Declínio da população na Europa: União Europeia com menos habitantes pelo segundo ano consecutivo

declínio da população na Europa
Foto: CIJ EUROPE.

O declínio da população na Europa é uma realidade e a União Europeia está com menos habitantes pelo segundo ano seguido. Saiba mais!

A média populacional nos países europeus vem caindo continuamente, especialmente nos últimos dois anos. Entre os motivos principais está a pandemia que resultou em mais mortes do que nascimentos desde 2020, porém de ressaltar que a baixa taxa de natalidade é um fator que preocupa os líderes europeus há várias décadas. Saiba mais e veja os números publicados.


Continua o Declínio da População na Europa

De acordo com dados do Gabinete Europeu de Estatísticas, a primeira queda no crescimento populacional foi observado em 2020. Entre as principais causas apontadas pelo órgão está o impacto da pandemia.

Contudo, a diminuição de população na União Europeia continua em 2022, com a população caindo de 447 milhões em 1º de janeiro de 2021 para 446,8 milhões em janeiro de 2022. As informações foram publicadas pelo portal de notícias Schengen Visa Info.

A diminuição assusta e o número é colossal, pois trata-se de menos 200.000 pessoas de 2021 para 2022. Com a mudança natural negativa, indicando mais mortes do que nascimentos, e a diminuição superou a migração líquida positiva pelo segundo ano, provavelmente devido à pandemia.

Na União Europeia ocorreram mais 531.000 mortes em 2020 do que em 2019, em comparação com mais 113.000 mortes em 2021 do que em 2020.

Viver em Portugal: atualmente 700 mil estrangeiros moram no país europeu.

*Ouça também o novo episódio do Podcast Partiu Morar Fora, disponível no Spotify:

Baixa Taxa de Crescimento

A população da União Europeia era de 350 milhões em 1960. Em 1970 ela aumentou para 370 milhões e em 1980 para 400 milhões. Foi na década de 2000 que a União Europeia chegou aos 425 milhões de habitantes. No entanto, essa taxa permaneceu abaixo de 450 milhões nos últimos três anos.

“A taxa de crescimento populacional diminuiu gradualmente nas últimas décadas: por exemplo, a população da União Europeia aumentou, em média, cerca de 0,7 milhões de pessoas por ano durante o período 2005-2022, em comparação com um aumento médio de cerca de 3,0 milhões de pessoas por ano. ano durante a década de 1960”, destaca o relatório do Eurostat.

Morar e trabalhar na União Europeia: profissões que mais crescem.

Variação da População na Europa

A população nos Estados-Membros da União Europeia (UE) em 2022 varia, com a Alemanha a ter 83,2 milhões e Malta a ter 0,5 milhões de habitantes. Os três principais países em termos de população são Alemanha, França e Itália, que juntos representam quase metade – 47% de toda a população da UE em 1º de janeiro de 2022.

Outros países com maior população são Espanha, Polônia, Romênia e Holanda, enquanto os países com menos habitantes, com exceção de Malta, são Luxemburgo, Chipre, Estônia e Letônia.

Embora a população na União Europeia esteja diminuindo, esse não é o caso de todos os Estados-Membros. No total, dez países registraram uma diminuição da população entre 2001 e 2022, com o maior declínio registrado na Itália (253.100) e o menor na Eslovênia (1.800).

Os aumentos foram relatados nos outros 17 países, sendo o maior na França (185.900) e o menor na Estônia (1.700).

Leia também: Salário mínimo na Europa: UE quer equivaler valores.

*Descubra quais os melhores países para trabalhar na Europa e confira os vídeos novos do nosso canal do Youtube e aproveite para se inscrever:

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *