Viajar de avião na Europa: máscaras não serão mais obrigatórias

viajar de avião na Europa
Foto: Travel Week.

Na próxima semana, quem viajar de avião na Europa não será mais obrigado a utilizar máscaras durante o voo. Saiba mais!

A Agência de Segurança da Aviação da União Europeia (EASA) e o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC) retiraram a recomendação de uso obrigatório de máscaras faciais em aeroportos e a bordo de um voo na Europa. A medida entra em vigor na próxima semana. Saiba mais!


Viajar de avião na Europa: máscaras não serão mais obrigatórias

Tanto a EASA quanto o ECDC tomaram a decisão tendo em conta a evolução dos números de casos e a situação da pandemia no continente europeu, de acordo com o jornal irlandês Independent. Contudo, as agências governamentais dizem que são os governos e as companhias aéreas que devem decidir se alteram suas regras e recomendações. Em alguns países europeus como a Irlanda, as máscaras não são obrigatórias nos aeroportos e voos, mas são fortemente recomendadas.

Em outros países como a Itália, por exemplo, os turistas e passageiros são obrigados a utilizar uma máscara FFP2 de alta qualidade nos aeroportos e durante o embarque em voos. A atualização do Protocolo Conjunto de Segurança Sanitária da Aviação ocorre quando são altos níveis de vacinação na Europa, além da imunidade naturalmente adquirida. Sem contar que diversos países europeus já retiraram as restrições no continente.

Oktoberfest 2022 em Munique: festa está confirmada e não terá restrições.

Outras mudanças

Além das mudanças em relação às máscaras, as recomendações da EASA e do ECDC incluem um relaxamento das medidas mais rigorosas nas operações aéreas, o que ajudará a aliviar a carga da indústria, mantendo somente algumas medidas. “A partir da próxima semana, as máscaras faciais não precisarão mais ser obrigatórias nas viagens aéreas em todos os casos, alinhando-se amplamente às mudanças nos requisitos das autoridades nacionais em toda a Europa para o transporte público”, disse o diretor executivo da EASA, Patrick Ky.

Já a diretora do ECDC, Andrea Ammon, disse: “O desenvolvimento e as atualizações contínuas do Protocolo de Segurança da Saúde da Aviação à luz da pandemia de COVID-19 em andamento deram aos viajantes e ao pessoal da aviação um melhor conhecimento dos riscos de transmissão do SARS-CoV-2 e suas variantes […]. Embora o uso obrigatório de máscaras em todas as situações não seja mais recomendado, é importante estar ciente de que, juntamente com distanciamento e boa higiene das mãos é um dos melhores métodos para reduzir a transmissão”.

Verão na Europa: 7 dicas que você precisa saber para viajar de trem.

Viajar de avião na Europa: uso de máscaras deixa de ser obrigatório no dia 16 de maio

As novas recomendações sobre a não obrigatoriedade do uso de máscaras devem entrar em vigor a partir de 16 de maio de 2022. Porém, as regras para máscaras vão variar de acordo com a companhia aérea. Por exemplo, voos de ou para um destino onde o uso de máscaras ainda é obrigatório no transporte público, as empresas provavelmente devem continuar incentivando o uso de máscaras, de acordo com as recomendações.

Os passageiros também são incentivados a observar medidas de distanciamento em áreas internas, inclusive no aeroporto, sempre que possível. Mas os operadores aeroportuários devem adotar uma abordagem pragmática em relação a isso: por exemplo, devem evitar impor requisitos de distanciamento se isso for muito provável que leve a um estrangulamento em outro local da viagem do passageiro, especialmente se não forem exigidos a nível nacional ou regional em outros configurações semelhantes.

Leia também: Melhor viagem de trem no Reino Unido: um sonho sobre trilhos.

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *