O que você tem dito a você mesmo?

equilibrio interno
Foto: Peopleimages | Crédito: Getty Images

Reconhecer que precisamos nos tratar bem fará uma incrível diferença diante do equilíbrio interno.

Se você tem o desejo de morar fora ou já está fora do seu país de origem, a forma como você se trata faz toda diferença diante do seu equilíbrio emocional e paz interior. Por vezes somos tão cruéis com nossas dificuldades, limitações e imperfeições, que nos punimos das formas mais cruéis e exageradas.

Que possamos entender que o modo como lidamos com a gente mesmo pode fazer uma incrível diferença em nosso bem-estar e perseverança.


O que você tem dito a você mesmo?

A forma que nos tratamos é aprendida e adquirida ao longo do tempo, alguns fatores podem influenciar esse processo, como por exemplo o ambiente, a forma como fomos criados, o modo como nos trataram, as situações as quais nos expomos e tudo aquilo que permitimos.

Ciente disto tudo podemos imergir em uma reflexão profunda sobre tudo que vivemos e escolhemos viver, a melhor parte disso tudo é que podemos alterar a forma como nos tratamos, mas isso só é possível quando reconhecemos que o nosso presente e futuro podem ser diferentes

Aprenda como manter o equilíbrio emocional diante do confinamento.

Seja sincero com você e busque o equilíbrio interno

Qual foi a última vez que você fez um elogio para você mesmo diante do espelho? Quando se reconheceu como uma pessoa inteligente, esperta e corajosa? Quando foi a última vez que se perdoou por um erro? Se recorda do dia que se deu um tempo?

Lembra quando foi a vez que se poupou se estresse? Faz tempo que não respeita suas limitações? Já disse a você mesmo que está tudo bem você não estar sempre bem? Essas perguntas são poderosas e nos lembram que sim, precisamos nos tratar melhor. Estar fora de casa não é nada fácil e se dificultarmos esse processo ainda mais, talvez possamos desistir no meio do caminho. 

Chegou a hora de nos tratarmos como merecemos e reconquistar o equilíbrio interno novamente. Para conquistarmos esse realinhamento precisamos conhecer as formas que nos tratamos mal e transmutá-las, aí conseguiremos viver o que de fato está reservado para nós. Seja sincero com você mesmo e respeite a sua história aonde quer que vá!

*Caso você deseje me acompanhar pelas redes sociais, sugerir novos conteúdos e conferir mais dicas como essas, acesse o meu Instagram. Fale comigo também pelo WhatsApp.

Leia também: Quando não puder mudar a sua realidade, altere sua perspectiva.

Ouça também o meu Podcast Relacione-se, disponível no Spotify:

Vitor Luz

Vitor Luz possui formação em Jornalismo e Psicologia e ao longo da sua trajetória profissional pode se dedicar a busca de novos conhecimentos e fez uma formação em Inner Vision, Programação Neurolinguística – PNL e Certificação Internacional em Master Coaching Mentoring e Holomentoring – ISOR. Atualmente mora na cidade do Porto em Portugal para fazer um Mestrado em Psicologia, na área da Psicogerontologia. Enquanto Psicólogo Nômade Digital realiza atendimento online para brasileiros espalhados pelo mundo, os auxiliando a lidar com a saudade, medo, solidão, desilusões amorosas, relacionamentos afetivos e transição de carreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *