Coluna: como vai o seu relacionamento com a ansiedade?

Ansiedade na Pandemia
Foto: Abre Express

Entenda o que fazer diante da segunda onda da pandemia e saiba como lidar com a ansiedade do desconhecido.

Quem é ansioso aí levanta a mão! Nunca se viu tantas pessoas ansiosas quanto em 2020, não é mesmo? Pois é, tenho visto muitas pessoas tentando se livrar da ansiedade ou quem sabe até se curar dela, mas gostaria de dizer que quanto mais rápido aprendermos a nos relacionar com ela, mais confortáveis estaremos.

Quem mora fora sabe muito bem o significado desta palavrinha e com certeza já passou maus bocados devido a seus sintomas, mas hoje separei algumas dicas que vão te ajudar neste momento. 


Ansiedade na pandemia

Se passar por uma pandemia já é desafiador, imagine todo esse processo longe dos amigos e familiares. Quando decidimos morar fora nos planejamos para muitas coisas, menos para vivenciarmos tudo isso em que o mundo está passando. Hoje eu moro em Portugal e tenho vivido essa realidade, longe da maioria daqueles que são significativos para mim. Situação está que me motiva ainda mais a me cuidar, cuidar daqueles que estão a minha volta e aproveitar tudo isso como uma oportunidade.

A ansiedade tem sido nossa companheira todos esses dias e esse excesso de futuro em nossas vidas pode nos atrapalhar se não o utilizarmos a nosso favor. 

Morar fora: excesso de ontem, excesso de hoje e excesso de amanhã.

O que te deixa ansioso?

Tente fazer uma listinha de tudo aquilo que deixa você ansioso: incerteza profissional, segurança dos seus familiares, sua própria saúde, questões políticas, dentre outros. Ao acabar essa lista tente encontrar uma forma de tranquilizar-se, por exemplo: “Estou preocupado com a minha saúde, então posso buscar um Nutricionista, um Personal Trainer e um Psicólogo para manter-me saudável”.

“Minha situação profissional está instável, não sei se serei demitido, então neste momento devemos começar a planejar uma redefinição de carreira e com isso ter uma atitude empreendedora”. Busque fazer esse movimento para cada motivo que te deixa ansiosos, mas chegará um momento que você vai se dar conta que não pode fazer absolutamente nada, é aqui que você simplesmente descansa. 

Por vezes ficamos tão estressados em mudar determinadas realidades que não nos damos conta que as vezes simplesmente não poderemos fazer nada. Mas o que fazer quando nada puder ser feito?

Ficar em paz é a melhor opção, é neste estágio que nos damos conta da nossa onipotência e humanidade. 

Para nos relacionarmos melhor com a ansiedade é necessário saber o que nos deixa ansiosos. Desse modo, o que podemos fazer diante dela e o que nos relaxa, como por exemplo: caminhar no parque, assistir um bom filme, praticar uma atividade física, gastar a energia acumulada em uma boa faxina e quem sabe planejar ações para mudar o seu mundo. Que tal experimentar virar a chave hoje mesmo? 

Leia também: Antes de se desesperar, certifique-se que já fez tudo o que estava ao seu alcance.

*Caso você deseje me acompanhar pelas redes sociais, sugerir novos conteúdos e conferir mais dicas como essas, acesse o meu Instagram. Fale comigo também pelo WhatsApp.

Vitor Luz

Vitor Luz possui formação em Jornalismo e Psicologia e ao longo da sua trajetória profissional pode se dedicar a busca de novos conhecimentos e fez uma formação em Inner Vision, Programação Neurolinguística – PNL e Certificação Internacional em Master Coaching Mentoring e Holomentoring – ISOR. Atualmente mora na cidade do Porto em Portugal para fazer um Mestrado em Psicologia, na área da Psicogerontologia. Enquanto Psicólogo Nômade Digital realiza atendimento online para brasileiros espalhados pelo mundo, os auxiliando a lidar com a saudade, medo, solidão, desilusões amorosas, relacionamentos afetivos e transição de carreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *