Não se cobre tanto, aprenda a se respeitar

não se cobre tanto
Foto: Psicólogo e Terapia.

Não importa o quanto, precisamos encontrar um equilíbrio entre ser o que desejamos e ser o que podemos, por isso não se cobre tanto!

Estamos tão acelerados nos últimos tempos que acabamos perdendo a paciência com o nosso próprio tempo. Quando olhamos para o lado nos deparamos com pessoas avançando rapidamente. E, quando olhamos para o outro percebemos dezenas de pessoas tentando um lugar ao sol e em meio a tudo isso, estamos nós, tentando viver as nossas vidas do jeito que aprendemos.


Não se cobre tanto, aprenda a se respeitar

A depender das experiências que temos na vida acabamos nos cobrando em excesso e isso pode gerar alguns efeitos colaterais ao longo do tempo. Como, por exemplo, ansiedade generalizada, insegurança, estresse e senso de inadequação.

A vida vai passando e vamos aprendendo a lidar com as coisas que surgem em nosso caminho, aprendemos a dizer não. Entendemos que frustrações fazem parte do nosso crescimento, nos damos conta que muitas coisas não sairão conforme planejado e que em um piscar de olhos a vida vai passar e talvez nos daremos conta tarde demais.

Aqueles que desejam morar fora vão descobrir que são mais fortes do que imaginavam, que quando se derem conta alguns meses já se passaram e tudo está pronto para partir. Claro que nada será fácil e nem precisa ser, mas garanto que todo esforço valerá a pena. 

O que está faltando para você perceber que precisa redefinir a sua rota?

Criando resiliência

Aos que já vivem a experiência de morar fora, eu não tenho dúvida que você se cobra para fazer toda a sua realidade dar certo. É um misto de resiliência, determinação, ousadia e ajustamentos criativos, uma união incrível que nos permite avançar mais um pouco e entender que por mais difícil que a vida possa estar, dias melhores sempre surgirão.

Não importa o quanto possamos nos cobrar, sempre encontraremos um equilíbrio entre ser o que desejamos e ser o que podemos. 

Não importa se você está de partida ou acabou de chegar, cobrar-se em excesso e não se respeitar só faz você se cansar, perder energia e usar o seu tempo de forma pouco produtiva. Quando encontramos o equilíbrio em nossas vidas passamos a entender que a vida é hoje e que o amanhã apenas nos foi prometido, mas sem garantias.

Sem pressa, sem angústia, sem ansiedade, apenas um dia de cada vez, aprenda a descansar e por fim se reencontre! Por fim, não se cobre tanto!

Entre o desânimo e o entusiasmo, ganha quem tiver mais espaço na sua vida.

*Caso você deseje me acompanhar pelas redes sociais, sugerir novos conteúdos e conferir mais dicas como essas, acesse o meu Instagram. Fale comigo também pelo WhatsApp.

Vitor Luz

Vitor Luz possui formação em Jornalismo e Psicologia e ao longo da sua trajetória profissional pode se dedicar a busca de novos conhecimentos e fez uma formação em Inner Vision, Programação Neurolinguística – PNL e Certificação Internacional em Master Coaching Mentoring e Holomentoring – ISOR. Atualmente mora na cidade do Porto em Portugal para fazer um Mestrado em Psicologia, na área da Psicogerontologia. Enquanto Psicólogo Nômade Digital realiza atendimento online para brasileiros espalhados pelo mundo, os auxiliando a lidar com a saudade, medo, solidão, desilusões amorosas, relacionamentos afetivos e transição de carreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *