Síndrome da Impostora: como evitar que ela atrapalhe a sua carreira

Síndrome da impostora
Foto: Metrópoles.

Veja dicas para evitar que a sensação Síndrome da Impostora atrapalhe a sua vida profissional.

Sabe aquela sensação de duvidar da própria capacidade ou ainda não reconhecer o seu próprio mérito das suas conquistas? A Síndrome da Impostora afeta muitos profissionais, na sua grande maioria mulheres, que já sentiram uma falta de merecimento ou uma “fraude profissional”. Como evitar que a Síndrome da Impostora atrapalhe a sua carreira? 


Um problema antigo

Apesar de ter ganhado visibilidade recentemente com algumas celebridades, a Síndrome da Impostora é estudada desde 1978, quando foi descrito pela primeira vez num artigo escrito por Pauline R. Clance e Suzanne A. Imes, cujo título é “The Impostor Phenomenon in High Achieving Women: Dynamics and Therapeutic Intervention”. Que tem como tradução: “O fenômeno do Impostor em mulheres bem sucedidas: dinâmicas e intervenções terapêuticas”. Contudo, a OMS ainda não considera a Síndrome da Impostora como um transtorno psicológico.

Vamos trazer hoje um pouco de leveza para falar de um assunto que atrapalha a evolução e afeta a autoestima profissional de muitas mulheres. A primeira coisa que precisa saber é que você não está sozinha. Esse sentimento faz muitas mulheres duvidarem da própria capacidade de realizar os seus sonhos e alcançar os seus objetivos profissionais e pessoais. 

E isto não é por acaso, de acordo com o estudo feita pela KPMG, num estudo com mais de 700 profissionais, 75% das profissionais relatam ter experimentado pessoalmente a Síndrome da Impostora em certos momentos da sua carreira.

Como a Síndrome da Impostora pode afetar a sua carreira?

A Síndrome da Impostora é um fenômeno psicológico, onde existe uma crença de desvalorização de si. Esse sentimento pode fazer com que você não acredite na sua força realizadora, na sua capacidade de alcançar os melhores resultados.

Isto pode afetar a forma como acredita que não está pronta para lançar um novo projeto, ou que não merece o cargo que tem ou uma possível promoção. As vezes acreditam que foi tudo uma questão de sorte, e que daqui a pouco sua competência vai ser questionada.

Este sentimento, a pressão por resultados e as expectativas em relação aos que os outros pensam sobre você, pode trazer questionamentos sobre a sua capacidade intelectual, impactando nas oportunidades de crescimento e nas suas relações interpessoais.

Na prática da sua carreira, a Síndrome da Impostora traz impactos negativos, se nada fizer para aprender a lidar com essa sensação. Esses medos e inseguranças podem sabotar os seus projetos e você precisará tomar atitudes para evitar danos maiores na sua vida e na sua carreira.

“Não gosto do meu trabalho, mas preciso do dinheiro”: o que fazer?

Mas como evitar que essa sensação atrapalhe a sua carreira?

A Síndrome da Impostora apresenta algumas características em comum:

  • o perfeccionismo tóxico,
  • a necessidade de controle,
  • a perda da produtividade,
  • a intolerância aos próprios erros.

Estes são algumas características que podem sinalizar que você precisa estar atenta a essa autocobrança exagerada. 

O que aprendemos com “A grande renúncia” nos Estados Unidos.

O fazer para lidar melhor com esses sintomas da Síndrome da Impostora?

Entenda que a sua carreira e a sua vida estão alinhadas com os seus valores, e começar por entender o que você está sentido é primordial.

  • Respeite a sua história e as suas conquistas. Comece pelo exercício da gratidão ao seu próprio esforço e as suas escolhas, faça uma lista das suas realizações e tudo que você conquistou aqui.
  • Desenvolva uma rotina de autocompaixão e autocuidado com você, acolha suas imperfeições e cuide do seu diálogo interno. Cuida da sua alimentação, rotina de sono, tire um tempo para meditar e silencie as “vozes” que degradam sua autoestima. Cultive afirmações positivas e reconheça os seus pontos fortes.
  • Aceite as suas imperfeições, elas são perfeitas para o seu desenvolvimento e podem te ajudar a melhorar o seu desempenho em cada etapa da sua carreira. Erros são comuns a todos os profissionais que desejam chegar longe, assumir o risco faz parte do jogo e aprender a lidar com os fracassos vão trazer musculatura emocional para você.
  • Aceite os elogios na sua trajetória, os seus resultados são marcas importantes para te manter motivada e em busca de melhoria contínua. 
  • Mantenha uma mentalidade de aprendiz, o mundo do trabalho está mudando cada vez mais rápido. Atualize as suas habilidades, desenvolva novas competências e se mantenha atenta as tendências do futuro da sua área.

Além disso, você precisa fazer uma reavaliação constante dos seus valores. As empresas mudam, as pessoas também. O quanto os seus valores estão alinhados com o ambiente em que você está trabalhando? Você acredita na carreira que você está a trilhar? Você está cercado de pessoas que te inspiram e impulsionam? 

Mentalidade empreendedora: saiba como desenvolver uma e se destacar.

Você não precisa fazer tudo sozinho/a

As vezes essa caminhada pode ser muito solitária, mas você não precisa fazer tudo sozinha. Um profissional habilitado pode te auxiliar para perceber melhor esses sentimentos que de alguma forma estão travando a sua vida.

O processo de coaching de carreira é uma excelente estratégia para você identificar quando suas questões internas começam a atrapalhar e minar sua energia e autoconfiança profissional. Desenvolver uma estratégia para conquistar a sua realização profissional no trabalho e evitar que a síndrome da impostora retorno o tempo todo na sua mente, você tem todos os recursos que precisa para alcançar os resultados exponenciais que deseja. 

Tenho certeza que você só precisa de uma orientação clara e uma metodologia eficaz. E lembre-se sempre: você é merecedor de todos os elogios pela sua vida e sua carreira!

*Sou  Vanessa Ferreira, psicóloga, treinadora comportamental e Coach de Carreira. Com formação Coach PNL Sistêmica pela ICI Integrated Coaching Institute, e especialista em Desenvolvimento Humano e Organizacional pelo Metaforum Internacional. A minha missão é, ajudar-te a escolher, decidir e realizar uma mudança de carreira de forma estratégica  e com sucesso.

Aprenda como usar as redes sociais para alavancar a sua carreira em 5 passos.

*Aproveite para ouvir também o Podcast Partiu Morar Fora, disponível no Spotify:

Vanessa Ferreira

Psicóloga e coach PNL Sistêmica pela ICI Integrated Coaching Institute, especialista em Desenvolvimento Humano e Organizacional pelo Metaforum Internacional. Possui uma trajetória profissional de 16 anos no mundo corporativo na área Recursos Humanos. Atualmente mora em Portugal e trabalha com recolocação profissional.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *