Trabalhar no Canadá, executivo brasileiro dá dicas para morar e trabalhar em Montreal

Trabalhar no Canada

Confira uma entrevista exclusiva com o brasileiro que atua no mercado de Business em Montreal e veja dicas para trabalhar no Canadá.

Trabalhar no Canadá nem sempre significa abdicar da sua carreira para conseguir morar no exterior. Com esforço, é possível conseguir trabalhar na mesma área e conseguir bons cargos. Pensando nisso, o site Vagas pelo Mundo conversou com o brasileiro Olivaldo Soares, de 40 anos, para conhecer a sua trajetória de sucesso no Canadá.





Trabalhar no Canadá: entrevista

Olivaldo é administrador de empresas e há 4 anos mora no Canadá, na cidade de Montreal. O profissional atua como gerente de negócios em uma multinacional no Canadá e nessa entrevista dá dicas para quem deseja trabalhar no Canadá e conta como é o estilo de vida de Montreal, uma cidade bilíngue.

Como foi o processo de decidir ir morar no Canadá?

Quando decidi vir para o Canadá não necessariamente tinha decidido morar no país. Em 2015 o Brasil estava no auge da crise financeira e eu morava no Rio de Janeiro. Na época eu era diretor comercial de uma empresa da Espanha. Os donos da empresa decidiram que o momento não era mais propício para investimentos no país.

Ao invés de sair a procura de outro emprego decidi que era o momento de investir em mim e decidi renovar os estudos da área que mais gosto, Marketing e Business, pois já tinha mais de 10 anos de formado. Como o país estava em crise, decidi ir para o exterior, pois além de voltar a estudar poderia aprimorar um outro idioma.

Pesquisei por alguns países como Austrália, Inglaterra, Estados Unidos e Canadá. Em uma feira de intercâmbio de estudos me interessei por Canadá e principalmente por Montreal por ser uma cidade bilíngue, pois além de aprimorar o inglês, poderia aprender o francês. Depois de algumas pesquisas sobre o país, comecei o planejamento e o projeto de estudar no exterior.

Como trabalhar no Canadá, formas de visto e salários.

Remessa online voucher

Quais os maiores desafios de morar no Canadá? Visto, clima, emprego, custo de vida?

Para quem decidi morar no Canadá, o primeiro desafio é encontrar o tipo certo de visto. O país oferece alguns programas de imigração bem estabelecidos sejam para estudo, trabalho ou para quem deseja investir no país. O desafio é que em qualquer um deles necessita um planejamento de tempo e financeiro.

Em algumas áreas de escassez de mão de obra no país há facilidades para imigração direto com uma oferta de trabalho, como por exemplo a área da Tecnologia da Informação. Escolhido o tipo certo de visto e chegado ao país, no meu caso em Montreal tive que escolher um dos idiomas falado para melhor adaptar a cidade.

Escolhi o inglês pois já tinha uma experiência anterior quando morei na Nova Zelândia. É mais difícil querer desenvolver os dois idiomas falado aqui, o inglês e o francês no mesmo tempo.

A minha estratégia foi primeiro desenvolver o inglês e depois o francês. Sem dúvida é o maior desafio, pois o aprendizado de um idioma requer muita disciplina, perseverança e investimento em tempo. Outro desafio pode ser o clima, há pessoas que não se adaptam com relação ao inverno daqui.

Morar fora: uma mala de roupa e um baú cheio de apostas.

No meu ponto de vista acho que depende de como você encara cada uma das estações. Eu procuro aproveitar ao máximo cada uma delas, do outono a primavera, passando pelo inverno até o verão. As estações aqui são bem definidas com diversas atividades para se fazer. Eu e minha mulher estamos bem adaptados e adoramos cada uma delas.

É comum encontrar amigos do sul do Brasil que dizem que sentiam mais frio no inverno de lá do que aqui. No Canadá tudo é muito bem estruturado para suportar o inverno de -20 C.

A província de Quebec tem o custo de vida mais ameno dentre as maiores províncias do Canadá quando comparamos com Ontario e British Columbia. Montreal recentemente esteve enquadrada com uma das melhores cidades para se viver para novos imigrantes.

O custo de vida teve um peso grande para a cidade ganhar esse título. O transporte público funciona muito bem. O metrô possui quatro grandes linhas, é fácil de manusear e atende bem grande parte da cidade. Das cidades que já passei, Montreal é a que melhor acolhe aos estudantes, muito devido também ao custo ameno de moradia comparado a outras grandes cidades do país, como Toronto e Vancouver.

Também pode te interessar: Canadá quer diversificar o número de estudantes internacionais.

Trabalhar no Canadá
O brasileiro Olivaldo Soares no Canadá.

Como é o mercado de trabalho para profissionais experientes brasileiros?

Depende muito do ramo de atuação. No campo da saúde por exemplo, o acesso é bem difícil e demorado, devido as normas impostas de validação dos diplomas. No meu caso, área do Business, requer uma maturação com relação a cultura do país.

É necessário aprender como redigir um currículo e uma carta de apresentação de acordo com os padrões daqui. Como o país recebe muitos trabalhadores, a experiência no país de origem acaba que não soma muitos pontos na hora de concorrer a uma vaga de trabalho. Por isso quando me perguntam sobre quando é hora certa para se investir em educação no exterior eu aconselho investir o quanto antes se tiver a opção de escolher.

Quais as suas dicas de planejando e de carreira para quem deseja trabalhar no Canadá?

Como disse depende bem da área de atuação. No Canadá a mão de obra técnica é mais valorizada do que no Brasil. No meu caso e no geral, sempre apostar e investir no idioma, nas relações humanas e na rede de networking.

O LinkedIn aqui funciona muito bem. Uma dica é conectar com profissionais que trabalham em empresas que o candidato almeja e pedir dicas de como é a atividade exercida.

Outra dica é estar muito bem preparado para a entrevista de emprego e passar confiança. O empregador sabe que talvez o inglês ou o francês não sejam sua língua maternal, mas passar confiança vai muito além de saber usar corretamente a gramática ou concordância verbal, por exemplo.

Para trabalhar no Canadá, os recrutadores gostam de analisar as habilidades dos candidatos separando as “Hard Skills” que são as habilidades mensuráveis, como por exemplo o domínio de um programa de computação ou habilidades financeiras, das “Soft Skills”, que são as habilidades comportamentais, como por exemplo habilidades de se socializar ou, por exemplo, de comunicação.

Profissões mais bem pagas no Canadá, veja a lista com os salários.

Trabalhar em Montreal
Montreal, Canadá.

Quais os desafios e vantagens de morar em uma cidade bilíngue como Montreal?

Com certeza existem mais vantagens do que desvantagens de morar em Montreal. Além de ser bilíngue, é uma cidade vibrante, jovem, com várias atrações públicas durante o ano. Tem as quatro estações do ano bem definidas que você pode aproveitar de formas diferentes.

É uma cidade segura, com estação viária pública de primeiro mundo abastecendo quase toda a cidade. Tem diversos festivais mundialmente famosos, como por exemplo o Jazz Festival Montreal, vários concertos de Rock, que já fui em alguns e sempre recomendo.

É a cidade onde reside o Circo D’Soleil, além de ser multicultural com pessoas de todos os lugares do planeta. É rica em gastronomia, perdendo apenas para New York em proporção de habitantes/restaurante. Famosa pelo desenvolvimento das indústrias de cinematografia, moda e é cidade das startups no Canadá. O maior desafio sem dúvida é conciliar os dois idiomas. O francês canadense tem suas peculiaridades e o aprendizado requer tempo e persistência.

Leia também: Morar fora: a gente aprende a ser daqui.

Quais as suas dicas para aprender inglês e francês para morar no Canadá? É necessário dominar os dois idiomas?

Sempre vai depender do campo de atuação. Mas no geral, se você quer uma maior integração com a sociedade, sim é necessário aprender os dois idiomas. A minha dica para quem está vindo sem nenhum dos idiomas, é primeiro escolher um que se sente mais cômodo e depois apostar no aprimoramento do outro.

Aqui em Montreal, existem as escolas de francisação do governo da província que ajuda financeiramente quem estiver disposto estudar francês “full time” ou “part time”. Escolhido o idioma, é necessário praticar. No início pode ser difícil mas o canadense é paciente nesse sentido e tenta ajudar na maioria das vezes.

Depois de quanto tempo é possível conseguir a residência permanente no Canadá?

Depende do programa escolhido. No meu caso que vim para estudar e acabei me interessando por residir, serão ao total 5 anos. 2,5 anos de estudo mais 2,5 anos aguardando pela residência. Enquanto a pessoa aguarda ao documento de RP a residência é temporária com visto de trabalho ou estudo.

Saiba como fazer o visto para morar no Canadá.

Quais as principais diferenças do dia-a-dia das empresas canadenses e brasileiras? Quais filosofias mais te surpreenderam? Como é trabalhar em um ambiente multicultural?

As empresas canadenses seguem um modelo de hierarquia diferente das empresas do Brasil. O fluxograma de hierarquia das empresas canadenses é mais horizontal enquanto no Brasil são mais verticais.

Os canadenses sem dúvida são mais formais que os brasileiros, isso faz com que exerça influência também dentro das empresas. A modalidade de trabalho é por hora, se recebe por hora trabalhada, devido a isso, sinto que aqui a hora trabalhada aqui é mais produtiva.

Não se trabalha depois ou antes do horário de expediente. Não existe 13° salário e na maioria das empresas o funcionário tem direito a 3 semanas de férias consecutivas ao invés de 4 no Brasil.

O Canadá é conhecido por legislação igualitária de direitos entre homens, mulheres, imigrantes e por isso se tem muito respeito com a opinião do outro. É difícil ver conversa entre funcionários nos corredores das empresas que não seja assuntos relacionados ao meio de trabalho.

Há um forte consenso de combate ao assédio dentro as empresas, por isso a opinião do próximo é ouvida, respeitada e levada em consideração. Trabalhar um em ambiente multicultural pode ser uma experiência bastante enriquecedora se sentido de troca de experiência e crescimento pessoal. Para mim, trabalhar em um ambiente multicultural é um dos principais motivos que me fez aceitar o convite de trabalhar no Canadá com equipes multidisciplinares e multicultural.

Conheça as 20 melhores empresas para trabalhar no Canadá.

livro morar fora claudio abdo

Qual a sua frase favorita/ditado e que todos deveriam conhecer?

Tenho algumas. Posso citar umas 3:

  • “To many of us are not living our dreams, because we are living our fears.” (Muitos de nós não estamos vivendo nossos sonhos, porque estamos vivendo nossos medos);
  • “Life is a journey, not a destination.” (A vida é uma jornada, não um destino);
  • “When everything seems to be going against you, remember that the airplane takes off against the wind, not with it.” (Quando tudo parecer estar indo contra você, lembre-se que o avião decola contra o vento, não a favor dele).

Quais os maiores aprendizados que você teve morando na Nova Zelândia e no Canadá?

Foram experiências diferentes, na Nova Zelândia fui em 2005/2006 para um intercâmbio para aprender inglês e foi a minha primeira experiência vivendo em um país fora do Brasil. Apesar de ter ficado quase um ano, não me senti inserido na sociedade Nova Zelandesa.

Na escola de inglês fiz amizades com pessoas do mundo todo, aquilo me fascinava. Fiz esportes radicais, aprendi a cozinhar (que hoje é uma atividade que me dá prazer), viajei por todo o país e acabei morando por 6 meses em uma pequena cidade que me encantou chamada Queenstown (a capital mundial dos esportes radicais).

Só voltei para o Brasil, isso em meados de 2006, pois uma headhunter que já me conhecia entrou em contato e apresentou uma oportunidade. Ela me disse que para dar certo eu precisava fazer uma entrevista pessoal com o diretor da empresa. Como a oportunidade era boa, decidi arriscar mais uma vez. Fui contratado logo depois que voltei para o Brasil.

Descubra o perfil de imigrante que o Canadá está buscando.

Hoje depois de 4 anos morando em Montreal, sinto que acertei na decisão da escolha do país e da cidade. Canadá e Montreal me fizeram enriquecer em vários aspectos. Os idiomas estão bem desenvolvidos, apesar de ainda estudar francês de noite, e tenho aprendido a cada dia mais com a sociedade canadense.

Existe uma frase aqui que é bem usada por eles que é “True Canadian” que quando eu cheguei não entendia muito bem e que ainda continuo aprendendo com eles. O True Canadian não se refere apenas em ser canadense, ou falar os dois idiomas oficiais do país, mas sim de compartilhar os valores e tradições da sociedade, entre eles a aceitação de outras culturas, religiões e orientação sexual que sempre estão entre os primeiros lugares como valores da sociedade.

O país também é conhecido por ter um bom sistema de saúde público, um sistema educacional e transporte públicos entre os melhores do mundo. O canadense em geral é famoso por ser gentil demais, é comum você andar na rua e ouvir a sorry, excuse, desole, que são desculpe e com licença a todo momento. A cada dia estou mais adaptado com a sociedade e já tenho incorporado na minha vida alguns dos seus principais valores.

Intercâmbio no Canadá, dicas para estudar inglês no país.

Biografia

Nascido em Goiânia, Olivaldo Soares tem formação em administração de empresas. Pós-graduado em Marketing pela Fundação Getúlio Vergas, MBA em Gestão de Negócios Imobiliários, formado em Business Management em Montreal, Canadá. Atuou no desenvolvimento imobiliário por 13 anos onde ocupou o posto de Diretor Comercial de uma multinacional da Espanha no Brasil. Devido ao trabalho morou em cidades como Goiânia, Brasília, Belo Horizonte, Ribeirão Preto e Rio de Janeiro. Atualmente atua como Gerente de Negócios no Canadá de uma multinacional responsável por unidades no Brasil, Estados Unidos, México e Alemanha.

*Dicas para economizar e Cupons Vagas pelo Mundo:

Para reservar seu seguro de viagem com desconto, acesse o nosso cupom de desconto do Seguros Promo, você pode comparar seguradoras e escolher a melhor cobertura.

Para fazer transferências internacionais de dinheiro, o Vagas pelo Mundo recomenda o site Remessa Online. Acesse o site e ganhe 10% de desconto em todas as suas transações utilizando o VOUCHER Remessa Online: vagaspelomundo.

Compre um chip internacional de celular antes mesmo de sair no Brasil. Acesse o site America Chip, ganhe 5% de desconto com o voucher: vagaspelomundo e receba em casa.

Para reservar hotéis com desconto, acesse o site Booking e pesquise as melhores opções de hospedagem.

Para obter descontos de até € 41,00 euros na sua hospedagem pelo Airbnb, acesse o nosso voucher de desconto.

Se você vai viajar e precisa alugar um carro, nós recomendamos o site Rentalcars, ele compara os preços de diversas locadoras e você consegue economizar bastante.



Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é jornalista, brasileira e mora no exterior há 5 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua há 14 anos na área de Jornalismo, produção de conteúdos, mídias sociais. Com seus textos, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos.

Um comentário em “Trabalhar no Canadá, executivo brasileiro dá dicas para morar e trabalhar em Montreal

  • 8 de janeiro de 2020 em 3:00 pm
    Permalink

    Gostava de falar com Olivaldo Soares sobre o Canadá, gostaria de entrar em contacto com ele para falarmos sobre o mercado de trabalho. Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *