Trabalhar como nômade digital em Portugal: país lança campanha

nômade digital em Portugal
Foto: Travel Daily.

Já pensou em trabalhar sendo nômade digital em Portugal? Pois saiba que o país está em busca de pessoas e até lançou uma campanha!

A Associação de Turismo de Cascais de Portugal lançou uma campanha promocional que pretende atrair nômades digitais para o país. Aliás, Portugal está concorrendo com outros países europeus na busca por esse perfil de profissionais e têm colocado em prática muitas oportunidades para quem pretende morar e trabalhar em Portugal. Saiba mais!


Trabalhar como nômade digital em Portugal

A campanha da Associação de Turismo de Cascais é intitulada “It Works for you” e foi pensada para tentar atrair pessoas que queiram trabalhar como nômade digital em Portugal. A promoção conta com um vídeo promocional que fala sobre trabalho remoto combinado com lazer e estilo de vida, de acordo com o portal Schengen Visa Info.

“Através desta campanha, Cascais convida todos os nômades digitais que procuram um destino ao ar livre a usufruir das condições ‘mágicas’ de trabalho e de um estilo de vida que concilia o trabalho com uma sensação constante de férias”, diz a associação. A campanha foi projetada pela Associação de Turismo de Cascais com o objetivo de promover o país como um destino favorável a todos os interessados ​​em trabalho remoto, destacando a oferta de espaços de coworking disponíveis em Cascais.

Vagas em Portugal na Critical TechWorks: centenas de oportunidades.

Portugal no foco dos profissionais independentes

Não é de hoje que Portugal está entre os países europeus preferidos por freelancers e trabalhadores independentes. Assim, os internacionais interessados ​​num visto que permita residência de longa duração, bem como permissões para ganhar a vida na Europa, escolheram Portugal para viver e trabalhar. No entanto, todas as pessoas interessadas em viver e trabalhar em Portugal terão de cumprir condições específicas.

As autoridades em Portugal esclareceram que os requerentes interessados ​​em tal visto têm duas possibilidades, são elas:

  • Uma residência para pessoas interessadas em trabalhar de forma independente (trabalhar localmente para clientes de Portugal como empregado contratado);
  • Um visto de residência para trabalho de empresário (visto de nômade digital para clientes de outros países).

Vagas na Siemens: multinacional está com oportunidades em Portugal.

Nômade digital em Portugal

Com base nos dados fornecidos pelo Banco Mundial, em 2019, um total de 16,9% das pessoas em Portugal eram trabalhadores independentes ou freelancers. Esses dados mostram que os valores são superiores em Portugal em comparação com a média da União Europeia que era de 15,2%.

O número de pessoas interessadas em trabalho remoto está aumentando continuamente enquanto muitos países europeus estão oferecendo esses vistos para trazer ao seu país um número mais significativo de estrangeiros e também ajudar seus setores econômicos a se recuperarem dos danos causados ​​​​pela pandemia.

Vagas na Bosch em Portugal: mais de 300 oportunidades no país.

Atualmente, os seguintes países europeus são considerados os principais destinos favoráveis ​​que oferecem vistos freelancer são: Espanha, França, Alemanha, Portugal, Malta, Croácia, Estônia, Grécia, Romênia e República Tcheca.

No entanto, os estrangeiros com interesse ​​em vistos freelancer e vistos de nômades digitais oferecidos por autoridades nos países mencionados acima são aconselhados a seguir cuidadosamente as regras, uma vez que a exigência de obtenção de tal visto difere entre esses países.

Recentemente, a Letônia e a Itália divulgaram seus planos para introduzir seus vistos de nômades digitais. As autoridades de ambos os países confirmaram que planejam introduzir esses vistos e permitir que os internacionais vivam e trabalhem remotamente nesses territórios de maneira legal.

Morar e trabalhar em Portugal: país é considerado o melhor do mundo para trabalhar remotamente.

*Aproveite para ouvir o Podcast Partiu Morar Fora, disponível no Spotify:

Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é uma jornalista brasileira que mora no exterior há 7 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua na área de Jornalismo, produção de conteúdos e mídias sociais. Com seu trabalho, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos!

blank

One thought on “Trabalhar como nômade digital em Portugal: país lança campanha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *