Mais pessoas voando: EUA tem mais de 1 milhão de passageiros diários desde o início da pandemia

Mais pessoas voando EUA
Foto/Photo: WFLA.

Mais pessoas voando nos Estados Unidos segundo a Transportation Security Administration (TSA).

A Transportation Security Administration (TSA), órgão do governo americano que atua na área de segurança dos transportes, rastreou mais de 1 milhão de passageiros no último domingo, 18 de outubro de 2020. De acordo com um comunicado de imprensa, é o maior número de passageiros rastreados nos pontos de controle da TSA desde o início da pandemia no país, em 17 de março de 2020.


Mais pessoas voando

Além de rastrear um milhão de passageiros em um único dia, a TSA rastreou 6,1 milhões de passageiros em postos de controle em todo o país durante a semana (de 12 a 18 de outubro). Desse modo, o volume semanal de passageiros registrados nos aeroportos americanos também representa o maior desde o começo da pandemia de COVID-19.

“A TSA tem sido diligente em nossos esforços para garantir que os pontos de controle sejam limpos, seguros e saudáveis ​​para os funcionários da linha de frente e passageiros das companhias aéreas, implementando novos protocolos e implantando tecnologias de ponta que melhoram a segurança e reduzem o contato físico”.

David Pekoske – Administrador da TSA

COVID-19: fechamento da fronteira entre Canadá e Estados Unidos prorrogado.

Quantidade de passageiros ainda é muito baixa

Contudo, apesar do aumento registrado pela TSA, a quantidade de passageiros continua ainda muito abaixo dos níveis registrados antes da pandemia. Porém, para o órgão do governo americano o volume de um milhão de passageiros em um único dia precisa ser comemorado.

Na nota emitida pela TSA, o órgão diz que tem implantado barreiras de acrílico e tecnologias que reduzem ou eliminam o contato físico entre passageiros e oficiais da agência de controle estatal. Além disso, novos dispositivos de autenticação de credencial estão sendo instalados em vários pontos de verificação.

Nos aeroportos, por exemplo, os passageiros somente precisam colocar a identificação diretamente em um leitor de cartão, eliminando a necessidade de que um oficial de triagem realize esse trabalho. Outro pontos de verificação foram equipados com scanners de tomografia computadorizada (TC), facilitando o trabalho dos agentes da TSA.

A aplicação da tecnologia de tomografia computadorizada permite que os agentes e policiais retirem itens sem ter que abrir uma mala de mão. O novo tomógrafo ajuda a reduzir ainda mais a necessidade de um passageiro remover o conteúdo de sua bolsa durante o processo de triagem.

Leia mais: Melhores sites para procurar emprego nos Estados Unidos.

Apesar de ter mais pessoas voando, os bons números podem ter vida curta

Se a tendência de crescimento no número de infectados nos Estados Unidos se mantiver, é provável que a quantidade de passageiros nos aeroportos caia. Além disso, a crise econômica causada pela pandemia e que afeta gravemente as companhias aéreas precisam que a Casa Branca e o Congresso cheguem a um acordo e aprovem um novo pacote de estímulos para ajudar a manter as empresas aéreas abertas.

O número de casos registrados de coronavírus chegou a quase 70 mil na última sexta-feira (16 de outubro de 2020) nos Estados Unidos. Todavia, essa quantidade de pessoas infectadas não era vista desde o mês de julho.

Porém, algumas semanas atrás nove estados americanos (Alasca, Indiana, Kansas, Kentucky, Minnesota, Montana, Dakota do Norte, Utah e Wyoming) registraram números recordes de novos infectados por COVID-19.

Veja também: As 10 melhores cidades para trabalhar nos Estados Unidos.

Companhias aéreas em dificuldade

A United e a American Airlines já começaram o despedimento de milhares de trabalhadores. As companhias aéreas estão com dificuldades financeiras por conta da queda brusca na quantidade de passageiros desde o começo da pandemia.

Porém, foi depois que os fundos do programa de apoio à folha de pagamento acabaram que a situação se agravou. A ajuda de US$ 25 bilhões (vinte e cinco bilhões de dólares) terminaram no dia 30 de setembro e isso forçou as companhias aéreas a demitirem milhares de funcionários em todo o mundo.

Leia mais: 10 melhores estados para morar nos Estados Unidos em 2020.

Aumento na quantidade de pessoas viajando

Ainda que os números registrados pela TSA esteja subindo de maneira lenta e estejam mais pessoas voando, eles têm sido contínuos. Para se ter uma ideia, o mês com o menor número de pessoas viajando foi abril quando vários dias registraram menos de 100 mil.

Foi no mês de abril de 2020 que muitos estados americanos instituíram bloqueios para tentar conter o avanço do coronavírus. Além disso, o tráfego aéreo da Europa, incluindo o Reino Unido e a Irlanda foi interrompido devido à proibição de viagens.

Confira as melhores formas de imigrar para os Estados Unidos.

TSA: agência do governo perdeu funcionários por conta do coronavírus

Enquanro isso, 2.134 agentes da TSA foram contaminados com o novo coronavírus e oito morreram. Até o dia 19 de outubro, 246 colaboradores ainda continuavam com o COVD-19.

No mês de junho, um importante oficial da TSA apresentou uma queixa informando que o órgão não tinha fornecido equipamento de proteção suficiente para atender os profissionais que têm contato próximo com os passageiros e viajantes.

Depois que a queixa do agente se tornou pública, a TSA anunciou que os policiais seriam obrigados a trocar suas luvas após cada revista de passageiro ou inspeção de bagagem de mão.

Além disso, o órgão começou a exigir que os policiais usassem protetores faciais ou óculos de proteção ao trabalharem em contato próximo com os passageiros em áreas onde nenhuma barreira de plástico tinha sido instalada.

Conheça as melhores companhias aéreas do mundo.

Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é jornalista brasileira e mora no exterior há 6 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua há 15 anos na área de Jornalismo, produção de conteúdos, mídias sociais. Com seus textos, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *