6 companhias aéreas mais seguras para viajar durante a pandemia

companhias aéreas mais seguras na pandemia
Foto: Twitter airBaltic.

Conheça o ranking com as companhias aéreas mais seguras para viajar durante a pandemia.

A pandemia fez todo o mundo perder a prática em viajar, especialmente de avião. Apesar dos programas de vacinação em massa em todo o mundo ganharem ritmo e na Europa alguns países já estejam falando em feriados e férias de verão sem quarentena, a perspectiva de viajar para o exterior ainda parece remota para a maioria das pessoas. Desse modo, o setor de turismo ainda deve amargar perdas, mas muitas companhias estão investindo e se tornando mais seguras para viajar.


Companhias aéreas mais seguras para viajar durante a pandemia

Embora muitas companhias aéreas tenham revisado seus horários ou suspendido algumas de suas aeronaves e frotas devido ao impacto contínuo do coronavírus, ainda há voos operando em todo o mundo durante a pandemia. Em parte, é essa experiência de manter suas aeronaves no ar que levou muitas companhias aéreas a desenvolver e adotar medidas de segurança rigorosas para limitar a potencial disseminação do vírus.

E, mais importante, fazer com que o público viajante se sinta seguro e à vontade o suficiente para desfrutar de voar novamente num futuro próximo.

Você viu? Europa vai dar 60 mil passagens de trem gratuitas para viagens.

Como as companhias aéreas estão se virando durante a pandemia?

Realizando pesquisas aprofundadas no local para acessar exatamente isso, a agência de classificação de transporte aéreo Skytrax introduziu a primeira – e até agora única – acreditação de segurança para a COVID-19, que está se tornando uma referência no setor. Veja abaixo o que a Skytrax buscou e como fez para classificar as companhias aéreas mais seguras para viajar durante a pandemia.

Não perca: passaportes mais poderosos do mundo em 2021 (atualizado).

Como as companhias aéreas estão mantendo os passageiros seguros no céu?

Ficar perto de outras 300 pessoas em um vôo médio de longa distância (ou mesmo até 644 passageiros em um Airbus A380) durante uma pandemia global é o suficiente para deixar até mesmo os mais corajosos de nós nervosos. Parte de nos mantermos seguros no ar é inerente ao design das aeronaves modernas.

Os motores do avião ajudam a bombear ar fresco de fora para reciclar e substituir o ar viciado dentro da cabine a cada dois ou três minutos, o que significa que há um novo fornecimento de ar fresco cerca de 20 vezes a cada hora, em média. Aeronaves modernas também são equipadas com filtros semelhantes aos de hospitais, que ajudam a limpar o ar de partículas tão diminutas quanto o de COVID-19, tornando-se indiscutivelmente um dos lugares mais seguros para se estar.

Voos do Brasil para Portugal: país europeu suspende restrições para brasileiros que viajam para fins essenciais.

Novos protocolos adotados

Deixando o projeto da aeronave de lado, as companhias aéreas também adotaram certos protocolos de bordo como parte da nova rotina de voo, incluindo o uso obrigatório de máscara, bloqueio de assentos intermediários e fornecimento de kits higiênicos para uso durante o voo.

Obviamente, as medidas de segurança não estão em vigor apenas a bordo do seu voo. Eles geralmente começam no momento em que você põe os pés do lado de fora do edifício do terminal na maioria dos aeroportos. São essas medidas, também, que a Skytrax tem demonstrado grande interesse quando se trata de acessar a segurança dos passageiros.

Turismo na Albânia: país invisível quer se tornar um campeão do turismo.

Avaliação das companhias aéreas

A Skytrax – que também premia empresas anualmente pela qualidade do serviço prestado pelas companhias aéreas e aeroportos – realizou auditorias de duas semanas nas principais companhias aéreas para examinar mais de 190 diferentes medidas de higiene e segurança. As classificações baseiam-se na consistência com que cada companhia aérea seguiu suas próprias medidas e na eficácia de cada protocolo de saúde e segurança que introduziu desde o início da pandemia.

Isso inclui o uso de telas de proteção e EPI (Equipamento de Proteção Individual) pelos funcionários do aeroporto e a bordo dos voos, medidas de distanciamento social, sinalização clara, disponibilidade de desinfetante para as mãos e máscaras de reposição, limpeza, etc. Ao todo, mais de 40 companhias aéreas foram analisadas pela Skytrax até agora ou estão aguardando sua certificação final.

Leia mais: Itália lança trem de alta velocidade entre Roma a Milão “sem COVID”.

Quais as companhias aéreas mais seguras para viajar durante a pandemia receberam classificações de 5 estrelas?

Até agora, apenas seis companhias aéreas foram premiadas com uma classificação de segurança de 5 estrelas após serem auditadas pela Skytrax. Confira abaixo a lista:

airBaltic

A única companhia aérea europeia a receber uma classificação de 5 estrelas, a airBaltic também foi a primeira a ser credenciada pela Skytrax em janeiro de 2021. A companhia aérea foi elogiada em particular por seu uso a bordo de testes de ATP – um teste rápido realizado por uma máquina que coleta microorganismos – e seu rigoroso regime de limpeza pré-voo.

Japan Airlines (JAL)

Além dos procedimentos de higiene adotados universalmente, a JAL foi elogiada principalmente por seu uso inovador de tecnologia para reduzir o risco de propagação do vírus. Isso inclui o uso de robôs em aeroportos como assistentes de atendimento ao cliente, fornecendo informações de voo e a implementação de tecnologia sem toque para check-in e para a entrega da bagagem.

Fiji Airways

A Fiji Airways é a última companhia aérea a receber sua classificação de 5 estrelas e a primeira na região da Oceânia. Além da franquia de bagagem de mão simplificada para reduzir o congestionamento no avião, a companhia aérea também mudou a forma como eles embarcam e desembarcam de passageiros e apresenta um procedimento robusto de limpeza de aeronaves usando luz ultravioleta.

Qatar Airways

A primeira empresa aérea de longo curso a receber seu credenciamento em janeiro de 2021, a Qatar Airways foi aplaudida por medidas como fornecer aos passageiros viseiras gratuitas para usar durante o voo. A companhia aérea também foi elogiada por não ter deixado escapar o padrão de experiência a bordo, mantendo um serviço completo de refeições, por exemplo, apesar das rigorosas medidas de segurança.

Oman Air

Essa companhia aérea do Golfo Pérsico aproveitou a desaceleração das viagens aéreas para examinar mais de perto a saúde e a segurança. Entre os muitos procedimentos implementados desde a retomada dos voos em outubro de 2020, a Oman Air foi elogiada por sua equipe usar EPI completo (incluindo batas descartáveis ​​e óculos de proteção) em todos os voos. Bem como o uso de testes de ATP para garantir que a limpeza seja eficaz para evitar a propagação do vírus.

ANA All Nippon Airways

A ANA foi a primeira companhia aérea asiática a ser certificada com uma classificação de 5 estrelas, mas desde então juntou-se a outra transportadora japonesa, a JAL. Uma das medidas de destaque destacadas em sua auditoria Skytrax foi seu novo sistema de embarque, que viu os passageiros sentados nas janelas começando na parte traseira do avião a embarcar primeiro.

Outras companhias aéreas seguras para viajar durante a pandemia

Muitas das companhias aéreas mais reconhecidas do mundo receberam uma classificação de 4 estrelas, que é boa, mas ligeiramente inferior. É aqui que se encontram a maioria das grandes companhias aéreas europeias, incluindo British Airways, Lufthansa, Air France, KLM, Iberia, easyJet e Ryanair.

Outras companhias aéreas europeias a fazer a classificação foram Aegean Airlines, Vueling Airlines e TAP Portugal. A Emirates e a Turkish Airlines, ambas as empresas usadas para transitar em rotas de longa distância por meio de seus hubs em Dubai e Istambul, respectivamente, também receberam classificações de 4 estrelas.

Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é uma jornalista brasileira que mora no exterior há 7 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua na área de Jornalismo, produção de conteúdos e mídias sociais. Com seu trabalho, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *