Portugal na lista dos cinco passaportes mais fortes do mundo

passaportes mais fortes do mundo
Foto: Amanda Corrêa (Vagas pelo Mundo)

Conheça quais são os passaportes mais fortes do mundo e quais  os 13 passaportes que possibilitam entrada a mais territórios sem necessidade de um visto.

Viajar sem a necessidade de um visto é o desejo de muitos turistas. A boa notícia é que Portugal volta a entrar na lista do top 5 dos passaportes mais fortes do mundo. De acordo com a nova atualização do “The Henley Passport Index” divulgada essa semana, existem apenas 13 passaportes que permitem o acesso a mais países sem necessidade de solicitar um visto prévio para entrada.


Quais os passaportes mais fortes do mundo?

Neste novo ranking, o passaporte português surge mais uma vez empatado com o passaporte irlandês. Os dois permitem aos seus detentores viajar para 184 países. Eles mantém dessa forma a mesma posição da última atualização que tinha sido publicada no início do último trimestre de 2021.

A conclusão feita está no relatório da empresa Henley & Partners, uma consultoria especializada em cidadania global e aconselhamento de residência. Desde 2006, a empresa compila a cada trimestre as informações relevantes sobre os passaportes mais fáceis para viajar pelo mundo. Ao todo são analisados pela consultoria 199 países.

Incentivo para trabalhar no interior de Portugal vai até 2023 e inclui estrangeiros.

Mudanças nas viagens internacionais

Na nova lista divulgada, os passaportes mais fortes do mundo são o do Japão e de Singapura, com os seus cidadãos tendo acesso a entrada em 192 países.

Além deles, o top 10 dos passaportes que conferem maior mobilidade é dominado pelos países da União Europeia, sofrendo apenas pequenas alterações em relação à última edição que foi publicada. A França, os Países Baixos e a Suécia subiram uma posição para quarto lugar no ranking de mobilidade de entrada.

Já o Reino Unido e os Estados Unidos, que em 2014 estavam no primeiro lugar do ranking, também recuperaram espaço, atualmente estão ocupando o 6º lugar. Também fazem parte da lista: Coreia do Sul (em 2º), a Nova Zelândia, a Noruega e a Suíça (6º), Austrália e Canadá (7º) são as outras nações no top 10 que não são países europeus.

Por outro lado, na lista do passaporte mais fraco do mundo está o do Afeganistão, permitindo aos seus cidadãos entrada a apenas 26 países (menos 166 países do que os primeiros classificados). Juntos nos últimos lugares estão também o Iraque (28) e a Síria (29).

Aproveite para ler: morar em Portugal, um guia completo.

Falta de liberdade de circulação 

Embora a mobilidade de muitos países tenha aumentado desde que o ranking foi criado em 2006, os dados da nova atualização confirmam a existência de uma desigualdade crescente na liberdade de circulação. 

“Este aparente progresso está mascarando uma divisão crescente na mobilidade – e no acesso resultante a oportunidades – entre cidadãos de países mais ricos do norte e os de países com menos rendas do Hemisfério Sul”, explica o relatório.

Além disso, segundo o ranking a situação tem sido agravada pelas restrições impostas devido à pandemia que criaram uma maior divisão na mobilidade global. Entretanto, a nova edição divulgada não considera as restrições do Covid-19 (que tem mudado de maneira frequente).

“Os passaportes e os vistos estão entre os instrumentos com maior impacto na desigualdade social mundialmente, uma vez que eles determinam muitas oportunidades para uma mobilidade global”, afirmou o presidente da Henley & Partners, Christian H. Kaelin. Ele ainda defendeu a importância da abertura das fronteiras internacionais fechadas pela pandemia.

Conheça os melhores países para trabalhar na Europa.

Os passaportes mais fortes do mundo

Veja a lista dos passaportes mais poderosos do mundo:

  • 1. Japão, Singapura (192 territórios)
  • 2. Alemanha, Coreia do Sul (190)
  • 3. Finlândia, Itália, Luxemburgo, Espanha (189)
  • 4. Áustria, Dinamarca, França, Países Baixos, Suécia (188)
  • 5. Irlanda, Portugal (187)
  • 6. Bélgica, Estados Unidos, Nova Zelândia, Noruega, Suíça, Reino Unido (186)
  • 7. Austrália, Canadá, Grécia, Malta, República Tcheca (185)
  • 8. Hungria, Polônia (183)
  • 9. Eslováquia, Lituânia (182)
  • 10. Eslovênia, Estônia, Letônia (181)

Pesquisa mostra os melhores países para expatriados em 2021.

Os passaportes mais fracos do mundo

Já entre os passaportes mais fracos do mundo estão:

  • 104. Coreia do Norte (39)
  • 105. Nepal e Palestina (37)
  • 106. Somália (34)
  • 107. Iêmen (33)
  • 108. Paquistão (31)
  • 109. Síria (29)
  • 110. Iraque (28)
  • 111. Afeganistão (26)

*Ganhe uma transferência internacional sem taxas com o nosso código promocional da Wise. Válido para transferências acima de € 500. 

*Veja também como fazer a Cidadania Portuguesa por tempo de residência (um passo a passo) e aproveite para se inscrever no nosso canal do Youtube:

Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é uma jornalista brasileira que mora no exterior há 7 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua na área de Jornalismo, produção de conteúdos e mídias sociais. Com seu trabalho, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos!

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *