Os trabalhos remotos que mais estão contratando em 2021

trabalhos remotos
Foto: Olia danilevich – Pexels.

Veja quais são os trabalhos remotos com maior demanda e que as empresas estão com falta de profissionais!

Os trabalhos remotos dispararam nos últimos meses. A pandemia de COVID-19 fez com que a modalidade de home office disparasse em todo o mundo. Para você ter uma ideia, dados mostram que, enquanto apenas 17% dos profissionais trabalhassem remotamente antes da pandemia nos Estados Unidos, em abril de 2021 o número de trabalhadores remotos que atuam longe das empresas cinco dias por semana estava em 44%. Por isso, conheça os trabalhos remotos que mais estão contratando em 2021.


Trabalhos remotos que mais estão contratando em 2021

Se a pandemia trouxe alguma coisa de bom foi a velocidade com que a tecnologia evoluiu para permitir que mais trabalhos possam ser executados de maneira remota. A Upwork prevê que, embora o número de trabalhadores remotos possa diminuir a partir dessas altas históricas, pelo menos 22% ainda estarão trabalhando totalmente remotamente até 2025, o que representa um aumento de 87% em relação aos números pré-pandemia.

Se você tem esperança de assumir uma função que oferece possibilidades de trabalho remoto, ou está olhando para o futuro e espera fazer uma mudança em sua carreira, agora é um momento incrível para explorar suas opções de trabalho remoto. Porém, nem todas os setores estão evoluindo em sua capacidade de oferecer trabalho remoto da mesma maneira.

Dessa maneira, você pode concentrar sua busca por trabalhos remotos em oportunidades disponíveis em setores que oferecem um maior potencial para quem trabalha remotamente. Conheça os principais trabalhos remotos e que mais estão contratando em 2021:

Cybersecurity — profissionais de TI

Você deve ter notado que a segurança cibernética está em alta no mundo dos negócios nos últimos anos. Conforme o acesso à tecnologia e facilitado e ampliado, mais crimes e ameaças cibernéticas ocorrem. Estimativas apontam que somente no período de pandemia (março de 2020 até agora) houve um acréscimo de 600% na ocorrência de crimes cibernéticos. E o pior é que isso faz muito sentido, especialmente quando consideramos que cada vez mais pessoas trabalhando de casa, utilizando redes Wi-Fi desprotegidas ou com pouca proteção.

Um estudo realizado pela Deloitte encontrou mais de 500 mil ocorrências de roubo de dados relacionados à videoconferência entre fevereiro e maio de 2020. Uma pesquisa com profissionais de Tecnologia da Informação descobriu que apenas 45% dos entrevistados estavam confiantes de que o orçamento de TI da empresa poderia lidar com o aumento das ameaças à segurança cibernética resultantes do trabalho remoto. Sendo assim, isso significa que profissionais com a expertise em segurança cibernética serão cada vez mais procurados e que as oportunidades continuarão surgindo nos próximos anos.

Reconhecimento profissional: sinais de que a empresa não se importa com você.

Trabalhos remotos de Marketing digital

De acordo com um relatório da FlexJobs sobre empregos remotos com potencial de crescimento em 2021, o marketing, especialmente o marketing digital, é um dos principais espaços de crescimento para trabalhadores remotos. Com a pandemia as pessoas gastam mais tempo online e acaba sendo uma oportunidade para encontrar clientes no mundo digital. Em 2019, um cidadão americano passava três horas por dia olhando para seu smartphone, em 2020 esse número aumentou para quatro horas por dia.

Com isso, existe cada vez mais espaço para profissionais de marketing e relações públicas (RP), principalmente os que estão focados no marketing digital. O marketing digital também foi listado como um dos 15 principais empregos em ascensão em 2021 com base nos dados do LinkedIn. Se você tem experiência nessa área, ou está procurando novas oportunidades de carreira, com certeza o marketing digital deve passar a ser considerado, pois pode ser um excelente campo a ser explorado.

Veja mais: relatório mostra aumento de empregos de Marketing remoto nos EUA.

Atendimento ao Cliente

Com a pandemia e a necessidade de trabalhar e ficar em casa, surgiram cada vez mais “problemas”. Tais problemas como uma melhor conexão de internet, um computador mais novo e até uma cadeira e mesa de escritório adequadas fizeram o setor de comércio eletrônico decolar de vez. Com os fechamentos e proibições de circulação, a entrega de empresas de varejo online era o único meio de acessar os bens de consumo.

Uma pesquisa mostra que como as pessoas passaram a gastar menos com alimentação fora de casa, por exemplo, elas tinham dinheiro para comprar e isso representou um crescimento de 44% nas vendas de comércio eletrônico somente nos Estados Unidos.

Com o grande aumento nos gastos online, juntamente com atrasos nos prazos de entrega, nasceu a necessidade de ter representantes remotos de atendimento ao cliente. Um trabalho de atendimento ao cliente é um ótimo lugar para começar se você estiver procurando por um trabalho remoto básico com potencial de crescimento em funções de gerenciamento. Especialmente no espaço inicial, os trabalhos de atendimento ao cliente podem ser um grande trampolim para cargos com salários mais elevados.

Leia mais: o que fazer quando bater o desânimo com o trabalho.

Tutores e profissionais da educação

A pandemia reformulou não apenas a forma como pensamos sobre opções remotas no mundo do trabalho, mas também como visualizamos as possibilidades de aprendizagem e educação remotas. As contratações para empregos nos setores de educação tiveram um crescimento de 20% entre 2019 e 2020. Com as escolas sendo obrigadas a criar e explorar modelos de ensino online, os pais viram a necessidade de apoio para seus filhos. Sendo assim, tem havido um forte crescimento em muitos setores das carreiras educacionais.

Veja algumas das habilidades exigidas para profissionais no espaço da educação: consultores de educação, planejamento de aulas / design de currículo, desenvolvimento, engenharia e design de plataforma de educação e assistentes de ensino. A tutoria / mentoria também pode ser uma excelente maneira de se tornar um trabalhador remoto com foco na educação. O setor de mentorias online deve crescer US$ 153 bilhões entre 2021 e 2025, o que certamente significa mais oportunidades de trabalho remoto para os interessados ​​em tutoria.

Saiba como começar a sua carreira como nômade digital.

Trabalhos remotos de tradutores

Estamos mais conectados do que nunca, por isso a demanda por funcionários remotos bilíngues e multilíngues é maior do que nunca. A FlexJobs observou que as funções de trabalho que requerem habilidades multilíngues estão entre as funções de crescimento mais rápido no trabalho remoto. A demanda de trabalhos de tradutores é especialmente alta. O Bureau of Labor Statistics também observou que os empregos para intérpretes e tradutores devem crescer 20% entre 2019 e 2029.

Não são apenas os trabalhos de tradutor que favorecem os bilíngues. Habilidades linguísticas terão alta demanda em muitos setores, incluindo o setor médico, educação e atendimento ao cliente, e a lista continua. Se você é bilíngue ou multilíngue, pode aproveitar suas habilidades linguísticas em uma das muitas oportunidades remotas.

Não deixe de ler: dicas para evitar o esgotamento profissional.

O futuro dos trabalhos remotos

Parece que a pandemia adiantou o relógio da evolução no trabalho com o dedo. Contudo, mesmo que estejamos começando a ver um retorno de trabalhadores aos escritórios, é certo que os trabalhos remotos e flexíveis serão uma realidade para muitas profissões a partir de agora. São mudanças significativas e que, tanto empolgam quanto assustam, mas sabemos que as limitações geográficas e a necessidade de trabalhar pessoalmente estão se tornando cada vez menos importantes.

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *