E se você fizesse por você tudo aquilo que faz pelos outros?

fizesse por você
Foto: Samantha Garrote – Pexels.

Chegou o momento de se preocupar mais com você. E se você fizesse por você tudo aquilo que faz pelos outros?

Uma das coisas mais importantes que devemos aprender nesta vida é nos tratar com amor e paciência, se você tem o sonho de morar fora ou já está morando, isso vai te ajudar muito a manter-se estável internamente. Além de encarar a vida de uma maneira mais inteligente e proveitosa. Chegou a hora de nos tratarmos como estamos tratando os outros, aproveite essa jornada, será libertadora.


E se você fizesse por você tudo aquilo que faz pelos outros?

Não importa o momento desafiador que você esteja passando, seja uma crise financeira, biológica, física ou mental, todas elas trazem consigo diversas oportunidades para nos tratarmos bem. Oo desafio consiste em percebermos essa realidade e encontrarmos formas originais de nos cuidarmos.

Se focarmos nos problemas, tenderemos a não enxergarmos novas formas de fazermos acontecer. Eu sei que muitas vezes estamos tão desanimados, descontentes, sem motivação e até com a esperança quase morrendo. Mas gostaria de te lembrar que se você está lendo esse texto, você já passou por muita coisa e conseguiu vencer.

Ao longo da vida devemos colecionar vitórias e não derrotas. Esse exercício é poderoso e nos faz lembrar o quanto somos fortes, astutos e muitas vezes corajosos. 

Morar fora exige de cada um de nós o autoconhecimento. Por isso, quando entendemos o que podemos fazer, a nossa vida tende a seguir com mais leveza e fluidez. Ter consciência das suas habilidades, competências, pontos a melhorar e fragilidades te auxiliará a entender de que forma você pode se tratar melhor, considerando seus desejos, necessidades e vontades.

Não se cobre tanto, aprenda a se respeitar.

Conceito de reciprocidade para morar fora

Quando moramos fora tendemos a fazer pelos outros muito mais do que o outro pode fazer por nós, isso traz uma diferença enorme a longo prazo. É neste momento que precisamos aplicar o conceito de reciprocidade, que nada mais é, do que se entregar à medida que o outro se entrega.

Vale lembrar que se você está fazendo as mesmas coisas e esperar resultados diferentes, desculpe, mas não vai funcionar. A vida está mudando e precisamos acompanhar esse progresso, senão ficaremos para trás.

O que você poderia fazer por você hoje, para encontrar paz, tranquilidade, leveza e afeto?

Vitor Luz

Desse modo, tratar-se com carinho, respeito, paciência, flexibilidade, tolerância e amor, exige de você uma alta percepção da sua realidade. Por isso pare um pouco, respire, e encontre formas criativas de se tratar bem, isso inclui se afastar de amizades tóxicas, relacionamentos falidos. Lugares que não te fazem bem, sentimentos que consomem sua energia e pensamentos disfuncionais. Portanto, encontre seu equilíbrio e aproveite para viver o que sempre sonhou! 

Liberte-se da obrigação de ter que agradar as pessoas.

*Caso você deseje me acompanhar pelas redes sociais, sugerir novos conteúdos e conferir mais dicas como essas, acesse o meu Instagram. Fale comigo também pelo WhatsApp.

Vitor Luz

Vitor Luz possui formação em Jornalismo e Psicologia e ao longo da sua trajetória profissional pode se dedicar a busca de novos conhecimentos e fez uma formação em Inner Vision, Programação Neurolinguística – PNL e Certificação Internacional em Master Coaching Mentoring e Holomentoring – ISOR. Atualmente mora na cidade do Porto em Portugal para fazer um Mestrado em Psicologia, na área da Psicogerontologia. Enquanto Psicólogo Nômade Digital realiza atendimento online para brasileiros espalhados pelo mundo, os auxiliando a lidar com a saudade, medo, solidão, desilusões amorosas, relacionamentos afetivos e transição de carreira.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *