e ganhe 10% de desconto em todas as suas transações utilizando o VOUCHER Remessa Online: vagaspelomundo.



Amanda Corrêa

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Atua há 13 anos na área de Jornalismo e Comunicação Social.

Um comentário em “Morar na Argentina: custo de vida, oportunidades de trabalho e estudo no país

  • 14 de janeiro de 2019 em 2:20 am
    Permalink

    Amanda, obrigada por compartilhar a informação sobre a Argentina.
    Estou indo para Buenos Aires agora em fevereiro/2019.
    Caso possa me dar mais dicas, lhe serei grata.
    Sou advogada e bióloga.
    Pretendo cursar medicina na UBA e trabalhar por meio período pelo menos.
    Caso possa partilhar mais informações, meu e-mail é lucianaalves.bio.adv@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *