Países que brasileiros podem viajar

Países que brasileiros podem entrar
Foto: Road Affair.

Com as restrições voltando por conta da pandemia em diversos países, descobrimos os países que brasileiros podem viajar. Confira!

Muitos países estão apertando as restrições de entrada e saída por conta de uma segunda da onda pandemia de COVD-19. Sendo assim, se você está pensando ou precisa fazer uma viagem, veja os países que brasileiros podem viajar e quais são as regras em vigor.


Aumento de casos = mais restrições

É fato que os casos de COVID-19 noticiados vêm aumentando em diversos países. Na Europa, por exemplo, países como Portugal, Espanha e Itália estão a cada dia implementando mais restrições de viagem. Contudo, a cada dia as regras mudam e fica difícil saber para quais países os brasileiros podem viajar.

Além disso e de 2020 estar sendo um ano terrivelmente atípico para quem curte uma viagem por conta da pandemia, é preciso ter em conta a desvalorização do real. A moeda brasileira perdeu muito valor frente a outras como o Dólar, o Euro e a Libra Esterlina e isso têm dificultado ainda mais a vida de quem gosta e precisa viajar.

Leia também: Pesquisa: 54% dos europeus planejam viajar dentro da União Europeia nos próximos 6 meses.

Restrições e países que brasileiros podem viajar

Grande parte dos principais destinos internacionais está com a entrada condicionada e com regras de vigilância mais apertadas. Além disso, parece cada vez mais distante a possibilidade de mudança, principalmente nos países do Hemisfério Norte onde os meses de frio se avizinham e os casos de COVID-19 estão aumentando.

União Europeia

A União Europeia, composta por 27 países-membros, criou uma plataforma onde atualiza frequentemente as informações de viagem na Europa. Infelizmente, dos países que fazem parte da lista de entrada condicionada na União Europeia, o Brasil não aparece.

Sendo assim, os países que brasileiros podem viajar na União Europeia só aceitam os cidadãos provenientes do Brasil se estes tiverem dupla cidadania europeia ou tenham um documento válido que comprove a residência legal na Europa. Dessa maneira, a regra é aplicada para os 27 países-membros, incluindo os destinos preferenciais dos brasileiros como Espanha, Portugal, Itália e França.

Outras exceções se aplicam e as pessoas que estejam em trânsito (irão fazer somente escala em algum país da União Europeia) ou que viajam para estudar e estão com todos os documentos comprovativos também terão a entrada autorizada. Contudo, vale ressaltar que em muitos países está sendo exigida uma quarentena de 14 dias.

De acordo com o site da Comissão Europeia, as medidas excepcionais de entrada nos países da União Europeia se aplicam aos “profissionais de saúde e de atendimento a idosos e pesquisadores de saúde”, mas também aos “passageiros que viajem por motivos familiares imperativos”.

Além disso, os “trabalhadores altamente qualificados de países terceiros, se o seu trabalho for necessário do ponto de vista econômico e não puder ser adiado nem executado no estrangeiro” também estão previamente autorizados. Importante ressaltar que os brasileiros podem viajar nestas condições, porém precisam apresentar documentação comprovativa no país de chegada.

No site da Comissão Europeia está disponibilizada a lista completa de países e todas as atualizações.

Veja também: Turismo rural em Portugal: como se hospedar nas casinhas do Hobbit.

Brasileiros podem viajar para o Reino Unido?

Viagem brasileiros pandemia
Foto: Smater Travel.

Desde o mês de janeiro de 2020 que o Reino Unido não faz mais parte da União Europeia. Sendo assim, as autoridades de controle de fronteira do país exigem que os todos os viajantes, mesmo em trânsito, devem preencher o formulário disponibilizado online de maneira individual.

Para os menores de idade (18 anos), é exigido que eles sejam incluídos no formulário preenchido pelo adulto responsável. Entretanto, a principal exigência é que ambos cheguem e saiam do Reino Unido juntos e também que estejam hospedados no mesmo endereço enquanto estiverem no país.

O formulário disponibilizado pelas autoridades inglesas precisa ser devidamente preenchido com uma antecedência máxima de 48 horas da chegada ao Reino Unido. Para quem vem do Brasil, é obrigatória a quarentena de 14 dias.

Apesar de todas as regras, algumas empresas aéreas não estão permitindo o embarque de turistas brasileiros. Por isso, se você está com viagem marcada para o Reino Unido, a melhor coisa a fazer é contactar a companhia aérea com antecedência antes mesmo de comprar as passagens. Aproveite e acesse o site do Governo do Reino Unido com todas as informações de viagem.

Veja também: Chocolate Lindt inaugura o maior museu de chocolate do mundo.

Austrália

A Austrália não está na lista dos países que brasileiros podem viajar e as fronteiras do país estão oficialmente fechadas. De acordo com o site do Governo da Austrália, somente podem viajar para a Austrália os cidadãos australianos, os moradores, os membros imediatos da família e os viajantes que estiveram na Nova Zelândia nos últimos 14 dias. Outras informações podem ser consultadas no site do Departamento de Assuntos Internos australiano.

O país adotou medidas restritivas e desde 27 de março de 2020, nenhum navio de cruzeiro de bandeira estrangeira pode entrar em águas australianas (com exceções limitadas). Desse modo, a proibição dos navios de cruzeiro está em vigor até 17 de dezembro de 2020, mas poderá ser estendida.

É exigido das pessoas que chegam à Austrália o processo de quarentena por 14 dias, porém poder ainda ter que cumprir outras restrições de viagem de estado e território.

Japão

Brasileiros e cidadãos de quase 160 países estão proibidos de entrarem no Japão. As proibições e regras podem ser acessadas no site do Governo do Japão.

Estados Unidos

Atualmente os Estados Unidos são o país com o maior número de casos e mortos por COVID-19. Por isso, estão em vigor diversas restrições para turistas internacionais. Há aproximadamente um mês o governo americanos anunciou que tinha retirado as restrições dos voos provenientes de alguns países, incluindo o Brasil.

Entretanto, na prática existem restrições e proibição de entrada dos estrangeiros que estiveram no Brasil por 14 dias antes de entrar nos EUA. Porém, possuem entrada irrestrita os cidadãos americanos, os residentes permanentes legais que sejam portadores do green card, os familiares imediatos de cidadãos norte-americanos e algumas categorias específicas.

De ressaltar que os estudantes continuam com restrições e não foram dispensados das regras impostas pelo governo americano. Todas as informações estão disponíveis no site do Governo dos Estados Unidos.

Veja também: Mais pessoas voando: EUA tem mais de 1 milhão de passageiros diários desde o início da pandemia.

Chile e Argentina

Os brasileiros podem viajar para o Chile somente se forem residentes ou possuírem dupla cidadania. De maneira geral, em princípio as fronteiras do Chile estão fechadas para estrangeiros e não-residentes até hoje (26 de outubro). Contudo, as pessoas que entrarem no Chile precisam cumprir a quarentena obrigatória de 14 dias.

As regras na Argentina são iguais às do Chile, porém a partir de novembro as fronteiras serão reabertas para cidadãos de países vizinhos incluindo o Brasil. Entretanto, as fronteiras terrestres estão fechadas e a entrada só é autorizada por via aérea no Aeroporto de Ezeiza e marítima no porto de Buenos Aires. Não é exigida quarentena.

Conheça quais são os países mais seguros do mundo para morar fora.

Países que brasileiros podem viajar

Existem países que brasileiros podem viajar para fazer turismo sem restrições. Entre eles estão o México, a Sérvia e a Turquia. Para a entrada no México o governo local exige apenas o preenchimento de um formulário online.

No caso da Sérvia, dos turistas provenientes do Brasil não é exigido teste nem isolamento. Contudo, existe exceção para quem chega da Croácia, Bulgária, Macedônia do Norte ou Romênia. No caso da Turquia, a entrada é permitida, mas é feita uma triagem médica pelos oficiais de fronteira.

Outros países que brasileiros podem viajar como turistas sem grandes problemas, desde que apresentem o teste negativo de COVID-19 são o Equador e a Colômbia na América do Sul, a Bósnia e Herzegovina e a Ucrânia na Europa.

A Coreia do Sul é também um dos países que brasileiros podem viajar na Ásia, porém é necessário fazer o teste de COVID-19 e quarentena de 14 dias. Em alguns países africanos como o Egito é exigido o teste de COVID-19 e um seguro de saúde, porém o turismo está limitado e condicionado em somente três províncias do litoral do país e alguns resorts.

livro morar fora claudio abdo

*Cupons de desconto Vagas pelo Mundo:

Ganhe descontos de até € 41,00 euros na sua hospedagem pelo Airbnb, acesse o nosso voucher de desconto (válido para todos os países do mundo).

Para reservar seu seguro de viagem com desconto, acesse o nosso cupom de desconto do Seguros Promo, você pode comparar seguradoras e escolher a melhor cobertura.

Aproveite para comprar passagens aéreas com preços promocionais pelo site Passagens Promo e economize mais de 35% para viajar pelo Brasil ou para o exterior.

Compre um chip internacional de celular antes mesmo de sair no Brasil. Acesse o site America Chip, ganhe 5% de desconto com o voucher: vagaspelomundo e receba em casa.

Para reservar hotéis com desconto, acesse o site Booking e pesquise as melhores opções de hospedagem.

Se você vai viajar e precisa alugar um carro, nós recomendamos o site Rentalcars, ele compara os preços de diversas locadoras e você consegue economizar bastante.

Amanda Corrêa

Amanda Corrêa é jornalista brasileira e mora no exterior há 6 anos. Possui Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho (Braga, Portugal). Morou na Inglaterra e atualmente reside em Portugal. Atua há 15 anos na área de Jornalismo, produção de conteúdos, mídias sociais. Com seus textos, ajuda brasileiros e estrangeiros a morarem fora do país e realizarem seus sonhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *