Como ser médico na França: as novas regras de 2021

Médico na França
Foto: Expatriates UK.

Conheça as novas regras para atuar como médico na França, as mudanças entrarão em vigor em janeiro.

Como já estava previsto o famoso EVC – Épreuves de Vérification des Connaissances “lista A” vai mudar. Para quem deseja ser médico na França, precisa se preparar para as novas regras do país europeu. Confira aqui as principais mudanças para quem deseja atuar como médico na França. As novas regras já foram publicadas no Diário Oficial da França em julho de 2020.


Como ser médico na França: as novas regras de 2021 

Conheça as principais mudanças para ser médico na França e as novas regras de 2021.

Médicos estrangeiros (fora da União Europeia)

Um novo procedimento de autorização para revalidação do diploma medico na França (exercício da Medicina) começará a valer em 2021.

Desse modo, os médicos com diplomas obtidos em um Estado não membro da União Europeia (UE) que desejam exercer sua atividade na França devem submeter-se a um procedimento de autorização (licença).

Essa licença será temporária até o médico completar os 2 anos, chamados de parcours de compétence (caminho de habilidade).

Este procedimento, era conhecido como o “concurso da lista A”, mas agora será alterado a partir do dia 01 de  janeiro de 2021. O recrutamento direto pelos estabelecimentos de saúde de profissionais que tenham passado nos testes anuais de verificação de conhecimentos será substituído por um sistema de nomeação ministerial sujeito a uma classificação.

Para cada sessão, um despacho ministerial determinará as profissões (médicos, dentistas, parteiras, farmacêuticos) e, quando apropriado as especialidades para as quais os testes serão organizados. O número de lugares disponíveis e a lista de estruturas de acolhimento propostas para a implementação de programas de consolidação de competências. 

A duração deste parcours de compétence é de 2 anos para os candidatos a profissão de médico na França e de 1 ano para os candidatos a profissão de cirurgião dentista e parteira.

Para cada profissão (médicos, dentistas, parteiras, farmacêuticos diplomados) o júri irá elaborar uma lista, por ordem de mérito (notas) dos candidatos aprovados, dentro do limite do número máximo de pessoas susceptíveis a serem admitidas. 

Veja quais os salários dos médicos na Europa.

Nota mínima para ser médico na França

A pontuação no primeiro teste irá decidir o empate. Um candidato que obtenha uma nota de 6/20 ou menos num dos testes não pode ser declarado aprovado.

Na sequência dos Testes de Verificação de Conhecimentos (EVC – Épreuves de Vérification des Connaissances), o Director-Geral do Centro Nacional de Gestão organizará então um procedimento nacional para a escolha de um posto nas condições estabelecidas por despacho do Ministro da Saúde, chamados de arrête ministériel.

Depois disso, os candidatos aprovados escolherão, por ordem de classificação, o posto no qual irão realizar o parcours de consolidação de competências (de 2 anos).

Leia também a entrevista: Médico brasileiro chega ao posto médico mais alto da França.

Necessidade de adiamento dos candidatos

As pessoas autorizadas a prosseguir com um programa de consolidação de competências podem, mediante um pedido, obter um adiamento da sua colocação no limite de 18 meses, se:

  • estiver grávida;
  • por razões de saúde certificadas por um médico;
  • ou por problemas familiares excepcionais.

A recusa de um candidato em completar o programa de consolidação de competências põe fim ao procedimento para obtenção de autorização para praticar e implica a perda do direito de passar em uma comissão. O mesmo se aplica à interrupção do processo caso o médico já tenha iniciado a procédure (programa de competência profissional), a menos que se justifique por razões de saúde.

Importante também ressaltar que os médicos que já estavam inscritos no ano de 2020 e não puderam passar o EVC – Épreuves de Vérification des Connaissances por causa da pandemia do COVID-19, normalmente passarão os exames para o ano que vem. O exame acontece no mês de abril, mas ainda dentro das antigas regras. Estes serão notificados por e-mail sobre as datas de acordo com cada especialidade.

Para saber mais sobre a validação do diploma médico na França, entre em contato com a brasileira Janine Diniz Fortuna, assessora para validação de diploma médico na Europa, residente na França há 15 anos. 

Conheça também as profissões com os melhores salários na Inglaterra.

Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é jornalista brasileira e mora no exterior há 6 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua há 15 anos na área de Jornalismo, produção de conteúdos, mídias sociais. Com seus textos, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *