Veja quais são os bairros mais caros do Porto, em Portugal

bairros mais caros do Porto em Portugal
Foto: Unearth Women.

As casas nos bairros mais caros do Porto podem chegar aos 3,5 milhões de euros. Conheça a lista e saiba tudo sobre os locais nobres da cidade portuguesa.

A cidade do Porto, em Portugal, é a segunda maior do país europeu. Com aproximadamente 250 mil habitantes (e 1,7 milhões na sua Região Metropolitana), a cidade Invicta, como é carinhosamente chamada pelos portugueses, se tornou mundialmente famosa por ter sido escolhida como destino europeu durante algumas vezes e por sua beleza extravagante. Veja quais são os bairros mais caros do Porto, em Portugal.


Bairros mais caros do Porto

A Engel & Völkers, uma imobiliária da Alemanha que atua com imóveis de luxo, fez uma pesquisa e conseguiu mostrar, através do preço por metro quadrado dos imóveis que negocia, quais os bairros mais caros do Porto. Em alguns locais o metro quadrado pode chegar aos € 5 mil (cinco mil euros). Os bairros mais caros do Porto são, respectivamente:

  • Foz e Nevogilde,
  • Aldoar e Miragaia,
  • Vitória,
  • São Nicolau e Sé.

Aliás, a pesquisa da Engel & Völkers traz a informação de que os clientes portugueses desejam comprar na zona da Foz, Nevogilde, Marechal Gomes da Costa ou na Avenida da Boavista. Além disso, a maioria é constituída por famílias e os compradores compreendem a faixa etária entre 40 e 45 anos, que procuram casas para morar ou somente para aproveitar determinadas estações do ano como a primavera e o verão.

Entrada em Portugal: saiba quem já pode entrar no país e as regras atualizadas.

Investidores estrangeiros em Portugal

45% de quem comprou imóvel em Portugal são investidores estrangeiros. Entre as nacionalidades que mais se destacam está a francesa onde os clientes, que são os maiores investidores, representam 15% dos negócios na região metropolitana do Porto. De maneira geral, os clientes de origem francesa estão em busca de casas na parte histórica da cidade, ou seja, maioritariamente na região central (baixa do Porto) e os maiores investimentos se dão na reforma de casas e prédios.

Já os compradores brasileiros representam 12% do total de investimentos e buscam, em sua maioria, casas mais próximas do mar nas cidades do Porto, Matosinhos e Vila Nova de Gaia. No caso dos cidadãos ingleses, o investimento maior é na zona da Foz, próximo do colégio britânico, e na região central do Porto. Os britânicos representam 5% do total de investimentos e são seguidos de perto pelos alemães (4%), uma nacionalidade que busca por casas mais novas na zona da Foz.

O SEF Portugal acabou? Como fica a situação dos imigrantes.

Bairros mais caros do Porto perfil dos investidores estrangeiros em Portugal

Em geral, a pesquisa da Engel & Völkers revelou que a maioria dos investidores estrangeiros em Portugal têm, em média, 50 anos de idade e seus investimentos levam em conta a vida profissional. Em relação ao tipo e nível das casas buscadas para investimento, a análise da imobiliária alemã mostra que são residências com jardim e maneiras de aproveitar os dias ensolarados de verão, na maioria mansões.

Voos do Brasil para Portugal: país europeu suspende restrições para brasileiros que viajam para fins essenciais.

O imobiliário no Grande Porto tem vindo a crescer consideravelmente. Os investidores cada vez mais procuram a reabilitação de imóveis para residência fixa, especialmente nas zonas costeiras. Miramar, Granja, Foz e Matosinhos todas estas zonas têm tido uma grande reabilitação o que tem levado a uma forte procura internacional e também com que haja um maior investimento nos arredores da cidade do Porto. Cada vez mais se notam menos diferenças entre o Porto e as áreas circundantes.

Gustavo Soares — Managing Director da Engel & Völkers Porto.

A zona da Foz é a mais cara na cidade do Porto. Para se ter uma ideia, os valores de um apartamento de dois quartos pode iniciar nos € 280 mil e chegar facilmente aos quase € 400 mil euros. No caso das casas, os preços podem chegar aos € 3,5 milhões de euros dependendo do tamanho, da localização e da idade do imóvel.

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *