Entrada no Canadá: país vai flexibilizar a entrada

entrada no Canadá
Foto: CTV News Calgary.

Veja como está a entrada no Canadá e como será a flexibilização de viagem nas próximas semanas.

O Canadá vai flexibilizar a entrada no país e liberar a entrada de pessoas vacinadas em diversas situações. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro Justin Trudeau afirmou que o país irá diminuir as restrições de viagem para o Canadá ainda neste verão. Veja a seguir qual a flexibilização que será feita e quem estará isento de quarentena. 


Entrada no Canadá: país vai flexibilizar a entrada 

O primeiro-ministro canadense Justin Trudeau afirmou que as próximas semanas serão de flexibilização para entrada no Canadá. As pessoas que estiverem totalmente vacinadas poderão viajar para o Canadá sem a necessidade de fazer uma quarentena de 14 dias. 

Ainda de acordo com o ministro de Segurança Pública do Canadá, Bill Blair, o governo canadense quer ter 75% da sua população vacinada antes de abrir totalmente as fronteiras. A expectativa é que a abertura das cidades fronteiriças aconteça ainda este mês, no dia 21 de julho. 

A vacinação no Canadá está avançada e a administração das vacinas acontece por estado (províncias). Atualmente mais de 39,1 milhões de doses já foram administradas, tendo mais de 35% da população vacinada. 

Ainda de acordo com o primeiro-ministro Justin Trudeau, a vacinação pode prevenir as doenças causadas pelo COVID-19, mas não necessariamente previne a transmissão do vírus. Para o político canadense não é hora de novas restrições, mas sim de flexibilização de viagens neste verão. 

Conheça o guia do governo do Canadá para aplicação nos novos programas de imigração do país.

Flexibilização de entrada no Canadá

A partir de 5 de julho, os cidadãos canadenses vacinados e os residentes permanentes poderão viajar sem a necessidade de uma quarentena. Para os estrangeiros, como os estudantes internacionais que irão estudar no Canadá também estarão isentos de quarentena em hotel. 

Segundo o governo canadense a isenção da quarentena não será automática. Os viajantes precisarão enviar as informações pela internet, antes da sua chegada (na plataforma ArriveCAN). 

Além disso, para entrar no Canadá a pessoas não pode apresentar nenhum sintoma do coronavírus. Já os menores de idade não vacinados ou adultos dependentes que estão viajando com viajantes totalmente vacinados ainda deveram ficar em quarentena por duas semanas. E também seguir todos os requisitos para realização de um teste. No entanto, estes não são obrigados a permanecer em um hotel  para quarentena (na lista autorizada pelo governo).

Para ser considerado totalmente vacinado, você deverá:

  • ser elegível para entrar no Canadá;
  • ter recebido a vacina COVID-19 aceita no Canadá ou uma combinação de vacinas;
  • receber sua última dose da vacina pelo menos 14 dias antes de entrar no Canadá;
  • carregar o seu comprovativo de vacinação no ArriveCAN;

Veja se você é elegível para os novos programas de imigração do Canadá.

Vacinas aceitas no Canadá

Para entrar no Canadá, as vacinas aceitas são:

  • Pfizer (Comirnaty, tozinameran, BNT162b2)
  • Moderna (mRNA-1273)
  • AstraZeneca (Vaxzevria, AZD1222, Covishield)
  • Janssen (Johnson & Johnson) – dose única

Novos programas de imigração no Canadá: país lança 6 novas plataformas para graduados e trabalhadores essenciais.

Veja a declaração do primeiro-ministro canadense (em inglês e francês):

Viajar para o Canadá como turista

Já para os turistas totalmente vacinados, ainda é necessário seguir os requisitos de entrada, que incluem um teste de pré-inscrição pelo site do governo canadense. Os viajantes também devem fornecer um plano de quarentena onde possam permanecer por pelo menos 14 dias. De acordo com o governo “os requisitos de teste pré e na chegada para viajantes que chegam ao Canadá por via aérea ou terrestre continuam a ser aplicados a todos, a menos que isentos”.

Veja mais informações para entrar no Canadá dos viajantes vacinados.

*Aproveite para conhecer nosso canal do Youtube e se inscrever:

Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é uma jornalista brasileira que mora no exterior há 7 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua na área de Jornalismo, produção de conteúdos e mídias sociais. Com seu trabalho, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos!

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *