Trabalhar na Suécia: país com novidades para estrangeiros

trabalhar na Suécia
Foto: Euronews.

Se você quer trabalhar na Suécia, saiba que o país europeu introduziu novas regras para os titulares de autorizações de trabalho. Confira!

O governo da Suécia introduziu novas regras para os estrangeiros que contam com autorizações de trabalho no país e que solicitam uma extensão. As novas regras incluem alguns critérios a serem cumpridos, como contrato de trabalho, passaporte válido e comprovação de renda considerada suficiente. As novas medidas para trabalhar na Suécia foram introduzidas no começo de junho. Saiba mais sobre as mudanças para os estrangeiros.


Trabalhar na Suécia Sendo Estrangeiro

De acordo com a Agência Sueca de Migração (Swedish Migration Agency), para obter uma autorização de trabalho, o estrangeiro requerente deve ter os seguintes documentos e comprovativos:

  • Contrato de trabalho assinado pelo empregador e pelo empregado deve ser traduzido para inglês ou sueco, devendo também ser anexada uma cópia do documento original;
  • Passaporte válido;
  • Emprego que se alinha com o acordo coletivo sueco;
  • Salário que está de acordo com as leis suecas, a ocupação ou indústria;
  • Renda que permita ao solicitante se sustentar, que deve ser de pelo menos € 1.300 ou SEK 13.000 antes de impostos;
  • Seguro de saúde, seguro de vida, emprego e pensão do empregador.

Contudo, como informa o portal Schengen Visa Info, regras diferentes se aplicam a algumas profissões. Para profissões como au pair (creche), profissionais da colheita, trabalho sazonal, investigador, atleta ou treinador, estagiário através de intercâmbio internacional, ou com ligações ao ensino superior e voluntário, o candidato tem de solicitar um Cartão Azul da União Europeia ou uma licença de ICT (Intra-Corporate Transfer).

Conheça os 10 melhores países para imigrar e juntar dinheiro.

Regras Mudam Dependendo da Cidade

Em cada cidade as especificações para trabalhar na Suécia sendo estrangeiro mudam. O requerente pode ser obrigado a obter tipos especiais de autorizações, como o visto de trabalho de férias para jovens. Os empregadores em alguns setores estão sujeitos a requisitos mais rigorosos, como limpeza, hotelaria e restaurantes, construção, comércio, agricultura e silvicultura, reparação de automóveis, serviços, pessoal e assistência pessoal.

“Para obter uma permissão de trabalho, você deve preencher os requisitos para uma permissão de trabalho para um trabalho. Os requisitos não podem ser cumpridos tendo dois ou mais empregos ao mesmo tempo.

Você precisa de uma autorização de trabalho para trabalhar na Suécia, seja empregado na Suécia ou no exterior, seja empregado de uma agência de empregos que fornece pessoal para uma empresa na Suécia ou tenha sido transferido dentro de uma organização”, explica a Swedish Migration Agency.

Estudar fora: 7 dicas fundamentais para se dar bem no exterior.

Trabalhar na Suécia: Regras Dependem do País de Origem

Para os empregos com duração inferior a três meses, os cidadãos de vários países são obrigados a fornecer uma autorização de trabalho e um visto. Esses países incluem Afeganistão, Argélia, Angola, Bahrein, Bangladesh, Belize, Benin, Butão, Botsuana, Burkina Faso, Burundi, Camboja, Camarões, República Centro-Africana, Chade, Comores, Fiji, Gabão, Gâmbia, Gana, Guiné, Guiné-Bissau, Bissau, Guiana, Fiji, Haiti, Indonésia, Irã, Iraque, Costa do Marfim, Jamaica, Jordânia, Cazaquistão, Quênia, Coreia do Norte, Kosovo, Kuwait, Quirguistão, Laos, entre outros.

De acordo com um relatório mensal publicado pela Agência Sueca de Migração, a maioria das autorizações de residência emitidas foi para trabalho – um total de 4.474, representando 33,9% de todas as autorizações emitidas desde o início do ano. Quer saber mais sobre como é trabalhar na Suécia e morar no país europeu? Acesse o site da Swedish Migration Agency (site da Agência Sueca de Migração).

Descubra quais os melhores países para trabalhar na Europa.

*Veja também 5 dicas para se adaptar morando fora e aproveite para se inscrever no nosso canal do Youtube! Toda semana tem vídeos novos por lá:

Depois de 30 anos, será retomada a conexão de trem de passageiros entre Suécia e Finlândia.

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *