Mudar de carreira depois dos 30 anos: como passar por esse dilema?

mudar de carreira depois dos 30 anos
Foto: Daniel Xavier – Pexels.

Será que é possível mudar de carreira depois dos 30 anos? Veja essas dicas e o que você deve levar em consideração.

Mudar de carreira depois dos 30 anos continua sendo uma decisão que gera muitas dúvidas para a maioria dos profissionais. Para alguns é preciso pensar nessa mudança devido a uma demissão ou para outros profissionais, porque já não se sentem realizados na sua carreira. Esse dilema pode surgir por conta de um medo de fazer mudanças, até porque, aos trinta anos ainda nem se chegou a metade da jornada profissional. 

Mudar de carreira depois dos 30 anos, passou a ser uma tendência natural do mercado formal de trabalho. E com a crise gerada pela pandemia fez com que muitas empresas fossem fechadas e consequentemente afetando a carreira de muitos profissionais. 

Em 2020, mudar de carreira foi inevitável para muitas pessoas e para a maior parte mudar de carreira depois dos 30 anos permite evitar cometer alguns erros. Além de usar todo o conhecimento para ajustar a ambição e a vontade de fazer acontecer algo diferente nas suas carreiras.


Mudar de carreira depois dos 30: fique atento as oportunidades e as tendências do mercado

É muito importante estar atento aos setores mais promissores para o mercado pós-pandemia, segmentos como os de tecnologia, energia renovável, educação, pesquisas, inteligência artificial entre outros são destaques. Os hábitos de  isolamento social, o home-office e a aceleração digital, criando novos mercados,  novas necessidades e oportunidades. 

É aqui que precisa identificar como o seu talento e a sua bagagem profissional podem agregar valor e fazer a diferença neste mercado. Muitas pessoas decidem abrir o seu próprio negócio após os 30 anos, pois tem energia, conhecimento e um Know-how para iniciarem seus próprio projeto.

Procrastinar na carreira: 5 dicas para você parar de adiar planos.

Não limite o seu potencial ao mercado de trabalho tradicional

Lembre-se: você é muito mais do que isso!

Infelizmente, convivemos com muitos preconceitos ainda fazem parte de um modelo patriarcal no mercado de trabalho. Ouvimos com frequência coisas do tipo:

  • Com 30 anos já estou velho para o mercado;
  • Ninguém vai me contratar;
  • Sou um profissional muito caro.

Este são alguns exemplos de preconceito que precisam ser combatidos. Nenhuma pessoa deveria ser excluída de um processo seletivo pelo fator da idade, mas sim se ela atende aos requisitos da vaga.

Existem pessoas que tem como objetivo profissional uma carreira mais estável, e evitam fazer mudanças em todos os níveis. Cuidado! A tendência para os próximos anos é que as mudanças serão inevitáveis e cada vez mais rápidas.

Por isso, cuidar da sua carreira é um processo para a vida toda, é cuidar dos seus interesses e do estilo de vida que deseja construir. Não delegue isso para a empresa que trabalha ou para as circunstâncias que você não controla.

Como desenvolver uma carreira de sucesso, ainda na universidade.

Não paralisar diante das mudanças é estratégia de sobrevivência a um mercado cada vez mais competitivo  

Diante disso, o desafio de mudar de carreira depois dos 30 anos, deve passar por uma análise própria e criteriosa de cada pessoa. Além disso, avaliar se a transição de carreira é por uma necessidade de mercado ou por uma opção pessoal.

E aqui a idade não tem a menor relevância, você vai precisar de atitude e coragem para entrar em ação. Os próximos passos são:

  1. Questionar sobre “o que eu sei fazer de melhor agora”;
  2. Analisar as oportunidades do mercado, “que caminho posso seguir a partir daqui?”;
  3. Olhar para os seus talentos e a sua bagagem profissional, “como eu posso oferecer (o seu serviço, o seu produto, etc.) para esse novo mercado?”.

A partir dessas respostas construa o seu plano de ação alinhado a capacidade de inovação e realização. Não precisa ter todas as respostas, mas determine o processo de aprendizagem para cada etapa. Assim você minimiza os riscos associados a mudança.

Mudar de carreira depois dos 30: a idade não pode ser uma limitação

A idade não deve servir de limitação quando se quer mudar de carreira. O que realmente vai fazer a diferença é você ter clareza do que quer construir profissionalmente, é a atitude consciente e positiva, que impõe nas suas metas, que fará aumentar a probabilidade de alcançar o sucesso.

O coaching de carreira é uma ferramenta poderosa que ajuda no planejamento da sua carreira, pois envolve autoconhecimento, que é fundamental para  saber o que você pode oferecer, como oferecer, até onde pode chegar e como estruturar esse percurso dessa  jornada de forma leve e com equilíbrio.

Veja também: como mudar de carreira durante a crise.

*Eu sou a Vanessa Ferreira, psicóloga e coach de Carreira. Com formação Coach PNL Sistêmica pela ICI Integrated Coaching Institute, e especialista em Desenvolvimento Humano e Organizacional pelo Metaforum Internacional. A minha missão é te ajudar a escolher, decidir e realizar uma mudança de carreira de forma estratégica em 2021.

Crenças limitantes: o que fazer para conseguir avançar na carreira.

Vanessa Ferreira

Psicóloga e coach PNL Sistêmica pela ICI Integrated Coaching Institute, especialista em Desenvolvimento Humano e Organizacional pelo Metaforum Internacional. Possui uma trajetória profissional de 16 anos no mundo corporativo na área Recursos Humanos. Atualmente mora em Portugal e trabalha com recolocação profissional.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *