Novas linhas de trens noturnos serão criadas na França até 2030

novas linhas de trens noturnos
Foto: Teahub.

O governo francês anunciou que 10 novas linhas de trens noturnos estarão completamente em funcionamento até 2030. Saiba tudo!

O Governo francês anunciou que o país europeu planeja colocar em serviço cerca de 10 linhas de trens noturnos até o ano 2030. Por meio de um comunicado à imprensa, o governo francês explicou que, ao reconstruir 9.200 quilômetros de linhas, o país pretende facilitar a mobilidade e acessibilidade, além de ajudar na transição ecológica. Portanto, nos próximos anos será ainda mais fácil viajar de trem na Europa, assim como a França, diversos países europeus estão ampliando sua malha ferroviária.


Novas linhas de trens noturnos na França

A notícia foi publicada pelo portal Schengen Visa Info e diz que o governo francês informou que “Mobilidade, acessibilidade e transição ecológica são as palavras-chave deste projeto, ao qual se junta a reabilitação de 9.200 km de pequenas linhas”, refere o comunicado.

Recentemente, o Ministro dos Transportes francês também anunciou planos para um novo projeto que ajudará a aumentar o número de trens que operam durante a noite. Este projeto, que deve custar pelo menos 800 milhões de euros, será lançado entre 2026 e 2030, de acordo com o portal SchengenVisaInfo.com.

Leia também: conheça as melhores viagens de trem na Europa para 2022.

De olho no futuro dos transportes

Para gerir o material circulante e outros processos relacionados com este projeto, o Governo francês lançará um convite à manifestação de interesse no início de 2022. Comentando a decisão de colocar em uso linhas adicionais de trem noturno, o Governo francês afirmou que “investir em ferrovias significa investir no futuro”.

O primeiro-ministro da França, Jean Castex, inaugurou o trem noturno de Paris para Nice em maio. Durante a inauguração, Castex disse que este projeto ajudará a fortalecer a economia do país, a taxa de emprego e o campo de inovação. Para apoiar a transição para uma mobilidade mais ecológica, limpa e inteligente, a Comissão Europeia adotou quatro propostas em 14 de dezembro.

Veja mais: comunicação sem roaming na União Europeia prolongada até 2032.

Novas linhas de trem noturno e modernização do sistema de transportes

As propostas da Comissão que visam principalmente modernizar o sistema de transportes na União Europeia incluem novas tecnologias digitais que ajudam a criar uma mobilidade urbana sustentável e a reduzir as emissões de carbono. A Comissão exigiu que as linhas ferroviárias de passageiros permitissem que os comboios viajassem a 160 km/h ou mais rápido até 2040.

“Para resolver as ligações em falta e modernizar toda a rede, a proposta de hoje exige que as principais linhas ferroviárias de passageiros da RTE-T permitam que os comboios viajem a 160 km/h ou mais rápido até 2040, criando assim ligações ferroviárias de alta velocidade competitivas em toda a União”, disse a Comissão.

Os mesmos planos para tornar as viagens de trem mais atraentes, permitindo que os passageiros encontrem os melhores preços de passagens. A Comissão também divulgou que as propostas abordariam os desafios da mobilidade, ao mesmo tempo que se concentrariam na caminhada, bicicleta e transporte público.

Leia também: Trem na Europa: rotas alta velocidade ligarão Londres, Barcelona, Lisboa e Roma.

*Veja também como é viajar de trem em Portugal e aproveite para se inscrever no nosso canal do Youtube:

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *