Como trabalhar como enfermeiro nos Estados Unidos

trabalhar como enfermeiro nos Estados Unidos
Foto: Cutcher & Neale.

Descubra como trabalhar como enfermeiro nos Estados Unidos, como são os salários e como está a demanda.

Se você pretende morar nos Estados Unidos e trabalhar como enfermeiro no país norte-americano é preciso saber como funciona a validação do diploma. Na área da saúde, os profissionais brasileiros precisam validar o diploma para conseguir atuar no exterior. Porém, a grande vantagem é a alta demanda por enfermeiros no país da América do Norte. 

Veja a seguir como funciona trabalhar como enfermeiro nos Estados Unidos e como são os salários por estado. 


Como validar o diploma de enfermagem nos Estados Unidos

O primeiro passo para trabalhar como enfermeiro nos Estados Unidos é possuir fluência no idioma. Os profissionais brasileiros e de outros países precisam apresentar um teste de proficiência em inglês (TOEFL IBT)

O segundo passo para atuar como enfermeiro nos Estados Unidos é demonstrar a equivalência curricular do seu curso técnico ou superior do Brasil. Além de fazer o exame NCLEX e entrar com o pedido de visto para morar nos Estados Unidos. 

Dessa forma, o primeiro passo para quem deseja imigrar para os Estados Unidos é escolher em qual estado pretende morar. Como o país possui 50 estados, cada um possui leis diferentes. 

Quem dá autorização de trabalho para os profissionais é o Board of Nursing (Conselho de Enfermagem) de cada estado. Esse conselho que permitirá o solicitante fazer a prova NCLEX – The National Council Licensure Examination

The National Council Licensure Examination é um teste para determinar se o enfermeiro pode começar a sua prática como profissional da saúde nos Estados Unidos (entry-level, primeiro nível). A prova tem 265 questões e o candidato precisa ter pelo menos 75 certas para ser aprovado. 

Para ser considerado um enfermeiro qualificado nos Estados Unidos, o profissional que deseja se candidatar deve ser equivalente a um Registered Nurse. No Brasil, este é o equivalente a um enfermeiro com Ensino Superior. 

Além do curso de Bacharelado em Enfermagem, o profissional que deseja trabalhar e morar nos Estados Unidos legalmente precisa ter pelo menos dois anos de experiência na área para ser considerado um candidato qualificado.

Melhores sites para procurar emprego nos Estados Unidos: veja quais são.

Nota mínima do TOEFL IBT

A nota necessária para o teste de proficiência em inglês é de 86 a 120 totais. Além disso, desses 86 pontos é necessário tirar uma nota mínima de 26 no Speaking (Conversação). Este é um requisito fundamental para conseguir um emprego nos Estados Unidos, saber se comunicar em inglês. 

Trabalhar como enfermeiro nos Estados Unidos

Enfermeiro EUA
Foto: Freepik – rawpixel.com.

Em diversos estados norte-americanos, por exemplo, é possível fazer a validação do diploma com a organização CGFNS. Ela é uma organização sem fins lucrativos que ajuda profissionais de saúde estrangeiros a trabalhar nos Estados Unidos. 

Desse modo, a ONG dá suporte aos estrangeiros, realiza a autenticação e verificação de credenciais acadêmicas e profissionais. Dá a certificação e faz exames para o desenvolvimento profissional. A organização atua há mais de 40 anos. 

Descubra quais são as 10 melhores cidades para trabalhar nos Estados Unidos.

Credentials Evaluation Service (CES) Academic Report

O Relatório Acadêmico do Serviço de Avaliação de Credenciais (CES) é um documento que fornece uma análise detalhada de toda a educação de enfermagem recebida no exterior (no Brasil, por exemplo). Ele tem natureza consultiva e não faz recomendações específicas de colocação.

Entre os documentos necessários, os solicitantes devem apresentar:

  • Certificado do Ensino Médio (traduzido em inglês);
  • Diploma do Ensino Superior com histórico escolar (notas e grade curricular) – em inglês, feito por tradutor juramentado.

Salário de enfermeiro nos Estados Unidos

O salário de enfermeiro nos Estados Unidos varia entre US$ 48.690 a US$ 106.950 por ano. O valor varia de acordo com estado escolhido para trabalhar, o nível de experiência do enfermeiro e a área de atuação (emergências, clínicas, hospitais, centros de saúde, etc). 

Já a média salarial nacional de um enfermeiro nos Estados Unidos é de US$ 75.510 por ano. Ou seja, cerca de US$ 6.290 por mês. 

Além disso, o estado norte-americano que melhor paga seus enfermeiros é a Califórnia. Com uma média anual de US$ 106.950. Já o estado com o menor salário é Dakota do Sul, com salário médio de US$ 58.340 por ano. 

Leia também: melhores formas de imigrar para os Estados Unidos.

Custo de vida nos Estados Unidos

O custo de vida nos Estados Unidos varia muito de acordo com as cidades e estados. Os grandes centros possuem um custo de vida mais elevado (como Nova York, Los Angeles, San Francisco). Embora os salários na costa oeste dos Estados Unidos possam ser mais altos, o custo de vida é proporcional. 

Por isso, para ter uma vida confortável, é preciso ganhar pelo menos US$ 75.000 por ano (cerca de US$ 6.250 por mês).

Conheça as capitais americanas dos cinquenta estados.

Formação acadêmica de enfermeiros nos Estados Unidos

Conheça quais as formações mais comuns para um enfermeiro nos Estados Unidos:

  • Programas de Diploma de Enfermagem: normalmente tem duração de 3 anos, estando no nível de entrada mais baixo e podem ajudar na sua carreira de enfermagem.
  • Associate Degree in Nursing (ADN): curso de graduação padrão que muitas pessoas escolhem e que pode durar até 3 anos, dependendo das qualificações.
  • Bacharelado em Enfermagem (BSN): padrão ouro. A maioria dos programas BSN pode durar até 4 anos.
  • Programa Bridge de RN para BSN: é um programa de graduação acelerado projetado para enfermeiras licenciadas que desejam concluir seu diploma de BSN (Bacharelado em Enfermagem).

Além disso, existem diversas áreas de especialização para enfermeiras. Com elas, é possível melhorar as perspectivas profissionais nos Estados Unidos e também o salário. 

Entre algumas áreas de especialização estão:

  • Geriatria;
  • Enfermeira encarregada;
  • Pediatria;
  • Enfermeira parteira.

Demanda de enfermeiros nos Estados Unidos

Se você está convencido de trabalhar como enfermeiro nos Estados Unidos e tem estudo inglês com dedicação, saiba que a demanda é alta por enfermeiros. 

De acordo com o Bureau of Labor Statistics, a profissão de enfermeiro deve crescer 16% até 2024, criando 439.300 novos empregos nos EUA. Saiba mais no site Nightingale College

Além disso, não esqueça de ler bastante sobre os tipos de visto para morar nos Estados Unidos, treinar seu inglês diariamente e fazer um planejamento para a sua mudança para os Estados Unidos. 

Quanto mais informação você tiver sobre a carreira de enfermeiro nos Estados Unidos, melhor será a sua transição para o exterior. 

Se precisar de auxílio para fazer um currículo em inglês, uma Cover Letter (carta de motivação) e um perfil no LinkedIn em inglês, conte com a minha assessoria. Entre em contato comigo pelo e-mail: vagaspelomundo@gmail.com

Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é uma jornalista brasileira que mora no exterior há 7 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua na área de Jornalismo, produção de conteúdos e mídias sociais. Com seu trabalho, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos!

blank

2 thoughts on “Como trabalhar como enfermeiro nos Estados Unidos

  • blank
    8 de fevereiro de 2021 em 1:03 pm
    Permalink

    Muito obrigada Luiza!!! Ganhei meu dia!! Beijos!!! Amanda

  • blank
    6 de fevereiro de 2021 em 7:08 am
    Permalink

    Completíssimo e superinformativo esse post. Obrigada por agraciar a net e os leitores com um blog tão bom e rico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *