Reino Unido terá novo sistema de imigração baseado em pontos

Imigração Reino Unido
Foto: JM Madeira

Secretária de Estado para os Assuntos Internos anunciou novo sistema de imigração no Reino Unido Pós-Brexit.

As mudanças pós-Brexit (saída da União Europeia) já começam a aparecer no Reino Unido. A Secretária de Estado para os Assuntos Internos do Reino Unido, Pritti Patel, apresentou o novo sistema de imigração do país no período pós-Brexit baseado em pontos. Saiba como vai funcionar o sistema de imigração no Reino Unido e as principais mudanças.

Novo sistema de imigração beneficia profissionais qualificados

No última dia 13 de julho de 2020, o governo britânico, depois de apresentar o novo sistema de imigração no Reino Unido, mostra uma nova abordagem do país. Para Patel a nova política é “firme, mas justa” e se concentrará para garantir que apenas os profissionais e imigrantes “mais brilhantes e melhores” cheguem ao Reino Unido à partir de 2021.





Novo sistema entra em vigor em 2021

O documento é bastante abrangente e conta com 130 páginas. Pritti Patel explicou o novo sistema baseado em pontos que, de acordo com a Secretária de Estado, entra em vigor a partir de janeiro de 2021.

A Secretária Patel afirmou que “em um momento em que um número crescente de pessoas em todo o Reino Unido está procurando trabalho, o novo sistema baseado em pontos incentivará os empregadores a investir na força de trabalho doméstica do Reino Unido, em vez de simplesmente depender de mão de obra estrangeira”.

“Mas também estamos fazendo as mudanças necessárias, por isso é mais simples para os empregadores atrair os melhores e mais brilhantes de todo o mundo para vir morar no Reino Unido para complementar as habilidades que já temos”, declarou.

Para finalizar, Patel afirmou que o “nosso novo sistema de imigração envia uma mensagem para o mundo inteiro de que a Grã-Bretanha está aberta para negócios, mas nos nossos termos”.

Coronavírus: conheça os países que permitem a entrada de brasileiros.

Mudança, não proibição

No dia 13 de julho, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, insistiu e afirmou o novo sistema de imigração não se trata de uma proibição geral de pessoas que pretendem ir para o Reino Unido.

Boris Johnson afirmou que “É claro que vamos retomar o controle e controlar nosso sistema de imigração, mas não vamos simplesmente fechar os portões e impedir que as pessoas entrem em nosso país. Nós vamos ter um sistema humano e sensível”.

Trabalhar em Londres: conheça as profissões em alta na cidade.

Novo sistema de imigração no Reino Unido

Basicamente são cinco as novas regras de imigração para o Reino Unido, são elas:

  • Criminosos estrangeiros que estão presos há 12 meses – ou são considerados reincidentes – serão proibidos de entrar no país;
  • Quem quiser ir para o Reino Unido para trabalhar terão que ganhar 70 pontos primeiro;
  • Haverá limites mínimos de salário para as pessoas que querem viver e trabalhar no Reino Unido;
  • É necessário um seguro de saúde e assistência rápida que estará disponível para ajudar o NHS (Sistema Público de Saúde do país) a cumprir suas funções;
  • Trabalhadores qualificados ainda podem trazer seus familiares – o que adicionará milhares de pessoas às estatísticas de imigração no Reino Unido.

Conflito nos vistos para profissionais de saúde

Foi também apresentado um visto mais rápido de assistência médica e de saúde, permitindo que os profissionais de saúde trabalham no Reino Unido. Fontes confirmaram que os profissionais de assistência sênior poderiam acessar o visto para profissionais de saúde, porém os trabalhadores juniores não poderiam.

O porta-voz oficial do primeiro-ministro Boris Johnson disse que o governo quer que os empregadores “invistam mais em treinamento e desenvolvimento para profissionais de saúde” no Reino Unido.

Ele explicou que “especificamente sobre os profissionais de saúde, nossos consultores independentes sobre migração disseram que a imigração não é a única resposta aqui, e é por isso que fornecemos aos conselhos um financiamento adicional de £ 1.5 bilhões em assistência social em 2021-22, além de lançamento de uma nova campanha de recrutamento (para o setor)”.

Martin Green, executivo-chefe da Care England, disse: “A decisão do governo de não incluir assistentes sociais no esquema de vistos do NHS (Sistema Público de Saúde do Reino Unido) é outro exemplo da maneira pela qual o governo trata a equipe de assistência social como cidadãos de segunda classe”.

Já Satbir Singh, executivo-chefe do Conselho Conjunto para o Bem-Estar dos Imigrantes, afirmou que “passamos de aplaudir nossos trabalhadores-chave a chamá-los de ‘pouco qualificados’ em poucas semanas”.

Conheça os salários dos médicos na Europa.

Plano baseado em pontos

O novo plano, prometidos há anos desde que a maioria dos cidadãos do Reino Unido votou para deixar a União Europeia em 2016, verão a liberdade de movimento descartada em favor de um esquema baseado em pontos no estilo australiano.

De acordo com o novo sistema de imigração do Reino Unido, os estrangeiros que se candidatam ao Reino Unido para fins de trabalho terão que atender a certos critérios. Os pontos serão atribuídos para habilidades, qualificações, salários ou profissões específicas, e os vistos serão concedidos apenas àqueles que ganharem pontos suficientes.

Os requisitos mínimos exigem que quem pretende viver e trabalhar no Reino Unido tenha uma oferta de trabalho de um patrocinador aprovado e que atenda ao seu nível de habilidade e que seja capaz de falar inglês.

Os estrangeiros que desejam morar no Reino Unido para fins de trabalho precisarão marcar 70 pontos para solicitar com êxito um “e-visa” on-line. Se um candidato atender aos critérios dos requisitos mínimos, receberá 50 pontos.

Entretanto, para pontuar acima desse limite, eles terão que atender a outros critérios baseados em salário, buscando trabalhar em um setor com escassez reconhecida de mão-de-obra ou doutorado.

Conheça as melhores cidades para morar na Inglaterra.

Salários mínimos no Reino Unido para imigrantes

A base de salário mínimo exigida é de £ 23.040 libras por ano. Para marcar 50 pontos, o estrangeiro precisará provar que possui uma oferta de emprego de um patrocinador aprovado, adequado ao seu nível de habilidade.

Outros 20 pontos serão atribuídos se o trabalhador estiver em uma ocupação com escassez de mão-de-obra, como engenharia ou TI (Tecnologia da Informação). Enquanto um doutorado universitário ganha dez pontos, com o número subindo para 20 pontos se a qualificação for em ciências, tecnologia, engenharia ou matemática.

Outros dez pontos são atribuídos para quem ganhar um salário anual de £ 23.040 libras, subindo para 20 pontos acima se o salário anual for superior a £ 25.600 libras.

Veja quais as profissões com os melhores salários na Inglaterra.

Familiares ainda podem ir para o Reino Unido

Qualquer pessoa considerada como trabalhador qualificado – incluindo estudantes de pós-graduação – ainda terá o direito de levar suas famílias e filhos para morar no Reino Unido. Os cônjuges, parceiros e filhos menores de 18 anos ainda serão elegíveis para ir para o Reino Unido e permanecer no país.

De acordo com o novo sistema, os familiares também poderão ter acesso quase total ao mercado de trabalho do Reino Unido e poderão frequentar escolas, porém serão obrigados a pagar a sobretaxa de saúde.

As novas medidas devem entrar em vigor no dia 1º de janeiro de 2021, no final do período de transição iniciado após o Reino Unido deixar a União Europeia em 31 de janeiro desse ano.

Conheça os 10 melhores países para imigrar e juntar dinheiro.

*Ouça também o nosso Podcast Partiu Morar Fora, sobre como é morar na Inglaterra:

grupo-novo-facebook

*Dicas para economizar e Cupons Vagas pelo Mundo:

Para reservar seu seguro de viagem com desconto, acesse o nosso cupom de desconto do Seguros Promo, você pode comparar seguradoras e escolher a melhor cobertura.

Compre passagens aéreas com preços promocionais pelo site Passagens Promo e economize mais de 35% para viajar pelo Brasil ou para o exterior.

Compre um chip internacional de celular antes mesmo de sair no Brasil. Acesse o site America Chip, ganhe 5% de desconto com o voucher: vagaspelomundo e receba em casa.

Para reservar hotéis com desconto, acesse o site Booking e pesquise as melhores opções de hospedagem.

Para obter descontos de até € 41,00 euros na sua hospedagem pelo Airbnb, acesse o nosso voucher de desconto.

Se você vai viajar e precisa alugar um carro, nós recomendamos o site Rentalcars, ele compara os preços de diversas locadoras e você consegue economizar bastante.



Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é jornalista brasileira e mora no exterior há 6 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua há 15 anos na área de Jornalismo, produção de conteúdos, mídias sociais. Com seus textos, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *