Medo de fracassar: Eu não sou bom em nada! Será?

medo de fracassar
Foto: GETTY/Forbes.

Como anda a sua confiança e autoestima? Se você está com medo de fracassar e o pensamento “não sou bom em nada”, é preciso reavaliar.

“Eu não sou bom em nada”. Quantas vezes você já disse essa frase ou ouviu alguém dizer? Muitas vezes se comparando a outra pessoa com algum talento que consegue expor de forma eficiente. Desse modo, o que precisamos fazer é identificar e notar as características positivas dos nossos próprios talentos. Tenho certeza que você tem muitas qualidades, por isso, não se diminua.


Medo de fracassar: Eu não sou bom em nada! Será?

Nós vivemos em uma sociedade que foi constituída de padrões de sucesso, padrões de beleza de comportamento e etc. É comum ver pessoas medindo o seu próprio valor com base no que os outros têm, nos que os outros fazem e no estilo de vida deles.

Essa comparação social facilitada pelas redes sociais, pode gerar um grande impacto na autoestima de algumas pessoas e gerar uma distorção da realidade e da autoconfiança.

Toda vez que nos comparamos com os outros, estamos abandonando as nossas próprias virtudes e valores que sempre tivemos para enaltecer e trazer destaque para o que o outro tem. 

Será que você tem valorizado mais os talentos dos outros do que tem identificando e desenvolvido os seus próprios talentos?

Formação superior no Reino Unido: 10 diplomas mais valorizados.

Seu talento é o seu diferencial para o mercado, não tenha medo de fracassar

Pessoas que trabalham com os seus talentos produzem melhor, são mais felizes e não ficam se comparando, pois, o foco está sempre em aprender a desenvolver e aprimorar o que já fazem de bom.

É muito mais fácil enxergar o talento de outra pessoa, “Fulano é muito bom nisso, Ciclano faz sucesso com tal coisa..” De alguma forma atribuímos valores, métricas de sucesso e quando é para olhar para a nossa própria vida, nem sempre temos a mesma medida de empatia.

E quando a nossa performance profissional está em jogo, muitas vezes não estamos conscientes das nossas aptidões e talentos, achamos banal e não valorizamos a nossa entrega e dedicação.

Se você não identifica o seu talento, também não valoriza e reconhece o seu potencial, e, nessa altura fica fácil achar que não é bom em nada.

Como superar o medo de recomeçar novos projetos.

A sua carreira não é só que te falta, é pegar o que você já faz de bom e potencializar

Você é bom em alguma coisa, mas talvez ainda não tenha descoberto em que. Todo ser humano carrega na sua carga genética uma aptidão natural, um “presentinho” do teu cérebro. 

Quando falamos das nossas escolhas profissionais, estar consciente dos nossos talentos faz muita diferença, para assim focar em aprimorar, traçar objetivos claros e valorizar a suas convicções sobre o seu papel no mercado de trabalho.

Confira três níveis de esforços para aprimorar os seus talentos:

  1. Conhecimento sobre si: quanto mais você tiver domínio dos seus valores, crenças fortalecedoras e clareza do que quer mais vai expandir a sua visão de mundo e sobre seu potencial.
  2. Estudo e conhecimento: Buscar referências de pessoas que admira, saber sobre os desafios que superou e os obstáculos que fizeram parte do processo.
  3. Mão na massa total: traçar um plano de ação que valorize as suas escolhas e potencialize o seu talento.

Talvez você não esteja acostumado a se valorizar, mas pensar que não é bom em nada é lamentável. Muitas pessoas subestimam a sua própria capacidade de realizar coisas, de viver seus sonhos por não tolerar fracassar (ou por medo).

Além disso, nossa sociedade traz a falsa ideia que existem algumas pessoas privilegiadas por serem felizes, talentosos e bem sucedidos. Pare de se comparar porque você tem um talento para ser seu diferencial, todo talento pode ser desenvolvido através do esforço e dedicação ao que se propõem a fazer.

Inteligência emocional para negócios: como começar o seu.

Descubra quem você é e assuma o controle das suas emoções

Não é sobre ser bom, é sobre saber quem você é quando assume o controle das suas emoções e entra em movimento para fazer o que precisa. Saiba como desenvolver o autoconhecimento e investir na sua carreira.

Com a mentoria de carreira, você aprende a trilhar o seu caminho com leveza e foco no que realmente é importante para você sem comparações e sem duvidar do seu potencial,tenho certeza que você só precisa de uma orientação clara e uma metodologia eficaz.

*Eu sou Vanessa Ferreira, Psicóloga e Coach de Carreira. Com formação em Coach PNL Sistêmica pela ICI Integrated Coaching Institute e especializada em Desenvolvimento Humano e Organizacional pelo Metaforum Internacional.

“Eu não aguento mais meu trabalho”, é hora de mudar.

*Veja também como fazer uma Carta de Motivação para conseguir um novo emprego e inscreva-se no canal do Vagas Pelo Mundo:

Vanessa Ferreira

Psicóloga e coach PNL Sistêmica pela ICI Integrated Coaching Institute, especialista em Desenvolvimento Humano e Organizacional pelo Metaforum Internacional. Possui uma trajetória profissional de 16 anos no mundo corporativo na área Recursos Humanos. Atualmente mora em Portugal e trabalha com recolocação profissional.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *