Será que ainda faz sentido morar no exterior?

ainda faz sentido morar no exterior
Foto: Julia Avamotive – Pexels.

Com tantas mudanças ao redor do mundo morar fora pode ser um sonho ou pesadelo e tudo isso vai depender como você encara sua realidade. Será que ainda faz sentido morar no exterior?

Se tem uma coisa a qual devemos ter bastante atenção é a nossa forma de interpretar a nossa realidade. A diferença entre a ilusão e a realidade pode ser distorcida se não tivermos clareza, sabedoria, visão ampliada e poucos recursos vivenciais.

Isso significa que para enxergarmos a nossa realidade no aqui e no agora precisamos nos distanciar de tudo aquilo que compromete a nossa razão e abala as nossas emoções. Desta forma realinharemos ao nosso equilíbrio interno e aí sim poderemos retomar o nosso poder de decisão com assertividade e inteligência. 


Será que ainda faz sentido morar no exterior?

Muitos imigrantes estão fora de seus países se fazendo os mesmos questionamentos: “será que ainda vale a pena passar por tudo isso…”, “será que todo esse esforço ainda vale a pena…”, “se eu voltar para casa tudo pode ser muito mais fácil…”.

Pensamos como esses vem e vão em nossa mente, nos consumindo e nos tirando do eixo. Afinal de contas quando olhamos para os lados constatamos o quanto a vida está difícil, percebemos nossos amigos e conhecidos regressando para suas terras e essa sensação de solidão pode ser fatal para nosso senso de pertencimento, colocando em risco o nosso sonho de morar fora.

Talvez você seja essa pessoa que está pensando em desistir, em largar tudo e retornar para sua terra natal, e gostaria de te dizer que está tudo bem voltar para casa. Mas antes de tomar essa decisão certifique-se que já viveu tudo que precisava e que cumpriu o seu objetivo estabelecido lá no passado.

Essa não é uma conversa sobre satisfação para os outros ou o que todos irão pensar com o seu regresso, mas sim sobre como você vai se encarar. Certamente esse momento difícil o qual você está passando não foi o primeiro e lhe garanto que não será o último, mas a forma como você escolhe lidar com isso fará toda a diferença. 

Como avaliar se chegou o momento de voltar para casa?

Lá de longe parece fácil

Existe a ilusão que morar no exterior pode oferecer uma vida fácil, trabalhos inspiradores, qualidade de vida e uma vida mais tranquila. Por vezes partimos do nosso país de origem buscando viver a experiência que outras pessoas compartilharam e após imigrarmos nos deparamos com a realidade, nos sentimos sozinhos, distantes de tudo aquilo que faz sentido e por vezes podemos até nos arrependermos.

Caso esse esteja sendo seu caso, gostaria de te dizer que essa realidade pode ser transformada e que nenhum problema o qual você esteja passando não tem solução. Tudo pode ser resolvido, de uma forma ou de outro o que precisamos é focar na solução, nos engajarmos na resolução e acreditarmos que podemos viver dias inspiradores.

Saia do plano das ideias e se conecte ao seu poder de realização.

Dificuldade em mudar

Talvez tudo isso pode ser utópico para você, mas te convido a refletir sobre essas palavras. Às vezes parece que nenhuma solução que as pessoas nos oferecem serve para nós. Por vezes estamos tão apegados ao que acreditamos que temos dificuldade em flexibilizar e apostar em algo diferente.

Estamos tão acostumados a ser como somos, que nada diferente disso nos convence e talvez o perigo more aí, na descrença em fazer algo novo, diferente e inspirador. 

Desse modo, chegou o momento de encararmos a vida de frente, de cabeça erguida e lembrando de quem somos. Se você se desenvolvia na sua terra natal, o que te impede de se desenvolver ainda mais neste país em que se encontra, onde talvez as condições sejam mais favoráveis para seu desenvolvimento.

Pare de olhar para o passado como se ele fosse se materializar novamente, ele já passou e não voltará.

Pense de ainda faz sentido morar no exterior e foque no seu presente para que seu futuro tão sonhado seja construído. Não deixe a vida lhe levar, aprenda a conduzir o seu próprio barco, talvez se dê conta que não existe mais ninguém nele, apenas você!

Leia também: Morar fora: se eu já pensei em desistir?, um texto de Cláudio Abdo.

*Caso você deseje me acompanhar pelas redes sociais, sugerir novos conteúdos e conferir mais dicas como essas, acesse o meu Instagram. Fale comigo também pelo WhatsApp.

Vitor Luz

Vitor Luz possui formação em Jornalismo e Psicologia e ao longo da sua trajetória profissional pode se dedicar a busca de novos conhecimentos e fez uma formação em Inner Vision, Programação Neurolinguística – PNL e Certificação Internacional em Master Coaching Mentoring e Holomentoring – ISOR. Atualmente mora na cidade do Porto em Portugal para fazer um Mestrado em Psicologia, na área da Psicogerontologia. Enquanto Psicólogo Nômade Digital realiza atendimento online para brasileiros espalhados pelo mundo, os auxiliando a lidar com a saudade, medo, solidão, desilusões amorosas, relacionamentos afetivos e transição de carreira.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *