Conheça o projeto da vila para nômades digitais na Ilha da Madeira

nomades digitais na ilha da madeira
Foto: Booking – Ilha da Madeira (imagem ilustrativa).

Nômades digitais na Ilha da Madeira terão um novo ambiente de trabalho construído só para eles. Confira!

2020 foi um ano atípico, mas talvez tenha sido o período em que mais gente abandonou os escritórios e passou a trabalhar em casa. Com isso, muitos países começaram a se interessar pelos nômades digitais, aqueles profissionais que podem trabalhar de qualquer parte do mundo com o seu notebook.

Trabalhar em home office (de casa) ou à distância já não novidade faz tempo. O que é novidade é que, pensando no mercado promissor de quem pode trabalhar de longe, a Ilha da Madeira, em Portugal, está com um novo projeto que promete facilitar ainda mais a vida dos nômades digitais. Confira tudo sobre o novo projeto!


Nômades digitais na Ilha da Madeira

A Ilha da Madeira tem sido eleita frequentemente como o “Melhor Destino Turístico Insular” da Europa e do mundo. A premiação anual, feita pelo World Travel Awards (WTA), dá destaque turístico para a ilha portuguesa. Porém, o local pode se tornar o novo endereço comercial de muitos profissionais.

Os nômades digitais na Ilha da Madeira serão contemplados com uma vila que está especialmente preparada para receber os viajantes que trabalham remotamente. O projeto já está recebendo inscrições!

Veja também: descubra quais serão os empregos e qualificações com demanda em 2025 na Irlanda.

Digital Nomads Madeira — O projeto

Ilha da Madeira
Foto: Pinterest – Visit Madeira (Ponta do Sol, Ilha da Madeira).

O projeto, chamado de Digital Nomads Madeira, tem capacidade para receber até 100 profissionais. Os nômades digitais, nova modalidade de profissionais que podem atuar mesmo estando distante fisicamente das empresas, podem escolher a Ilha da Madeira para fazerem seu trabalho de maneira remota.

A vila para os nômades digitais na Ilha da Madeira ficará na Ponta do Sol, uma localidade com pouco mais de 8 mil habitantes. Porém, é um dos destino mais procurados pelo turistas por conta de sua exuberante beleza natural e sossego. A previsão inicial do projeto é que ele receba nômades digitais na Ilha da Madeira entre 1º de fevereiro e 30 de junho de 2021.

Leia mais: principais empregos em 2021 segundo o LinkedIn.

Ambiente de trabalho

Os nômades digitais encontrarão na vila Ponta do Sol um ambiente de trabalho criado especialmente para eles. No lugar terão mesas de trabalho, acesso gratuito a internet entre as 8h e 22h e um local para a realização de eventos de negócio e de socialização entre os participantes do projeto.

De ressaltar que a hospedagem não está contemplada no projeto, mas os nômades digitais que escolherem trabalhar da Ilha da Madeira terão acesso a hotéis, pousadas, alojamentos locais e acomodações a preços acessíveis. O projeto piloto foi idealizado para oportunizar a reunião de nômades digitais das mais diferentes partes do mundo.

Conheça os países oferecem vistos para atrair nômades digitais.

Nômades digitais na Ilha da Madeira: um novo nicho de mercado rico e poderoso

É cada vez maior o número de projetos voltados para os profissionais que fazem trabalho remoto. Com certeza, os nômades digitais compõem um nicho de mercado novo, mas que é muito poderoso e rico. Sendo assim, o projeto voltado para os nômades digitais surge para colocar Portugal na rota deste importante nicho.

Depois de testado, o Digital Nomads Madeira servirá de base para que outros locais de Portugal se transformem em novos polos para profissionais que trabalham de longe. Importante dizer que o projeto já está recebendo inscrições e o tempo mínimo que um profissional precisa ficar é um mês.

Como conciliar carreira e maternidade: dicas práticas.

Sobre a Ilha da Madeira

A Ilha da Madeira pertence a Portugal e é um destino turístico muito conhecido dos europeus. Com uma natureza exuberante, os visitantes se deparam com paisagens impressionantes e até aventuras que podem ser inesquecíveis. Preparada para o turismo, quem visita a Madeira tem muito o que fazer por lá.

Para quem curte ficar próximo da natureza, na Ilha da Madeira é possível fazer trilhas pela floresta, tomar banho de cachoeira e até praticar esportes de aventura. Ah, sem falar nos mergulhos e na observação de animais marinhos de grande porte. Enfim, talvez a possibilidade de viver na Ilha da Madeira possa trazer aquele sossego que você precisa para enfrentar o mundo uma época tão difícil.

Também pode te interessar: os melhores sites para encontrar trabalho freelancer.

Veja também o vídeo novo do nosso canal do Youtube e deixe seu comentário sobre o assunto:

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação, faz Doutorado em Estudos de Comunicação. Apaixonado por rock and roll, conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

2 thoughts on “Conheça o projeto da vila para nômades digitais na Ilha da Madeira

  • 18 de fevereiro de 2021 em 4:02 pm
    Permalink

    Olá Rui, muito obrigado pelo comentário. Na verdade acredito que todos os serviços que você citou serão necessários nas vilas e cidades para nômades digitais. Um grande abraço!

  • 14 de fevereiro de 2021 em 7:52 pm
    Permalink

    Olá, Cláudio,

    Parabéns pelo seu artigo!

    Na sua opinião, quais os tipos de serviços, ou até produtos, que essas vilas irão demandar a curto, médio ou longo prazo? Por exemplo: entregas diversas em domicílio, babás, aulas particulares para filhos e/ou parceiros, etc.

    Que Deus abençoe seus projetos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *