Sinais de que você está se candidatando para empregos errados

candidantando para empregos errados
Foto: Tima Miroshnichenko – Pexels.

Será que você está se candidatando para empregos errados? Veja algumas dicas e sinais de que a sua estratégia pode estar errada!

Você está procurando emprego, mas ainda assim a sua busca não tem dado resultado? Pois é, isso pode acontecer porque você está se candidatando para empregos errados. Entretanto, você não precisa desanimar ou desistir e sim buscar compreender os sinais que são enviados. Além disso, precisa ir além das revisões de currículo fundamentais, pois ao focar somente em você, pode ser que esteja tentando consertar o problema errado.


Sinais de que você está se candidatando para empregos errados

Um erro que é muito comum, mesmo em pessoas empreendedoras e de diferentes setores, é que muitas vezes elas estão se candidatando para empregos errados e nem notam. E ao não notar, mantém o foco em consertar coisas e detalhes no currículo, sem saber que podem haver vários outros motivos para não serem chamados para entrevistas ou simplesmente receberem ofertas de emprego.

Por vezes pode ser até pior, pois pode acontecer de estarem recebendo convites para entrevistas e ofertas de emprego, porém correndo um grande risco de conseguir um emprego novo com os mesmos problemas que motivaram a procurar outro trabalho. Confira os sinais de que você pode estar cometendo o erro de se candidatar aos empregos errados:

1) Você digita a palavra “vagas” ao procurar emprego

Se você digitar a palavra-chave vagas no LinkedIn, como “empregos de Marketing”, obterá resultados muito vagos. Da mesma forma, se você está vendo vagas, pode estar limitando suas oportunidades e se candidatando a empregos que não são os mais adequados para você ou para seus conhecimentos e interesses.

Descubra os trabalhos remotos que mais estão contratando em 2021.

2) Está sem metas para sua carreira

Você lê a descrição das funções e pensa: “Eu posso fazer isso dar certo”. Mesmo que a função não seja 100% o que você tem em mente, você não hesita em enviar sua candidatura. Dessa forma, você acaba se candidatando a empregos sem nem mesmo considerar se isso está de acordo com seus desejos ou metas para sua carreira.

3) Não se sente motivado para a entrevista

Quando você finalmente consegue a entrevista de emprego, não fica animado com o cargo. Por mais que você se sinta animado e feliz em conseguir a entrevista na empresa, você acaba percebendo o cargo para o qual está sendo entrevistado e isso não o contagia. Você já pensa: “Por que me inscrevi para isso, se não é o que eu quero?”.

4) Você tem pressa e quer resolver logo a falta de emprego

Você está tratando a sua busca de emprego pensando “preciso colocar o pé na porta e conseguir logo esse emprego”, mas você não é mais nenhum recém-formado. Esse pensamento pode ter funcionado quando você estava procurando estágios ou quando estava tentando conseguir seu primeiro trabalho. Mas, agora que você já tem alguns anos de experiência nas costas. Por isso, colocar o pé na porta não vai te trazer felicidades a médio e longo prazo. Só desejar um salário não é suficiente, é preciso motivação.

Dicas para evitar o esgotamento profissional.

5) Não tem o mesmo propósito da empresa

Durante as entrevistas, você geralmente descobre que não está animado com a empresa ou no que ela atua. Na pressa de conseguir um novo emprego, é fácil se concentrar nas responsabilidades que você terá, mas sem considerar outros fatores importantes. Se você constantemente não está entusiasmado com a empresa com a qual está sendo entrevistado, incluindo o que ela faz, isso provavelmente significa que você está se candidatando para empregos errados.

6) Salário baixo para seu valor de mercado

Além disso, o salário parece extremamente baixo. Se você continua encontrando cargos que exigem um corte significante no salário, provavelmente está buscando um emprego muito baixo e se candidatando a cargos que não correspondem ao seu nível de especialização ou seu valor de mercado competitivo.

Reconhecimento profissional: sinais de que a empresa não se importa com você.

7) Tempo de experiência exigido não bate com seu CV

A descrição do cargo exige mais seis anos de experiência do que você, mas você decide se inscrever mesmo assim. Se você está se candidatando apenas para empregos que exigem o dobro dos anos de experiência que você tem, você está desperdiçando seu tempo. Isso não significa que você não deva se candidatar a funções para as quais está um pouco subqualificado se sabe que pode fazer o trabalho, mas há uma diferença entre subqualificado e não qualificado.

8) Emprego novo, mesmo nível e mesmos problemas

Outra ponto para descobrir de você está se candidatando para empregos errados: você está se buscando o mesmo tipo de cargo que ocupa atualmente, embora queira mais crescimento profissional. Quando você está pronto para uma mudança na sua carreira, pode nem perceber que está cometendo esse erro, especialmente se estiver se candidatando a empregos sem pensar direito. Entretanto, se a oportunidade não parecer o passo que você deseja dar na sua carreira, você corre o risco de perder tempo em entrevistas ou conseguir um novo emprego com os mesmos problemas.

9) Você acha que pode dar um passo atrás

Você acredita que terá que dar um passo atrás na sua carreira, embora isso possa não seja verdade. Seus motivos podem ser válidos, mas se você decidiu que é hora de dar um passo atrás em sua carreira, provavelmente não está se candidatando a empregos que correspondam ao seu nível de especialização e experiência. Os recrutadores e gerentes de contratação também podem perceber isso, o que pode fazer com que eles o substituam.

10) Desafios de ser superqualificado

Você está ouvindo que é superqualificado para as vagas de forma contínua. Se os entrevistadores estão sendo completamente honestos com você e dizendo que eles acham que você pode fazer melhor, então provavelmente você pode fazer melhor e conseguir algo mais avançado. Porém, esse feedback é bastante raro dos recrutadores.

Saiba como lidar com o medo da mudança profissional em tempos de crise.

11) O cargo não parece desafiador

O papel não parece nem um pouco desafiador. A menos que você esteja em uma temporada em que prefira um cargo menos desafiador, se o papel não parecer um pouco encorajador de uma forma empolgante, então você terminará rápido e logo irá querer algo diferente.

12) Busca de oportunidades vazias ou sem foco

Quando alguém pergunta o que você gostaria de fazer em seguida, você diz que está em busca de novas oportunidades profissionais. Porém, se você não for específico com as pessoas que perguntam sobre sua procura de emprego, então provavelmente não está sendo específico sobre os empregos que está procurando quando se candidata. Isso provavelmente significa que está se candidatando a empregos que não são ideias pra você.

13) Você terá que fazer sacrifícios

A oportunidade de trabalho exige que você sacrifique algo importante para você. Talvez seja o seu estilo de vida, o seu salário ou o potencial de progressão na carreira. Seja o que for, se você está fazendo sacrifícios essenciais para a realização da sua carreira, então está se candidatando aos empregos errados porque não será feliz quando for contratado.

Leia também: dicas da diretora de Recursos Humanos do Google para criar um currículo matador.

Como reverter a situação de se candidatar para empregos errados

Por mais que seja bom conseguir um novo emprego o quanto antes, se você consegue se identificar com qualquer um desses sinais, precisa estar disposto a dar um passo para trás e reavaliar como está abordando a sua busca por um emprego. A sua procura por um emprego deve ser estimulante, estratégica e pensada.

Por isso, se você não tem certeza do que gostaria de fazer em seguida na sua carreira, reserve um tempo para avaliar suas opções e decidir o que gostaria de fazer em seguida. Se você conhece a função que gostaria de exercer, mas não sabe como ser estratégico sobre ela, faça um plano, peça ajuda ou trabalhe com um coach de carreira.

Para finalizar, se você quer evitar se candidatar aos empregos errados, antes de se candidatar a qualquer um, comece a se perguntar: “este é o lugar certo para mim?”. Aproveite para ler também quais os 10 empregos mais bem pagos na Austrália.

*Inscreva-se também no nosso canal do Youtube, com vários vídeos novos por semana:

Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é uma jornalista brasileira que mora no exterior há 7 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua na área de Jornalismo, produção de conteúdos e mídias sociais. Com seu trabalho, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos!

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *