Faltam profissionais de TI em Portugal e os salários dispararam no país durante a pandemia

profissionais de TI em Portugal
Foto: Visual Tag Mx – Pexels.

Pandemia fez escassear profissionais de TI em Portugal e empresas do país estão em busca de mão de obra. Saiba mais!

A pandemia forçou o mundo dos negócios a encontrar soluções de maneira rápida. Com o trabalho remoto ganhando cada vez mais força e a economia mais globalizada, empresas multinacionais estão em busca de profissionais de TI em Portugal. Com a alta demanda e a baixa oferta no mercado português, durante a pandemia houve uma elevação considerada nos salários dos profissionais e as empresas portuguesas de tecnologia estão perdendo muitos talentos.


Falta de profissionais de TI em Portugal faz disparar salários

Uma reportagem, publicada pelo jornal português Diário de Notícias, mostra que a falta de profissionais de TI em Portugal não é um problema recente. O fato é que a pandemia agravou a situação e de maneira muito mais rápida. A publicação diz que estudos feitos há alguns anos indicavam que a Europa sofreria em 2020 com um déficit de aproximadamente um milhão de profissionais de TI (Tecnologia da Informação).

E em Portugal a situação não é diferente. Companhias dos Estados Unidos, Reino Unido, Irlanda e Holanda estão recrutando profissionais de TI em Portugal e os salários prometidos são bem diferentes dos praticados no país.

A rede social LinkedIn, por exemplo, se tornou uma excelente forma de ‘caçar talentos’ durante a pandemia e são cada vez menos os profissionais de TI em Portugal que resistem à tentação de trabalhar para empresas internacionais.

Veja também: dicas para trabalhar em casa com motivação.

Profissionais de TI em Portugal reconhecidos

Uma das coisas que faz com que os profissionais de TI em Portugal sejam tão requisitados, é que o país se tornou uma referência mundial na qualidade dos talentos. Sendo assim, conforme a pandemia avançou pelo mundo, multinacionais começaram a aliciar e recrutar profissionais de TI em Portugal para trabalho remoto. Pagam mais em comparação com as empresas nacionais portuguesas, mas ainda assim são valores mais baixos do que os praticados em outros mercados.

Qualidade garantida e menor preço. Isso está fazendo com que as empresas de tecnologia de Portugal estejam cada vez mais desprotegidas em relação à manutenção de profissionais. Especialistas do setor apontam que as empresas portuguesas encontrarão muita dificuldade em competir com as grandes companhias internacionais. Especialmente porque a maioria das empresas de TI de Portugal trabalha para o mercado interno.

Leia também: estratégias usadas pelos recrutadores na entrevista de emprego remota.

Profissionais brasileiros de TI na mira

Porém, se o desajuste do mercado está previsto, as empresas portuguesas terão que enfrentar grandes desafios. É fato que muitas dessas empresas de Portugal estão mirando nos profissionais de TI do Brasil. Com o real desvalorizado, uma proposta para pagamento de salário em euro se torna uma grande tentação para os profissionais brasileiros. Sendo assim, é possível que as empresas portuguesas consigam equilibrar o mercado.

Saiba mais: a importância da flexibilidade no trabalho como estratégia de negócio.

Portugal como um novo hub

Além do desequilíbrio de mercado e da dificuldade em manter os profissionais de TI em Portugal, responsáveis por empresas de tecnologia portuguesas apontam outro problema. Com o governo de Portugal atuando para atrair mais empresas internacionais para o país europeu, está sendo criada uma ‘bolha especulativa’ em torno dos salários praticados.

O mercado de TI em Portugal vive o ‘pleno emprego’ e quanto mais empresas se instalam no país, mais os salários praticados aumentam. É a lógica do mercado e menos mão de obra especializada resulta em salários maiores e escassez de profissionais.

Confira também: veja as 8 novas habilidades para o emprego do futuro.

Empresas estão trabalhando e investindo na retenção de talentos

A pandemia forçou muitas empresas portuguesas a se modernizarem. Sendo assim, as companhias nacionais que atuam no mercado de tecnologia estão tendo que investir mais na retenção de talentos. Desenvolver competências, atuar de forma a buscar uma melhor metodologia de trabalho e produtividade estão na pauta. Sem contar que competir com empresas globais está tornando as empresas de TI de Portugal mais atentas aos seus trabalhadores.

É fato que muitas empresas em Portugal ainda estão engatinhando em termos de feedback, retenção e valorização de seus talentos. Entretanto, é necessário reconhecer que a pandemia fez com que os proprietários de empresas no país europeu tivessem que buscar soluções de curto prazo. Sendo assim, resta a esperança de que uma maior competitividade global faça outras empresas portuguesas, além das de TI, reverem suas formas de contratação e remuneração.

Conheça as 100 melhores empresas para empregos remotos em 2021.

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *