Quais são os sacrifícios que você está disposto a fazer?

quais são os sacrifícios
Foto: The Rich Gets Richer.

Morar fora é um eterno acolher e desapegar, acolhemos o presente e desapegamos do passado. Quais são os sacrifícios que você está disposto a fazer?

Não devemos nos iludir, morar fora não é fácil e quase nada são flores. Viver no exterior é apenas diferente, realidade essa que pode ser boa para muita gente e tóxica para tantas outras. Fazer escolhas nos coloca em uma posição de sempre declinarmos para algo, ou seja, para cada sonho realizado, um desapego concretizado. 


Quais são os sacrifícios que você está disposto a fazer?

A depender da cultura a qual estejamos inseridos ou fomos criados, podemos ser mais ou menos apegados. Se conquistar o que temos foi muito difícil, tendemos a ter uma alta dificuldade em abrir mão, dado o desafio que levou essa conquista. Claro que existem pessoas que são mais flexíveis e pouco conectadas ao valor do ter, essas conseguem passar por esse mundo com uma vida mais simples e fluída.

Quando decidimos morar fora escolhemos deixar para trás tudo aquilo que faz sentido para nós, ou seja, nossos costumes, nossa cultura, muitas vezes nosso idioma materno, muitas memórias e diversas possibilidades. Necessariamente isso não precisa ser interpretado como ruim, é apenas uma realidade a qual precisamos lidar e nos adaptar.

Nada no exterior será parecido com o que temos em nossa terra natal, tudo será diferente e essa é a magia de vivenciar essa experiência fora de casa. 

Suas razões para morar fora estão claras?

Você sabe desapegar?

Só em falar em desapegar de pessoas, coisas, circunstâncias, memórias, lugares, costumes, valores e cultura, algumas pessoas já ficam incomodadas. Acham que não conseguirão se adaptar, que talvez seja uma mudança drástica e que pode ser que não consigam.

Alguns pensamentos podem surgir: “E se não der certo…”, “e se eu não me adaptar…”, “E se eu não gostar…”, “e se algo acontecer com meus familiares”… Esses são pensamentos genuínos e que de fato devemos considerar, mas e se der certo? E se você gostar? E se você for algo sensacional para sua vida? 

Eu entendo que o medo é natural e que devemos nos programar e organizar para viver qualquer circunstância, mas a possibilidade de algo dar errado existe para quem mora no exterior ou para que mora no seu país de origem.

Não devemos alimentar a ilusão que as coisas só podem dar errado quando estamos longe de casa. Devemos ter a consciência que tudo pode dar certo e que tudo pode dar errado, tudo vai depender das circunstâncias existentes e do quanto estamos comprometidos em fazer as coisas darem certo. 

Chegou o momento de viver o que você deseja.

Você está focado no problema ou na solução?

Você se prepara para dar certo ou para dar errado? Você foca na escassez ou na abundância? Você está focado no problema ou na solução? Quais são os sacrifícios que você está disposto a fazer? Muitas vezes focamos tanto nas impossibilidades que nossa mente começa a trabalhar para nos afastar daquilo que desejamos.

Devemos regular nossos pensamentos para que eles nos conduzam para aquilo que achamos importantes e desejamos viver. Assim poderemos alcançar bons resultados e viver uma realidade inspiradora. 

Sacrifícios sempre serão necessários, só precisamos refletir sobre quais faremos e quais não inegociáveis. Precisamos evoluir e entender que para cada escolha uma renúncia e para todas elas uma consequência, seja ela boa ou ruim.

Portanto, aprenda a respeitar o seu processo, reflita sobre sua história e nunca esqueça que mudar faz parte da nossa evolução, leve o tempo que precisar para entender isso. 

Você já escolheu a vida que deseja?

*Caso você deseje me acompanhar pelas redes sociais, sugerir novos conteúdos e conferir mais dicas como essas, acesse o meu Instagram. Fale comigo também pelo WhatsApp.

*Aproveite para ouvir também o Podcast Partiu Morar Fora, disponível no Spotify:

Vitor Luz

Vitor Luz possui formação em Jornalismo e Psicologia e ao longo da sua trajetória profissional pode se dedicar a busca de novos conhecimentos e fez uma formação em Inner Vision, Programação Neurolinguística – PNL e Certificação Internacional em Master Coaching Mentoring e Holomentoring – ISOR. Atualmente mora na cidade do Porto em Portugal para fazer um Mestrado em Psicologia, na área da Psicogerontologia. Enquanto Psicólogo Nômade Digital realiza atendimento online para brasileiros espalhados pelo mundo, os auxiliando a lidar com a saudade, medo, solidão, desilusões amorosas, relacionamentos afetivos e transição de carreira.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *