Metrô do Porto: 7 novas linhas e 36 estações serão construídas

metro do Porto
Foto: Computerworld

Confira tudo sobre a expansão do metrô do Porto, em Portugal, as novas linhas e estações.

O metrô do Porto vai ter mais sete linhas e 36 estações e a expansão da rede na cidade portuguesa contará com um investimento de aproximadamente 1,3 bilhões de euros. O projeto já recebeu aprovação do Governo de Portugal e da Comissão Europeia e as obras devem durar 10 anos.


Metrô do Porto: 7 novas linhas e 36 estações serão construídas

A cidade do Porto tem aproximadamente 250 mil habitantes, porém sua região metropolitana conta com 1,7 milhões de moradores. Sendo assim, uma rede de metrô eficiente faz toda a diferença na mobilidade urbana e o metrô do Porto, ainda que conte com uma rede pequena, auxilia na movimentação das pessoas.

Sendo assim, expandir a rede de Metrô do Porto é fundamental. Por isso, novas obras foram anunciadas e a rede deverá ter mais sete linhas e 36 novas estações. A primeira fase do projeto já foi aprovada pelo governo português e pela Comissão Europeia. De acordo com a “Rádio Renascença”, o governo de Portugal recebeu um relatório com um um estudo de viabilidade das obras.

Leia também: conheça os erros mais comuns de brasileiros na primeira viagem de trem pela Europa.

Investimento

Ainda de acordo com a Rádio Renascença, o investimento previsto na obra de expansão da rede de metrô do Porto é de 1,3 bilhões de euros. O tempo de execução da construção deve ser de 10 anos e contará com sete novas linhas e 36 estações.

Saiba mais: como é viajar de trem em Portugal.

Novas linhas e estações

Metro Porto Portugal
Foto: Porto – Guia de viagem e turismo em Porto.

Está prevista a construção de uma segunda linha em Vila Nova de Gaia, mas também a Linha da Boavista, a Linha da Maia, Linha de São Mamede em Matosinhos. Esta última fará a ligação com o Hospital de São João e também serão criadas a Linha de Gondomar e a Linha Casa da Música.

De acordo com o presidente da Área Metropolitana do Porto e que também é autarca de Vila Nova de Gaia, a segunda linha de Gaia precisa da construção de uma ponte até o Campo Alegre. A ligação permitirá o entroncamento com as linhas de trem.

Leia também: primeiro Museu do Holocausto da Península Ibérica será inaugurado no Porto.

Linhas “esquecidas” e que serão retomadas

Além das novas linhas, outras que estavam esquecidas devem ser retomadas. O estudo realizado pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto mostra que em alguns casos o metrô serve de solução, em outros uma mescla entre metrô e MetroBus, um modelo de trens que utiliza pneus. Dessa maneira a ideia é criar uma rede metropolitana de transportes públicos mais ágil e integrada.

Veja também: principais empregos em 2021 segundo o LinkedIn.

Metrô do Porto: obras que já iniciaram

No final do mês de novembro de 2020 foi anunciada a expansão da linha amarela do metrô do Porto. A obra, que vinha sendo adiada há meses, vai começar e o contrato com a empreiteira já foi assinado. O valor inicial previsto é de quase 100 milhões de euros e a construção deve durar até o fim de 2023.

A obra na linha amarela vai acrescentar três quilômetros no traçado existente e vai ligar Santo Ovídio a Vila d’Este. Além disso, vai reforçar a área de cobertura do metrô do Porto em Vila Nova de Gaia. O início dos trabalhos depende agora da aprovação do Tribunal de Contas.

No fim de 2020 também foi assinado o contrato de construção da linha rosa, um projeto de mais de 300 milhões de euros. Ela será formada por quatro estações e cerca de três quilômetros de via, ligando São Bento/Praça da Liberdade à Casa da Música, servindo o Hospital de Santo António, o Pavilhão Rosa Mota, o Centro Materno-Infantil, a Praça de Galiza e as faculdades do polo do Campo Alegre.

Veja mais: conheça as viagens de trem mais bonitas do mundo.

Sobre o Metrô do Porto

O Metrô do Porto transporta, anualmente, 71,5 milhões de pessoas e conta com um rede de 67 quilômetros. Com seis linhas, a rede serve sete municípios e tem 82 estações e destas, 14 são subterrâneas. Acesse o site do Metrô do Porto e saiba mais sobre o sistema.

*Ouça também o Podcast Partiu Morar Fora:

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação, faz Doutorado em Estudos de Comunicação. Apaixonado por rock and roll, conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *