Estudantes internacionais no Canadá terão segunda chance para trabalhar

estudantes internacionais no Canada
Foto: Freepik – freepic.diller.

Governo canadense dará outra chance ao alunos internacionais afetados pela pandemia do COVID-19. Entenda as mudanças no programa de imigração do Canadá.

O governo canadense adotou uma nova política aos estudantes internacionais no Canadá desde o dia 08 de janeiro de 2021. A medida permitirá que os ex-alunos internacionais com uma Permissão de Trabalho de Pós-Graduação (PGWP) vencida poderão se inscrever para uma nova autorização de trabalho. Dessa forma, a mudança beneficiará muitos estudantes estrangeiros que moram no Canadá. 


Estudantes internacionais no Canadá terão segunda chance para trabalhar

O objetivo do governo do Canadá é dar mais tempo aos estudantes internacionais no Canadá conseguirem obter a experiência de trabalho de que precisam para se qualificarem para se candidatar à imigração canadense

Dessa forma, o governo canadense introduziu essa medida para ajudar os titulares de PGWP que perderam seus empregos ou viram suas horas de trabalho reduzidas devido à pandemia de COVID-19. 

De acordo com pesquisas do governo, os ex-alunos internacionais são capazes de se integrar rapidamente ao mercado de trabalho canadense ao obterem residência permanente. Isso ocorre devido a sua educação obtida e experiência de trabalho no país.

Como trabalhar no Canadá, formas de visto e salários.

Novas autorizações de trabalho no Canadá

As novas autorizações de trabalho abertas serão válidas por 18 meses e permitirão que os antigos estudantes internacionais no Canadá permaneçam no país norte-americano e continuem procurando um trabalho. 

Ao contrário das permissões de trabalho fechadas, que vinculam um profissional estrangeiro a apenas um empregador no Canadá, as permissões de trabalho abertas permitem que os estrangeiros trabalhem para qualquer empregador de sua escolha.

Dessa forma, para se candidatar a uma autorização de trabalho no Canadá aberta sob a nova política divulgada, os seguintes critérios devem ser cumpridos:

  • o estudante estrangeiro deve ter um PGWP que expirou em ou após 30 de janeiro de 2020 ou um PGWP que expirou em 4 meses ou menos a partir da data da aplicação;
  • você precisa estar residindo no Canadá;
  • precisa ter um status temporário válido ou se inscrever para restaurar seu status.

O processo de inscrição estará aberto entre os dias 27 de janeiro a 27 de julho de 2021.

A Imigração, Refugiados e Cidadania do Canadá (Immigration, Refugees and Citizenship Canada – IRCC) estima que 52.000 graduados com PGWPs expirados ou em vencimento podem se beneficiar desta nova política.

Cerca de metade dos 61.000 titulares de PGWP cujas autorizações de trabalho expiraram entre janeiro e dezembro de 2020 já se tornaram residentes permanentes. Ou então, têm um pedido de residência permanente em andamento, de acordo com dados divulgados pelo IRCC.

Os alunos internacionais que concluem sua educação pós-secundária no Canadá podem se inscrever para um PGWP. A Permissão de Trabalho de Pós-Graduação permite que os alunos ganhem experiência de trabalho no Canadá após seus estudos pelo tempo máximo de três anos.

Além disso, o governo canadense oferece o PGWP como parte de seus esforços para atrair estudantes internacionais para o Canadá e mantê-los como trabalhadores qualificados no país. Os titulares do PGWP podem usar seus anos de estudo canadense e experiência de trabalho para uma aplicação ao pedido de cidadania canadense e continuar morando no Canadá.

Conheça quais são os passaportes mais poderosos do mundo em 2021 e que viajam sem visto.

A Permissão de Trabalho de Pós-Graduação no Canadá – PGWP

O PGWP é altamente cobiçado entre os ex-alunos internacionais, já que pesquisas sugerem que cerca de 60% desejam fazer a transição para a residência permanente no Canadá. Freqüentemente, eles precisam obter experiência profissional canadense para se qualificarem para um caminho de imigração de trabalhador qualificado. 

Dessa forma, o PGWP permite que eles ganhem essa experiência e, em seguida, enviem um formulário de imigração de trabalhador qualificado para o Express Entry, Quebec Experience Program. Além do Provincial Nominee Program (PNP) e muitos outros programas de imigração que recompensam os candidatos com experiência de trabalho no Canadá.

Veja também: trabalhar no Canadá: visitantes podem solicitar autorização sem ter que sair do país.

Pandemia afetou os estudantes internacionais no Canadá

O Canadá reconhece que a pandemia COVID-19 colocou os alunos formados em 2019 e 2020 em desvantagem devido ao enfraquecimento do mercado de trabalho. Um número significativo de graduados internacionais foi mandado para rua e se viram sem emprego no Canadá. Como consequência, tornou-se difícil para eles atender ao requisito de experiência de trabalho canadense do PGWP.

Essa nova política adotada ajudará “mais graduados a atender às necessidades urgentes em áreas como saúde, tecnologia e mais”, afirmou o Immigration, Refugees and Citizenship Canada – IRCC em um comunicado à imprensa.

“Enquanto enfrentamos a segunda onda da pandemia e traçamos um curso para nossa recuperação, atrair imigrantes qualificados para o Canadá é uma parte central de nosso plano”, justificou.

Além disso, os estudantes internacionais no Canadá contribuem para a economia local. Ao estudar no Canadá fornecem um grande grupo de pessoas com alto nível educacional que podem se tornar residentes permanentes e contribuir com a força de trabalho do Canadá e contribuir para o crescimento do país.

Um estudo recente da Statistics Canada mostra que quase um terço dos estudantes internacionais que obtêm o diploma do Ensino Superior canadense e quase metade dos estudantes internacionais que se graduam com Mestrado tornaram-se residentes permanentes no Canadá 10 anos após obterem sua primeira permissão de estudo. Ou seja, morar no Canadá é o sonho de quase todos os estudantes e continuar morando nele também.

Conheça a lista das Melhores empresas para trabalhar no Canadá em 2020.

Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é uma jornalista brasileira que mora no exterior há 7 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua na área de Jornalismo, produção de conteúdos e mídias sociais. Com seu trabalho, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *