Trabalhar na Bélgica: país precisa de 140 mil pessoas urgentemente

trabalhar na Bélgica
Foto: Wego Travel Blog.

Se você pensa em trabalhar na Bélgica, saiba que o país precisa urgentemente de motoristas de caminhão a trabalhadores da construção. Veja a lista completa dos profissionais em falta!

Já escrevemos e publicamos aqui no site Vagas pelo Mundo que o Reino Unido está com uma escassez aguda de caminhoneiros. O problema é tão grave que foi capaz de paralisar a distribuição de mercadorias no Reino Unido, até mesmo gerando pânico entre os cidadãos que lotaram os postos de gasolina. Porém, o problema não é somente dos britânicos e agora está assustando outro país europeu, a Bélgica. Se você pensa em trabalhar na Bélgica, saiba que atualmente o país necessita de pelo menos 140 mil trabalhadores.


Trabalhar na Bélgica

O governo de Bruxelas está apreensivo e já sabe do problema há algum tempo. Estima-se que existam pelo menos 5 mil vagas por preencher para caminhoneiros no país europeu. Segundo o portal de notícias Europa Today, a notícia não pegou o governo belga de surpresa, já que a escassez de trabalhadores é um tema central no debate político.

“Nosso país precisa de reformas estruturais para aumentar a taxa de emprego”, disse Georges-Louis Bouchez, presidente do Mouvement Réformateur, o partido liberal de centro-direita da Bélgica francófona. Segundo o jornal La Libre, o político belga mencionou a falta de pelo menos 140 mil trabalhadores e que o país precisa deles urgentemente. A preocupação é confirmada por dados nacionais sobre o mercado de trabalho e por portais regionais que destacam as profissões para as quais é difícil encontrar mão de obra.

Motorista de caminhão na Europa: faltam milhares de profissionais.

Falta de caminhoneiros na Bélgica

“Se quisermos que as prateleiras das lojas fiquem cheias, mais caminhoneiros são necessários com urgência”, disse Isabelle de Maegt , porta-voz da Febetra, a Federação Belga de Provedores de Serviços de Transporte e Logística.

As dificuldades em encontrar motoristas de caminhão na Bélgica levaram o setor de frete a criar um portal na web com todas as informações e materiais educacionais disponíveis para os aspirantes a motoristas de caminhão.

Além de pelo menos 5 mil caminhoneiros, há muitas outras profissões com escassez de trabalhadores na Bélgica: de projetistas a pedreiros, de enfermeiras especializadas a desenvolvedores de TI, e até mesmo topógrafos estão faltando no país europeu.

A lista conta com profissões para as quais há dificuldades de recrutamento pelas empresas devido a problemas de qualificação, experiência necessária, domínio de línguas e condições de trabalho.

Entretanto, existem muitas profissões para as quais faltam candidatos. Razões que levaram o governo regional da Valônia, a parte francófona da Bélgica, a introduzir o Incentivo + bônus para aqueles que concluam um curso de formação nas profissões exigidas. Uma forma de incentivo econômico com a qual a Bélgica espera resolver o problema da escassez de trabalhadores.

Faltam motoristas no Reino Unido: soldados convocados para dirigir caminhões-tanque.

Trabalhar na Bélgica: lista de profissionais em falta

Uma lista completa dos tipos de profissões exigidas está disponível no site oficial do serviço público de emprego e treinamento da Valônia, região da Bélgica onde se fala francês.

Veja abaixo a lista completa de profissões e profissionais em falta no país europeu:

  • Administrador de sistemas de informação;
  • Diretor de Conformidade Técnica;
  • Ajustador mecânico;
  • Analista de negócios;
  • Analista financeiro;
  • Analista de TI;
  • Arquiteto;
  • Assistente de vendas;
  • Associado de vendas técnicas;
  • Betoneiro;
  • Açougueiro;
  • Ladrilhador;
  • Fisiculturista;
  • Carpinteiro;
  • Trabalhador de chapa metálica;
  • Motorista de ônibus;
  • Motorista de caminhão;
  • Gerente local;
  • Gerente de projeto de TI;
  • Líder da equipe de construção;
  • Contador;
  • Supervisor de obras;
  • Operador de equipamentos de construção e manutenção de estradas;
  • Conselheiro de prevenção;
  • Declarante aduaneiro;
  • Designer de construção / modelador BIM;
  • Desenvolvedor de TI;
  • Expedidor em transporte e logística;
  • Eletricista de manutenção industrial;
  • Manutenção industrial eletromecânica;
  • Especialista em auditoria e controle contábil e financeiro;
  • Enfermeira de cuidados gerais;
  • Enfermeira especializada;
  • Engenheiro de negócios;
  • Instalador elétrico;
  • Instalador do sistema de segurança;
  • Trabalho estrutural e isolante de telhado;
  • Trabalho técnico e mecânico agrícola;
  • Mecânico de manutenção industrial;
  • Mecânico de engenharia civil;
  • Mecânico de serviço pesado;
  • Médico de clínica geral;
  • Carpinteiro;
  • Inspetor de quantidade – estimador;
  • Montador de Andaime;
  • Adaptador de ar condicionado / ventilação;
  • Instalador sanitário e de aquecimento;
  • Técnico de refrigeração;
  • Trabalhador da estrada;
  • Gerente de instalação da indústria alimentícia;
  • Planejador de produção (oficial de planejamento);
  • Instalador de tubulação;
  • Gerente de vendas;
  • Gerente de gestão industrial e logística;
  • Gerente de manutenção industrial;
  • Gerente de produção;
  • Responsável por métodos e industrialização;
  • Gerente de Assuntos Regulatórios e de Qualidade;
  • Supervisor de Armazém;
  • Gerente (es) de edifício;
  • Técnico de automação;
  • Técnico de escritório de projeto em construção;
  • Técnico de produção em indústrias de processo;
  • Técnico de manutenção e operação de aquecimento;
  • Técnico de instalação e manutenção industrial;
  • Técnico de Sistemas de Usinagem (Metal);
  • Técnico de refrigeração;
  • Trabalhador de chapa metálica de carroceria;
  • Vidraceiro.

A lista também conta com funções críticas, mas que ainda não estão escassas no país. Se você pensa em trabalhar na Bélgica, não deixe de acessar o site do governo de Valônia e conheça todas as profissões e profissionais que são bem-vindos no país europeu.

Quero morar fora: por onde devo começar?

*Inscreva-se no nosso canal do Youtube, toda semana tem vídeo novo por lá:

Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é uma jornalista brasileira que mora no exterior há 7 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua na área de Jornalismo, produção de conteúdos e mídias sociais. Com seu trabalho, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos!

blank

5 thoughts on “Trabalhar na Bélgica: país precisa de 140 mil pessoas urgentemente

  • blank
    13 de outubro de 2021 em 10:44 am
    Permalink

    ola sou angolano trabalho com eletricidade,tecnico de instalacao e manutencao industrial como faco para me inscrever a esta vaga

  • blank
    11 de outubro de 2021 em 4:46 am
    Permalink

    BOM DIA
    SOU MOTORISTA DE CAMINHAO PROFISSIONAL
    TENHO 52 ANOS
    SAUDE 100%
    HONESTO E TRABALHADOR SEM DESCULPAS
    PRECISO DE INFORMAÇOES

  • blank
    9 de outubro de 2021 em 12:56 pm
    Permalink

    Olá tudo bom?? Como faço para mim escrever numa vaga dessa de motorista, trabalho aqui no Brasil de motorista de Rodotren.

  • blank
    7 de outubro de 2021 em 9:10 pm
    Permalink

    Olá muito bom o seu conteúdo, até que idade dar para conseguir emprego , tenho 56 anos, sou formado em geografia, tenho conhecimento em construção civil.

  • blank
    7 de outubro de 2021 em 8:32 pm
    Permalink

    I’m available for immediate hiring I have experience as a bit-train trailer driver for a rollon bucket for loader.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *