Quarentena na Suíça: país não vai exigir isolamento para vacinados

Quarentena na Suíça
Foto: Reprodução Studying in Switzerland

A quarentena na Suíça foi abolida para vacinados e pessoas que se recuperaram da COVID-19. Saiba mais!

O Conselho Federal Suíço sugeriu ao governo que pare de aplicar a quarentena de entrada para pessoas que foram vacinadas contra COVID-19 nos próximos seis meses, como parte da finalização da quarta rodada de suspensão das restrições ao Coronavírus. De acordo com um comunicado do Conselho Federal, as pessoas que se recuperaram do vírus também estão isentas da quarentena de viagens por um período de seis meses.


Quarentena na Suíça: país europeu não vai exigir isolamento para vacinados

O Conselho Federal Suíço publicou um comunicado de imprensa que diz:

Sem quarentena para aqueles já vacinados ou recuperados de COVID: pessoas que se recuperaram do COVID estão isentas de contato e quarentena de viagem por um período de seis meses. Dado que as pessoas vacinadas não podem transmitir o vírus de forma relevante, elas também estão agora isentas de contato e quarentena de viagem por um período de seis meses, bem como da obrigação de serem testadas e fornecer detalhes de contato na chegada à Suíça, desde que tenham sido totalmente vacinados com uma vacina aprovada na Suíça ou pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA). Pessoas menores de 16 anos também estão isentas da quarentena de viagem e da obrigação de fazer o teste na chegada à Suíça. As isenções da quarentena de viagens e a exigência de teste não se aplicam a pessoas que foram vacinadas ou que se recuperaram de COVID que chegam de países com variantes de vírus de grande preocupação.

Conselho Federal Suíço — Comunicado de imprensa

Assim como vários países da União Europeia, a Suíça reconhece apenas as vacinas Pfizer, Moderna, AstraZeneca e Johnson & Johnson COVID-19, autorizadas pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA). Por outro lado, a regra de entrada livre de restrições não se aplica a viajantes vindos de países com preocupações significativas sobre as novas variantes do vírus, mesmo que tenham sido vacinados.

Leia mais: turistas vacinados poderão entrar na Espanha a partir de junho.

Levantamento das restrições na Suíça

Como em maio foram retiradas mais restrições do que o planejado inicialmente, a Suíça agora pretende ter apenas mais uma rodada de reabertura antes das férias de verão. Com o apoio dos cantões (equivalente aos estados brasileiros), o próximo pacote de medidas para amenizar as restrições está previsto para acontecer no dia 11 de junho, quando a decisão será tomada nos dias 23 ou 30 de junho. As novas regras determinadas entrarão em vigor a partir de 1º de julho.

O primeiro passo para o levantamento das restrições será permitir que os eventos piloto sejam organizados a partir de 1º de junho. Um máximo de 600 pessoas poderão participar dos eventos indoor, enquanto os eventos ao ar livre terão permissão para hospedar até 1.000 pessoas. Cada cantão suíço pode organizar cinco em vez de três eventos piloto, e a exigência do uso de máscara facial será suspensa para estadias ao ar livre.

Veja também: reabertura da Disneyland Paris será em junho com novos brinquedos e um novo hotel.

Organização das etapas e quarentena na Suíça

Se a primeira etapa for bem-sucedida, a Suíça deve prosseguir com a segunda etapa do levantamento das restrições, permitindo que eventos internos de grande escala sejam realizados a partir de 1º de julho. A capacidade máxima das pessoas será de 3.000, enquanto os eventos ao ar livre organizados de forma socialmente aceitável para distanciamento permitirão 5.000 pessoas.

Outros eventos ao ar livre, como festivais, terão permissão para hospedar 3.000 pessoas, que deverão usar máscara. E a terceira etapa está prevista para permitir eventos de grande porte a partir de 20 de agosto, com até 10.000 participantes.

Não haverá capacidade, espectador ou outras restrições, e espera-se que ocorra assim que todas as pessoas que desejam receber as vacinas recebam as duas doses. Na semana passada, o Conselho Federal revelou que estava planejando abolir os requisitos de quarentena para viajantes vacinados e aqueles que se recuperaram do COVID-19. Os dados mais recentes do Worldometers mostram que há 39.252 casos ativos de COVID-19 na Suíça, 10.796 mortes e 641.078 pessoas se recuperaram do vírus.

Conheça também o nosso canal do Youtube! Vários vídeos novos por semana:

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *