Companhia aérea britânica abandona uso de máscara a bordo

companhia aérea britânica
Foto: Nottingham Post.

A companhia aérea britânica Jet2 não exige mais que seus tripulantes e passageiros usem máscara. Veja mais sobre a medida!

A companhia aérea britânica Jet2 é a primeira empresa a abandonar o uso de máscara em seus voos e aeroportos. Isso é notícia, pois ela é a primeira (e por enquanto única) no setor aéreo a não mais exigir de seus tripulantes e passageiros o uso de máscaras. Confira tudo sobre a novidade!


Companhia aérea britânica abandona uso de máscara

As máscaras são ainda exigidas na maioria das principais companhias aéreas da Europa e do mundo. Contudo, a Jet2 publicou uma normativa dizendo: “Não é mais uma exigência legal usar uma máscara facial em nossos aeroportos ou a bordo de nossos aviões”.

Segundo a companhia aérea do Reino Unido, os passageiros não serão mais obrigados a usar máscaras na Inglaterra ou na Irlanda do Norte em aviões ou aeroportos, mas as coberturas faciais ainda são legalmente exigidas para passageiros com 6 anos ou mais viajando na Escócia.

“Sua segurança é nossa prioridade, por isso criamos nossa ‘Política de Máscara Facial’ para que todos saibam exatamente o que é esperado enquanto viajam conosco”, publicou a Jet2. Na página da empresa é possível ler ainda que: “Não é mais um requisito legal usar uma máscara facial em nosso aeroportos ou a bordo de nossos aviões. No entanto, de acordo com as orientações do governo do Reino Unido, recomendamos que você continue usando uma máscara facial nesses espaços e precisará usar uma quando chegar ao seu destino no exterior”.

Viajar pela United Airlines: novo serviço permite despachar a bagagem em um minuto.

Decisão da empresa segue recomendações do governo

A decisão de eliminar as máscaras foi feita depois que o governo do Reino Unido abandonou a exigência legal de usar máscaras na Inglaterra. O governo britânico disse que, futuramente, “os operadores são livres para definir seus próprios requisitos para o uso de coberturas faciais”. Apesar da mudança de orientação, as máscaras ainda serão exigidas e obrigatórias em outras companhias aéreas britânicas, como British Airways e Virgin Atlantic.

“Embora as regras do Reino Unido estejam diminuindo, aqui na British Airways, como outras companhias aéreas e aeroportos, usar máscaras ainda é nossa política”, escreveu a companhia aérea. “Temos esta política para proteger nossos clientes mais vulneráveis ​​e cumprir as leis dos países ao redor do mundo”.

Você viu? Novo trem de alta velocidade entre Madri e Sevilha por menos de € 10.

Obrigatoriedade do uso de máscaras nos Estados Unidos

As máscaras ainda são necessárias nos Estados Unidos, isso por conta de um mandato federal de obrigatoriedade do uso de máscara em transportes que foi estendido até pelo menos 18 de março. Contudo, diversos estados americanos já começaram a relaxar a obrigatoriedade do uso de máscaras, incluindo Nevada e Califórnia.

Além disso, companhias de navios de cruzeiro como a Norwegian Cruise Line, Royal Caribbean e Carnival Cruise Line estão abolindo a obrigatoriedade do uso de máscaras. Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças facilitaram as recomendações em torno da obrigatoriedade do uso de máscaras faciais, considerando as taxas de hospitalização e a capacidade hospitalar para sua orientação de máscaras, em vez de números de casos.

Casamento na Itália: região vai pagar € 2 mil euros para quem casar lá.

Sobre a companhia aérea britânica Jet2

A Jet2 é uma companhia aérea de baixo custo do Reino Unido que oferece voos regulares e charter. Desde 2019, é considerada a terceira maior companhia aérea regular do Reino Unido, atrás da EasyJet e da British Airways. Sua sede está localizada no Aeroporto de Leeds Bradford, porém a companhia aérea tem outras bases em Alicante-Elche, Belfast–International, East Midlands, Edimburgo, Glasgow, Londres–Stansted, Manchester, Newcastle, Birmingham, Bristol, Palma de Maiorca e Tenerife–Sul.

Com 94 aeronaves, a Jet2 voa para 82 destinos e emprega mais de 13 mil pessoas. Conheça mais sobre a empresa acessando o seu site.

*Veja também 5 dicas para se adaptar morando fora:

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *