Conheça as leis trabalhistas mais estranhas do mundo

Conheca leis trabalhistas esquisitas pelo mundo
Foto: Reprodução Bancariossorocaba

As do Brasil nós já conhecemos, mas tem umas leis trabalhistas pelo mundo muito esquisitas.

Num tempo onde a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) está prestes a começar a passar por mudanças no Brasil, algumas leis pelo mundo parecem bem ultrapassadas e outras moderninhas. Listamos seis para que você veja que o mundo parece grande demais para nos entendermos.

Porém, antes de mostrar as leis trabalhistas estranhas, vamos nos situar. O governo interino de Michel Temer, sob a voz de Eliseu Padilha, Ministro da Casa Civil, anda ventilando a ideia de mudar algumas coisas na CLT que, segundo o governo, é antiga e por vezes ultrapassada em alguns aspectos já que tem 73 anos.

O pessoal do governo prefere a palavra flexibilidade ao invés de mudança, para deixar o discurso menos agressivo. Para os especialistas existe sempre os dois lados da moeda, uns afirmam que a alteração nas leis irá prejudicar os trabalhadores e outros dizem que não, que as mudanças são necessárias. A França está pegando fogo após o presidente François Hollande decretar mudanças na legislação trabalhista do país. Sindicatos não aceitam as alterações e o clima esquentou por lá.

Bom, vamos conhecer as seis leis estranhas pelo mundo, confira:

Japão

Uma leia japonesa prevê que os trabalhadores com idade entre 40 e 74 anos tenham suas cinturas medidas. O governo impôs limites para combater a obesidade na ilha, homens não podem ter mais de 85,1 cm e mulheres 84,8 cm de circunferência abdominal. Caso ultrapassem este limite, os ‘gordinhos’ precisam assistir aulas que mostram quão graves são as doenças causadas pela obesidade.

China

Empregos e cargos que, para o governo chinês, sejam muito exigentes fisicamente não podem ser ocupados por mulheres. Por exemplo: carregar mais de 20 quilos já é terminantemente proibido.

Japão (de novo)

Tem um município japonês que determinou que os homens precisam estar de barba feita para poderem trabalhar. Há indícios de que essa lei já não é mais tão levada a sério, mas os barbudos se viam apurados por lá quando a lei ainda estava ‘na moda’.

Arábia Saudita

Em loja de lingerie vendedor homem não entra. A lei é clara e pretende fazer com que as mulheres fiquem mais à vontade ao comprar produtos tão íntimos.

Índia

Tem uma lei na Índia que prevê que empresas com mais de 100 colaboradores não podem demitir sem autorização prévia do governo do país. A lei existe desde a colonização do país pela Inglaterra e ainda está em vigor.

Madagascar

Na ilha africana as mulheres são proibidas de trabalhar à noite. Só existe a possibilidade de que elas trabalhem caso o emprego seja em ‘casa de família’. Vai entender?!

Outras Notícias

Você sabia? Portugal é o 5º país mais seguro do mundo. Clique aqui e leia a notícia completa.

Pretende morar fora?! Então aprenda como fazer seu currículo canadense. Clique aqui e saiba mais.

Vai fazer uma entrevista de emprego online? Então confira algumas dicas para fazer bonito. Clique aqui e leia mais.