Relatório sugere mudança nos vistos temporários para a Austrália

vistos temporarios para a Austrália
Foto: BBC.

Relatório defende que os vistos temporários para a Austrália de migração qualificada deveriam mudar. Saiba tudo sobre a publicação!

A Austrália deveria redefinir seu programa temporário de migração qualificada para elevar os padrões de vida dos australianos, atrair talentos globais, aumentar o orçamento e reduzir a exploração de trabalhadores. A afirmação foi feita pelo Grattan Institute após a publicação de um novo relatório sobre imigração e vistos temporários para a Austrália.


Vistos temporários para a Austrália

Um novo relatório do Grattan Institute, intitulado “Fixing temporary skilled migration: A better deal for Australia” (Fixando a migração qualificada temporária: um negócio melhor para a Austrália), mostra que o programa atual do país é impopular com o público, desperdiça muitos dos benefícios potenciais da migração qualificada temporária e permite que empregadores sem escrúpulos explorem os trabalhadores.

“A Austrália tem o pior dos dois mundos quando se trata de política de migração qualificada temporária”, diz o principal autor e diretor do programa de política econômica do Grattan Institute, Brendan Coates. “Precisamos redesenhar o programa, para facilitar o patrocínio dos migrantes altamente qualificados de que a Austrália tanto precisa e garantir que o apoio público à migração não seja prejudicado”.

Trabalhar na Austrália: estudantes internacionais sem limite de horas.

Sugestão de mudanças urgentes

A chave, de acordo com o documento publicado pelo Grattan Institute, é parar de patrocinar migrantes qualificados temporários de baixa qualificação e baixos salários, o que permitiria que o programa fosse expandido para que os empregadores patrocinassem mais migrantes qualificados temporários de alta qualificação e altos salários.

Os empregadores estão limitados a patrocinar trabalhadores em ocupações classificadas como “em escassez”. Mas é praticamente impossível para o governo federal identificar a escassez de habilidades em tempo hábil. A abordagem atual também abre a porta para os empregadores patrocinarem muitos trabalhadores com baixos salários. Hoje, mais de 50% dos trabalhadores patrocinados ganham menos do que o típico trabalhador australiano em tempo integral, acima dos 38% em 2005.

Conheça as empresas que patrocinam visto na Austrália.

Migração qualificada por salários

O instituto diz ainda que, no futuro, a migração qualificada temporária deve ser restrita a empregos com salários mais altos. Os migrantes altamente qualificados também trazem mais conhecimento e ideias e pagam mais impostos do que recebem em serviços e benefícios públicos.

O relatório pede um novo visto de ‘Trabalhador Qualificado Temporário’ para substituir o visto de Escassez Temporária de Habilidades que existe atualmente. Os empregadores poderiam usar o visto de trabalhador qualificado temporário para patrocinar trabalhadores em qualquer ocupação, desde que o trabalho pagasse mais de $ 70.000 dólares australianos por ano (substancialmente mais alto que o limite atual de $ 53.900) e o trabalhador recebesse pelo menos tanto quanto um australiano fazendo o mesmo trabalho.

Passaporte de COVID na França: país suspendeu a exigência do documento.

Vistos temporários para a Austrália: sugestões do relatório

O relatório calcula que o número de empregos em tempo integral elegíveis para patrocínio temporário aumentaria, não diminuiria – de 44% para cerca de 66%. O novo visto concederia a uma pessoa o direito de permanecer e trabalhar na Austrália por até quatro anos. Não haveria restrição à renovação e haveria um caminho claro para a residência permanente.

O novo visto deve ser portátil, para que os migrantes qualificados temporários possam mudar mais facilmente os empregadores patrocinadores, caso encontrem um emprego melhor uma vez na Austrália. Isso também permitiria que os migrantes fugissem de empregadores sem escrúpulos.

O governo deve reprimir os empregadores de má fé que maltratam seus trabalhadores. O Departamento de Assuntos Internos deve realizar auditorias mais aleatórias, para garantir que os empregadores estejam pagando aos trabalhadores patrocinados o que lhes foi prometido. “No período que antecedeu as eleições federais de 2022, os dois principais partidos devem se comprometer com este visto de trabalho qualificado temporário simplificado e mais bem direcionado”, diz Coates. “Ele oferece um negócio melhor para todos os australianos”.

Aproveite para ler: Vagas na Dell: empresa tem mais de 5 mil oportunidades de emprego, inclusive com vagas na Austrália.

*Ouça também o Podcast Partiu Morar Fora sobre morar na Austrália:

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *