Sistema de imigração baseado em pontos no Reino Unido já iniciou

sistema de imigracao Reino Unido
Foto: Inventiva.

O novo sistema de imigração baseado em pontos no Reino Unido levará em conta as habilidades dos candidatos, ter uma oferta de emprego e falar inglês. Saiba como vai funcionar.

As inscrições para o novo visto de trabalhador qualificado começam hoje, 1º de dezembro de 2020, no Reino Unido. De acordo com o site do governo inglês, isso significa que os trabalhadores mais qualificados de todo o mundo agora podem se inscrever para trabalhar no Reino Unido a partir de 1º de janeiro de 2021.


Sistema de imigração baseado em pontos no Reino Unido já iniciou

Foi iniciado o sistema de imigração baseado em pontos no Reino Unido no dia de hoje, 1º de dezembro de 2020. A pontuação será atribuída a uma oferta de trabalho no nível de habilidade apropriado, conhecimento de inglês e pagamento de um salário mínimo. Os vistos de trabalhador qualificado serão concedidos àqueles que ganharem pontos suficientes.

De acordo com o governo inglês, as novas regras de imigração serão implementadas para garantir que as empresas possam recrutar os mais qualificados de todo o mundo para impulsionar a economia e manter o Reino Unido na fronteira da inovação.

Imigração no Reino Unido: limite de salário anual dos imigrantes qualificados foi reduzido para £ 25.600.

Incentivo é a palavra de ordem

Visto Reino Unido
Foto: Work Permit.

Para o Governo do Reino Unido, o novo sistema de imigração baseado em pontos servirá de incentivo para que os empregadores se concentrem no treinamento e no investimento na força de trabalho do Reino Unido, aumentando a produtividade e melhorando as oportunidades para os indivíduos, especialmente aqueles afetados pelo coronavírus.

Veja quais as melhores cidades para morar na Inglaterra.

Este governo prometeu acabar com a liberdade de movimento, retomar o controle de nossas fronteiras e introduzir um novo sistema de imigração baseado em pontos. Hoje, cumprimos essa promessa. Este sistema simples, eficaz e flexível garantirá que os empregadores possam recrutar os trabalhadores qualificados de que precisam, ao mesmo tempo que os incentiva a treinar e investir na força de trabalho do Reino Unido. Também estamos abrindo caminhos para quem tem um talento excepcional ou mostra uma promessa excepcional nas áreas de engenharia, ciência, tecnologia ou cultura.

Priti Patel — secretária do Interior

Como se inscrever para o sistema de imigração baseado em pontos no Reino Unido

Normalmente, as pessoas terão de receber pelo menos £ 25.600 libras por ano, a menos que o valor corrente para esse trabalho seja mais elevado. As inscrições para o visto do Reino Unido deverão ser feitas online e, como parte disso, as pessoas precisarão comprovar sua identidade e fornecer seus documentos.

Uma vez que alguém de fora do Reino Unido tenha passado por todas essas etapas, possivelmente receberá uma decisão em até três semanas. Porém, os aprovados também precisam de dinheiro suficiente para pagar a taxa de inscrição (variando de £ 610 a £ 1.408), a sobretaxa de saúde (geralmente £ 624 por ano) e serem capazes de se manter (geralmente tendo pelo menos £ 1.270 libras disponíveis).

O tempo de duração do visto para o Reino Unido é de até cinco anos antes de precisar ser renovado. Ainda de acordo com o governo, juntamente com o sistema de imigração baseado em pontos no Reino Unido para o visto de trabalhador qualificado, várias outras rotas foram abertas. São elas:

  • Visto de talento global para pessoas que podem mostrar que têm um talento excepcional ou uma promessa excepcional nos campos da ciência, engenharia, humanidades, medicina, tecnologia digital ou artes e cultura;
  • Visto de inovador para uma pessoa que busca estabelecer um negócio no Reino Unido com base em uma ideia de negócio inovadora, viável e escalável;
  • Visto inicial para uma pessoa que deseja estabelecer um negócio no Reino Unido pela primeira vez;
  • o visto de transferência intra-empresa, que é para trabalhadores estabelecidos que estão sendo transferidos pela empresa para a qual trabalham para desempenhar um papel qualificado no Reino Unido.

Veja também: Quarentena obrigatória no Reino Unido reduzida para cinco dias para visitantes, brasileiros incluídos.

Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é uma jornalista brasileira que mora no exterior há 7 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua na área de Jornalismo, produção de conteúdos e mídias sociais. Com seu trabalho, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos!

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *