Os salários mínimos mais altos da Europa

Os salarios mais altos da Europa
Foto: Reprodução Leave

Se você está planejando morar fora, confira os países com os salários mais altos.

O mercado de trabalho vem mudando e está muito mais dinâmico. Os profissionais brasileiros têm buscado cada vez mais qualificação e formação acadêmica. Para quem é formado, possui pós-graduação ou MBA, tem experiência profissional e fala outras línguas é possível se candidatar para trabalhar na Europa. As áreas mais requisitadas no continente europeu são para profissionais de Tecnologia da Informação, Sistemas, Software, Auditoria, Serviços Financeiros e Engenheiras.





Se você quer ter uma experiência profissional fora do país e morar na Europa, confira a lista dos países com os maiores salários mínimos Europa.

Os maiores salários mínimos da Europa:

  1. Luxemburgo € 1.923,00
  2. Irlanda € 1.546,40
  3. Reino Unido € 1.529,00
  4. Holanda € 1.507,80
  5. Bélgica € 1.501,82
  6. Alemanha € 1.473,00
  7. França € 1.466,62

Outros países do continente europeu não possuem salário mínimo definido. Como é o caso da Suíça, onde o salário base para qualquer trabalhador é de € 3.300 (R$ 12.540). Entretanto o salário não é definido por lei e sim pelas empresas e categorias profissionais. Por exemplo, um engenheiro na Suíça ganha em média € 12.000 por mês (R$ 45.600).

A Dinamarca e a Noruega também possuem salários bem altos, mas não possuem salário mínimo estipulado pelo governo. Mas um profissional qualificado ganha em média € 8.000 (cerca de R$ 30.400).

Custo de vida

Antes de enviar seu currículo e buscar oportunidades nos países europeus, pesquise sobre os vistos de residência nos sites das Embaixadas e Consulados, além do custo de vida do país. Normalmente os países com maiores salários também possuem os maiores custos de vida. Por isso é importante pesquisar os preços de aluguel, alimentação, saúde e transporte.

Notícias relacionadas

Saiba quanto custa viver na Irlanda

Conheça as cidades mais baratas da Europa para visitar

Sonha em morar na Itália? Confira o custo de vida no país

Grande cidade americana precisa, incentiva e quer atrair novos moradores