Cidade italiana pagará para quem andar de bicicleta

Bicicleta na Italia
Foto: Pixabay

Conheça a primeira cidade da Itália que vai incentivar o uso de bikes, pagando seus moradores.

Já imaginou se a moda pega? A cidade italiana de Bari, capital da Puglia, decidiu dar um incentivo financeiro para seus moradores que abandonarem seus carros e usarem a bicicleta para irem trabalhar.

Você aceitaria o desafio? Além de melhorar a saúde andando de bicicleta e se exercitando, quem topar participar do projeto ganhará da prefeitura até € 25,00 por mês (cerca de R$ 107,00 reais). O dinheiro será depositado mensalmente para os moradores adeptos do experimento.

Agora Bari torna-se a primeira cidade italiana a adotar esse modelo que tem feito muito sucesso na França. O Projeto Experimental de Mobilidade Sustentável de Bari está sendo financiado pelo Ministério do Ambiente da Itália.





O projeto experimental terá duração inicial de 4 meses. Segundo o prefeito da cidade, Antonio Decaro, o objetivo do ano de 2019 é duplicar o número de bicicletas existentes em Bari.

Já pensou em caminhar para ganhar milhas aéreas? Conheça o aplicativo para o celular.

Além da ajuda financeira, o presidente da Câmara Municipal declarou que “quem pedalar não ganha apenas saúde”. Segundo estudos quem troca o carro pela bicicleta para ir para o trabalho todos os dias é, em média, 4 quilos mais magro que quem vai de carro. Além dos benefícios para a saúde, os moradores evitam de ficar no trânsito e poupam o meio ambiente de gases poluentes.

Leia a matéria completa: quem vai de bike para o trabalho é 4kg mais magro.

O projeto das bicicletas na Itália

O projeto experimental de uso de bicicletas na Itália visa atrair mais moradores e cada ciclista será equipado com um kit de GPS antifraude para monitorar quantos quilômetros serão percorridos.

Além disso, todo mês haverá uma competição que irá premiar os 10 trabalhadores que mais tiverem pedalados ao longo do mês e estes ganharão um bônus extra de € 50,00 cada (R$ 214,00).

Morar na Itália, as 10 melhores cidades para viver.

Valor da remuneração

O projeto de mobilidade sustentável tem um orçamento total de € 545 mil euros e vai pagar € 0,20 euros por cada quilometro rodado no percurso do trabalho até a casa do morador, além de € 0,04 euros pelos demais passeios e pedaladas na cidade.

O valor do pagamento pelo uso das bicicletas na Itália não pode exceder o montante de € 1,00 euro por dia e até € 100,00 euros por pessoa em quatro meses. O valor será a metade para quem usa a bicicleta elétrica.

Saiba como fazer o visto para morar na Itália.

Além disso, o projeto sustentável vai dar incentivos para a compra de bicicletas em Bari (novas, usadas e também elétricas). Os descontos poderão chegar até € 250,00 dependendo do modelo da bike. Os recursos públicos serão utilizados para a compra de três mil novas bicicletas. A cidade italiana é a primeira do país europeu a pagar seus moradores para cuidarem do meio ambiente.

E você? Toparia do desafio de cidade de Bari? Ganhar uma remuneração financeira e ainda emagrecer alguns quilinhos?

Leia também: Morar fora: é como andar de bicicleta.



Amanda Corrêa

Amanda é brasileira, jornalista, mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Mora desde 2014 em Portugal. Atua há 13 anos na área de Jornalismo e Comunicação Social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *