Nova linha de metrô em Londres: obra será inaugurada nos próximos dias

linha de metro em Londres
Foto: The Week UK.

A Elizabeth Line, a nova linha de metrô em Londres, vai possibilitar cruzar a cidade em minutos, pois é de alta velocidade. Saiba mais!

A Transport for London (TfL) confirmou que vai inaugurar uma nova linha de metrô em Londres. A Elizabeth Line abre na terça-feira, 24 de maio de 2022. A nova linha vai melhorar a vida de quem utiliza o metrô na capital inglesa, pois promete transformar as viagens em Londres reduzindo os tempos de viagem. Saiba mais sobre a nova linha de metrô em Londres!


Nova linha de metrô em Londres

A Elizabeth Line, a nova linha de metrô em Londres, vai possibilitar cruzar a cidade em minutos, pois é uma linha ferroviária de alta velocidade. A linha entra em operação inicialmente como três ferrovias separadas, com serviços de Reading, Heathrow e Shenfield conectando-se aos túneis centrais a partir do outono deste ano. Nas próximas semanas devem ser concluídos os trabalho de sinalização da linha que está quase pronta para o atendimento ao público.

O mapa atualizado do metrô de Londres também será lançado posteriormente, mostrando pela primeira vez as novas estações da seção central conectadas ao resto da rede da Transport for London (TfL). A nova linha é excelente para os passageiros que chegam no Aeroporto de Heathrow, em Londres, pois eles poderão cruzar a cidade em minutos, quando a nova linha ferroviária de alta velocidade da capital estiver em funcionamento.

Big Ben em Londres: após 4 anos ele está de volta.

Recuperação da economia

A nova linha deve ser crucial para a recuperação da economia de Londres depois da pandemia. Isso porque com melhores ligações, o trânsito da capital deve ficar mais ameno e mais pessoas serão beneficiadas pelo metrô de Londres. Além disso, são novas opções de viagem que apoiam a retomada da economia na capital que verá cerca de 42 bilhões de libras adicionadas à economia do Reino Unido.

A Elizabeth Line vai operar com 12 trens por hora entre Paddington e Abbey Wood, de segunda a sábado, das 06h30 às 23h. O trabalho continuará nas horas de engenharia e aos domingos para permitir uma série de testes e atualizações de software em preparação para serviços mais intensivos a partir do outono de 2022.

Leia também: lugares mais incríveis da Europa para visitar de trem em 2022.

Alterações importantes

Todos os serviços entre Reading e Heathrow para Paddington e Shenfield para Liverpool Street, atualmente operando como TfL Rail, serão renomeados para a Elizabeth Line. Os passageiros que viajam entre Reading ou Heathrow para Londres precisarão mudar em Paddington para serviços na seção central da rota, e clientes de Shenfield para Londres precisarão mudar na Liverpool Street.

Os serviços de Reading, Heathrow e Shenfield se conectarão aos túneis centrais no outono, quando as frequências também serão aumentadas para 22 trens por hora no pico entre Paddington e Whitechapel.

Os clientes poderão planejar suas viagens na Elizabeth Line usando o aplicativo TfL Go e o Journey Planner antes da abertura da linha. A nova linha de metrô em Londres vai conectar estações como Paddington a Canary Wharf em apenas 17 minutos, transformando a forma como londrinos e visitantes navegam pela capital. Atualmente, esta viagem leva mais de 30 minutos para ser concluída usando o metrô.

Trem de alta velocidade na Europa: fusão de empresas vai facilitar viagens.

Algumas estações ainda com obras

O trabalho está em andamento na estação da linha Bond Street Elizabeth, o que significa que ela não será aberta com as outras estações no dia 24 de maio de 2022. A estação continua a fazer um bom progresso e a equipe da Bond Street está trabalhando duro para abrir a estação para os clientes ainda este ano.

Mudanças serão feitas em 14 rotas de ônibus para melhorar as conexões com as estações da Elizabeth Line no leste e sudeste de Londres, onde muitos passageiros podem utilizar ônibus para chegar e sair das estações. As alterações entrarão em vigor a partir de sábado, 14 de maio, até o sábado seguinte (21 de maio). Isso inclui a nova rota 304, que operará entre as estações Manor Park e Custom House a partir de 21 de maio de 2022.

Malas quebradas na viagem: as companhias aéreas que mais estragam a bagagem de seus passageiros.

Linha de metrô em Londres: uma linha do tempo até a Elizabeth Line

Desde a Segunda Guerra Mundial, muitas propostas para uma ferrovia que cortasse a capital inglesa de leste a oeste foram feitas e desenvolvidas, culminando com o primeiro esquema completo de Crossrail sendo apresentado ao Parlamento em 1991. Esse esquema não passou na fase de comitê, mas a rota salvaguardada foi usada para a seção central de um esquema revisado recomendado pela Strategic Rail Authority (SRA) London East West Study em 2000.

Uma joint venture entre a Strategic Rail Authority e a Transport for London (TfL) foi criada em 2001 para promover o projeto. A concepção do esboço, a consulta e o desenvolvimento de casos de negócios levaram a um esquema pronto para ser apresentado ao Parlamento. Então o Crossrail Hybrid Bill foi apresentado em fevereiro de 2005. O escrutínio no Parlamento restabeleceu a estação de Woolwich que havia sido abandonada durante o desenvolvimento. O Crossrail Act recebeu aprovação real em julho de 2008.

Veja mais: conheça as companhias aéreas mais flexíveis na Europa.

Um acordo de desenvolvimento entre a TfL e o Departamento de Transportes como patrocinadores conjuntos estabeleceu a Crossrail Limited e o início formal da construção da Crossrail foi marcado em Canary Wharf em 15 de maio de 2009. A fase de construção principal foi lançada em 2011. A construção de túneis para os novos túneis ferroviários começou em maio de 2012 e foi concluída em maio de 2015. Oito máquinas de perfuração de túneis (TBM) criaram os novos túneis sob Londres com mais trabalhos em estações, túneis de plataforma, poços e portais continuando após a conclusão do túnel TBM.

A instalação de sistemas ferroviários como trilhos, energia e sinalização começou quando os túneis ficaram prontos em 2015. Os sistemas também foram instalados em estações e outras estruturas, depois testados e comissionados como um sistema geral. Em 2015 , os serviços da TfL Rail foram introduzidos da Liverpool Street para Shenfield, operados pela MTR Elizabeth Line. A MTR é responsável pelo fornecimento de maquinistas, funcionários da estação e operadores da sala de controle e continuará trabalhando ao lado dos colegas da TfL para fornecer o serviço em toda a linha Elizabeth.

Visitar Veneza: cidade italiana vai cobrar nova taxa para turistas.

Em 2016, a Rainha Elizabeth visitou a estação de Bond Street e a linha foi renomeada e passou a se chamar Elizabeth Line. Em 2017, o primeiro dos novos trens da Elizabeth Line foi introduzido entre Liverpool Street e Shenfield. Em 2018 começaram os serviços TfL Rail entre Paddington e Heathrow (tomando o Heathrow Connect) e a introdução dos novos trens da Classe 345 entre Paddington e Hayes & Harlington. Então, em 2019, os serviços da TfL Rail começaram entre Paddington e Reading com novos trens da linha.

O comissionamento extensivo da ferrovia começou na primavera de 2021, quando a execução de testes começou e as operações de teste começaram em novembro de 2021. A Elizabeth Line será inaugurada em 24 de maio de 2022 com serviços completos em toda a rota introduzida em maio de 2023.

*Conheça também o nosso canal do Youtube e inscreva-se no canal:

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *