Aumento de 460% na procura por empregos remotos durante a pandemia nos Estados Unidos

empregos remotos durante a pandemia
Foto: INOMICS.

As pesquisas por empregos remotos durante a pandemia cresceram 460% nos dois anos até junho de 2021. Saiba mais!

O interesse em trabalhar remotamente aumentou durante a pandemia e persiste mesmo com a reabertura da economia. De acordo com um estudo, a parcela de pesquisas online de empregos para cargos remotos aumentou 460% nos dois anos entre junho de 2019 e junho de 2021. Ainda que o aumento não seja para todas as ocupações, muito empregos diferentes experimentaram um crescimento exponencial pela procura durante a pandemia.


Empregos remotos durante a pandemia

O interesse no trabalho remoto durante a pandemia parece ter estabilizado nos últimos meses segundo estudo publicado pela Glassdoor. Outros dados trazidos pela pesquisa dão conta de que 55% dos americanos estão procurando um novo emprego. Além disso, os dados coletados demonstram que aproximadamente 40% dos trabalhadores americanos não entendem os impostos e taxas que são cobrados e descontados de seus salários.

Aliás, o contínuo crescimento na busca por empregos remotos durante a pandemia sugerem uma tendência de permanência, mesmo depois que a pandemia acabar. Procurar cargos fora do ambiente tradicional de escritório pode não ser uma tendência surpreendente, devido aos receios de saúde associados ao trabalho pessoal.

Veja mais: os 25 profissionais mais bem pagos nos Estados Unidos.

Pandemia alterou o mercado de trabalho

Os protocolos postos em prática por conta da pandemia levaram muitos funcionários a trabalhar de casa. Enquanto as empresas eram obrigadas a fechar seus escritórios, as pessoas foram obrigadas a trabalhar em regime de home office. Como resultado, mais funcionários sabem que o trabalho remoto é uma opção e agora têm experiência em provar que podem trabalhar em casa de maneira produtiva.

Confira dicas para trabalhar em casa com motivação.

Claro que trabalhar de casa não trouxe só benefícios, porém é cada vez mais comum que os funcionários busquem por oportunidades de emprego remotas. Aliás, houve uma considerável mudança nos acordos de trabalho que agora se tornaram mais flexíveis. Foi uma mudança de paradigma que mostrou que é possível trabalhar em casa e ainda assim manter a produtividade alta.

Emprego no Canadá: 10 trabalhos na província de British Columbia que aumentaram na pandemia.

Mercado de trabalho americano aquecido

Apesar do aumento do interesse, apenas 3% de toda a atividade de busca de emprego foi para cargos remotos em junho de 2021, de acordo com a Glassdoor. O verdadeiro interesse é provavelmente muito mais alto do que o número sugere, uma vez que os dados representam apenas aqueles que procuram exclusivamente trabalho remoto, não um modelo híbrido. Contudo, não está claro se os empregadores atenderão ao aumento da demanda, embora possam estar mais propensos a aderir no mercado de trabalho atual.

Em junho de 2021 mais de 10 milhões de vagas nos Estados Unidos foram abertas em todo o país, um recorde. Entretanto, de ressaltar que quase 4 milhões de trabalhadores pediram demissão no mesmo mês, perto de máximos históricos , em meio à confiança de que poderiam encontrar um emprego melhor em outro lugar.

Os economistas trabalhistas ficaram intrigados sobre por que as empresas tiveram problemas para contratar e manter trabalhadores, uma vez que ainda havia quase 9 milhões de americanos desempregados procurando ativamente por trabalho em julho.

Não deixe de ler: os 30 empregos nos Estados Unidos mais perigosos.

Fatores que podem ter causado os números impressionantes

Muitos economistas acreditam que vários fatores podem estar em jogo para que dados tão desproporcionais cheguem dos Estados Unidos. Por exemplo, as preocupações contínuas com a saúde por conta da pandemia, aposentadorias precoces, incompatibilidades geográficas entre os desempregados e os empregos disponíveis, um reexame das prioridades do trabalhador e benefícios de desemprego aprimorados.

As empresas tornaram-se criativas em suas tentativas de atrair e reter quem quer trabalhar nos Estados Unidos diante dos desafios. Entre as vantagens oferecidas estão o pagamento de mensalidades da universidade, benefícios de aposentadoria, bônus de contratação e salários mais altos. Uma maior disposição para permitir o trabalho remoto ou híbrido também pode estar em jogo.

Veja mais: as melhores cidades para empregos em segurança cibernética.

Empregos remotos durante a pandemia: ocupações em alta e com falta de trabalhadores

Entretanto, alguns trabalhos como os atendentes em bares, restaurantes e hotéis não podem ser feitos remotamente. Em julho de 2021, 46% dos funcionários em ocupações de gestão, negócios e operações financeiras estavam em regime de home office nos Estados Unidos por conta da pandemia. Porém, em contraste, isso acontecia com apenas 5% dos empregos em serviços, de acordo com o Bureau of Labor Statistics dos EUA.

O setor de tecnologia da informação tem visto o maior interesse em empregos remotos nos últimos dois anos, de acordo com a Glassdoor. Entre todos os pedidos de emprego para trabalho remoto em junho de 2021, cerca de 1 em cada 4 eram funcionários da área de TI e cerca de 11% estavam na área de serviços empresariais.

No entanto, o interesse aumentou amplamente em setores como Recursos Humanos, Marketing e Atendimento ao cliente.

*Conheça também o nosso canal do Youtube e inscreva-se!

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *