Lisboa vai ganhar cidade de inovação para atrair startups e nômades digitais

cidade de inovação em Lisboa
Foto: DR.

Projeto de cidade de inovação em Portugal pretende criar 17 mil postos de trabalho e fazer a região metropolitana de Lisboa a nova Silicon Valley da Europa.

A Universidade Nova de Lisboa preparou um projeto ambicioso e quer criar uma cidade de inovação para tornar a região metropolitana de Lisboa a Silicon Valley da Europa. Com o objetivo de atrair startups, empresas de Tecnologia e Inovação, novos moradores e nômades digitais, o projeto de € 800 milhões de euros contará com investimento europeu e também de empresas privadas. Conheça a seguir os detalhes já conhecidos do projeto. 


Grande Lisboa vai ganhar cidade de inovação

O espaço da cidade de inovação terá mais de 100 hectares e 4 quilômetros quadrados e será chamado de Innovation District. Localizado em Almada, na Região Metropolitana de Lisboa, o projeto é bastante inovador, ambicioso e promete juntar muita inovação e sustentabilidade. Desse modo, o projeto será construído nas áreas do Monte de Caparica e do Porto Brandão. 

De acordo com a presidente da Câmara Municipal de Almada, Inês de Medeiros, o projeto é um dos mais importantes de Almada e toda a região metropolitana de Lisboa dos últimos anos. Com a Universidade Nova de Lisboa e diversos investidores privados (portugueses e estrangeiros), ao todo serão € 800 milhões de euros para a construção dessa grande cidade de inovação em Portugal. 

Portugal estende programa de Visto Gold para Lisboa e Porto até janeiro de 2022.

O projeto Innovation District

Segundo o vice-reitor da Universidade Nova de Lisboa, José Ferreira Machado, a cidade de inovação de Portugal terá harmonia entre a natureza, a tecnologia, a cultura e o conhecimento. Um quarto da área será de espaços verdes, terá proximidade com a praia e estará localizada a apenas 20 minutos do Aeroporto Internacional de Lisboa. 

O projeto será desenvolvido nos próximos anos e pretende gerar 17 mil novos empregos em Portugal. Segundo o vice-reitor, entre 6 e 8 projetos já estão em análise na Câmara Municipal e prontos para começar. 

Ainda de acordo com Inês de Medeiros, o objetivo é criar um oásis sustentável (financeiro e ambiental) na Grande Lisboa. Além de empresas, startups e nômades digitais, a ideia do Innovation District é criar escolas primárias e secundárias de alto nível. 

O projeto também prevê a criação de novos hotéis em Almada, museus, lojas, um hub de inovação, espaço para congressos e eventos.

Todas as startups, empresas de inovação, estudantes e investigadores estão convidados a conhecer a nova cidade de inovação. O objetivo é atrair multinacionais de Tecnologia da Informação e Inovação para o novo espaço. 

Também pode te interessar: Alta velocidade: nova linha de trem em Portugal permitirá viagem entre Lisboa e Porto em 1h15.

Áreas residenciais 

Além de poder trabalhar e estudar na nova cidade, haverá espaço para construção de casas residenciais, com áreas de lazer e muito verde para obtenção de qualidade de vida para seus moradores. 

Qualidade de vida em uma cidade de inovação amiga do ambiente

O Almada Innovation District será uma nova cidade, moderna e sustentável. Ela será voltada para o mundo e criada para desenvolvimento sustentável até 2030. Já em 2050, pretende a redução de emissões de gases com efeito de estufa (neutralização de carbono – neutralidade carbónica), integrando um conjunto de soluções ambientais inovadoras.

O projeto prevê ainda, a criação de uma comunidade energética com produção própria e sustentável. Sendo estruturada para o desenvolvimento urbano em torno dos parques verdes e integrando os métodos e soluções de construção ecológicas e sustentáveis.

E você, gostou do projeto? Levaria sua empresa para a nova cidade de inovação em Portugal? Deixe sua opinião nos comentários.

Veja também: Morar em Portugal, um guia completo.

Além disso, aproveite para visitar nosso canal do Youtube, com diversos vídeos novos sobre Portugal:

Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é uma jornalista brasileira que mora no exterior há 7 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua na área de Jornalismo, produção de conteúdos e mídias sociais. Com seu trabalho, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *