Honre a sua história aonde quer que vá

Honre a sua história
Foto: Rotana.

Diante de cenários instáveis, lembrar de quem somos nos faz avançar. Honre a sua história aonde for.

Não existe nada tão nosso quanto a nossa história, ter isso em mente nos ajuda a lidar com o mundo externo e interno de uma forma completamente diferente. Quando decidimos morar fora escolhemos abrir mão de muitas coisas, pessoas e muitas vezes da nossa própria história.

Honrar a trajetória que trilhamos nos coloca alinhados ao nosso propósito e nos resgata do perigo de nos perdemos no meio do caminho. Essa é uma história sobre jornada, orgulho e acima de tudo, alinhamento ao que somos, vamos juntos até o fim deste texto. 


Honre a sua história aonde quer que vá

Quando decidimos partir do nosso país de origem, seja por qual motivo for, tendemos a deixar muito de nós para trás. A depender da sua história de vida, talvez nem deseje mais lembrar de quem era ou do que havia se tornado, talvez só deseje um recomeço e com ele escrever sua nova história.

Enquanto psicólogo sempre escuto histórias de pessoas que se desfizeram do que eram para tentar ser alguém novo, mas o resultado é quase o mesmo, andamos em círculos.

Quando não entendemos quem somos e porque fazemos as coisas que fazemos, tendemos a repetir tudo de novo. Esse ciclo pode ser aterrorizante e só é possível sair dele quando buscamos o autoconhecimento, objetivando entender nossas razões e motivos. 

Morar fora: cuidado com suas as prioridades.

A nova cultura deve agregar a sua e não apagá-la

Uma nova cultura sempre nos convida a ampliarmos nosso horizonte, vocabulário, mente e acima de tudo, nossa visão de mundo. Devo lembrar e espero que você nunca esqueça, qualquer cultura, seja ela qual for, ela chega para agregar e não para substituir.

Entender isso é imperativo e uma má compreensão sobre essa realidade pode nos colocar em sérios apuros internos, despertando talvez uma crise de identidade e um senso de não pertencimento. 

Por vezes nos distanciamos tanto de quem somos, que não conseguimos nos reconhecer no momento presente, por isso a necessidade de honrarmos a nossa história. Somos o que somos pelas escolhas que fizemos ontem e que fazemos hoje, essa realidade nos coloca em uma posição de agentes ativos de mudança, da nossa mudança.

Decida viver a cultura do país em que está.

Olhe para dentro

Olhar para dentro nos ajuda a despertarmos, lembrar do que somos capazes, respeitar nossos limites, desafiarmos nossas antigas crenças e não perder a esperança que podemos ser ainda melhores, sempre. 

Dessa forma, não importa a história que você tenha, ela é sua e deveria se orgulhar dela. Entender o que fomos um dia, quem podemos ser hoje e todas as possibilidades de sermos amanhã é um privilégio incrível, anime-se!

Tenha fé em você, reforce sua esperança, honre a sua história, se esforce um pouco mais e por favor, não desista!

Quando pensar em desistir, lembre do que te trouxe até aqui.

*Caso você deseje me acompanhar pelas redes sociais, sugerir novos conteúdos e conferir mais dicas como essas, acesse o meu Instagram. Fale comigo também pelo WhatsApp.

Leia também o texto de Cláudio Abdo: morar fora, desistir não está nos planos.

Vitor Luz

Vitor Luz possui formação em Jornalismo e Psicologia e ao longo da sua trajetória profissional pode se dedicar a busca de novos conhecimentos e fez uma formação em Inner Vision, Programação Neurolinguística – PNL e Certificação Internacional em Master Coaching Mentoring e Holomentoring – ISOR. Atualmente mora na cidade do Porto em Portugal para fazer um Mestrado em Psicologia, na área da Psicogerontologia. Enquanto Psicólogo Nômade Digital realiza atendimento online para brasileiros espalhados pelo mundo, os auxiliando a lidar com a saudade, medo, solidão, desilusões amorosas, relacionamentos afetivos e transição de carreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *