Mudanças no Express Entry: Canadá planeja grandes alterações no sistema

mudanças no Express Entry
Foto: Syndesus.

Entre as grandes mudanças no Express Entry é que elas permitiriam ao ministro da imigração convidar candidatos com base em uma meta econômica. Saiba mais!

O governo canadense está planejando mudanças no sistema Express Entry, o que permitiria ao ministro da imigração convidar candidatos com base em uma meta econômica. As mudanças no Express Entry do Canadá são impactantes, pois o sistema é o principal para quem pretende imigrar para o Canadá. Veja tudo a seguir.


Mudanças no Express Entry no Canadá

A informação foi publicada pelo portal de notícias CIC News. De acordo com a publicação, Aiden Strickland, porta-voz do ministro da Imigração, disse em um e-mail enviado ao CIC News que essas mudanças propostas melhorarão a capacidade do Canadá de selecionar candidatos que correspondam às suas necessidades econômicas.

Para Aiden Strickland, “através de nosso crescente grupo de candidatos que buscam se tornar residentes permanentes, isso permitirá que o IRCC realize sorteios direcionados para selecionar aqueles na fila que possuem certas habilidades linguísticas ou qualificações em saúde, para citar alguns exemplos”, escreveu Strickland. “Isso será essencial para lidar com a escassez de mão de obra do Canadá”.

Morar e estudar no Canadá: veja como obter uma permissão de estudo no país.

Foco na meta econômica

As mudanças estão sendo discutidas no parlamento canadense. No dia 19 de maio, Philip Somogyvari da Immigration, Refugees and Citizenship Canada (IRCC) apresentou as mudanças propostas ao Comitê Permanente de Imigração e Cidadania, um comitê de funcionários eleitos que estuda assuntos relacionados à imigração canadense.

Philip Somogyvari, que é diretor geral do IRCC (Immigration, Refugees and Citizenship Canada), explicou que as emendas autorizariam o ministro da imigração a convidar candidatos do Express Entry em uma nova base, que apoiaria uma meta econômica identificada pelo ministro.

“Os requisitos de elegibilidade para ser membro de uma categoria seriam estabelecidos pelo ministro e poderiam ser baseados em fatores como experiência de trabalho, formação educacional ou habilidades linguísticas”, disse Somogyvari.

“Por exemplo, se houvesse o desejo de alavancar a imigração para apoiar o crescimento do setor de tecnologia do Canadá, uma categoria de candidatos do Express Entry seria criada com base em critérios como a posse de experiência de trabalho em sua ocupação do setor e/ou a posse de uma credencial educacional relacionada. Os convites poderiam então ser emitidos para os candidatos mais bem classificados nessa categoria”.

Imigrar para o Canadá: novos valores das taxas para residência.

Sorteios com objetivo econômico

Os detalhes do sorteio, incluindo os critérios de elegibilidade exclusivos, continuariam a ser publicados no site do IRCC. O ministro também teria que identificar o objetivo econômico que eles buscam apoiar e informar anualmente ao Parlamento sobre o uso desses sorteios. Quando perguntado pela crítica de imigração do NDP, Jenny Kwan, quais ocupações seriam especificadas nesses sorteios, Somogyvari disse que o governo atualmente não tem ocupações listadas.

Atualmente, o ministro da imigração não tem a capacidade de convidar candidatos do pool do Express Entry que tenham uma experiência de trabalho específica, credencial educacional ou que sejam falantes de francês destinados a uma comunidade minoritária de língua oficial. Se as emendas propostas à divisão 23 do Bill C-19 forem aprovadas, isso pode mudar.

“As próprias mudanças permitiriam, por exemplo, que o ministro se concentrasse em todos os candidatos de língua francesa dentro do pool do Express Entry”, disse Somogyvari. “Atualmente, embora os candidatos de língua francesa recebam pontos de bônus que aumentarão sua pontuação no ranking, pode não convidar todos os candidatos de língua francesa dentro do grupo. Teoricamente, com as autoridades propostas em uso, se o ministro optar por fazê-lo, o departamento poderá realizar uma rodada de convites que praticamente convidaria todos os candidatos de língua francesa identificados no pool do Express Entry”.

O processo para determinar quais grupos seriam selecionados ainda está sendo desenvolvido. Somogyvari disse que o governo provavelmente tomará essas decisões após consultar grupos de empregadores, partes interessadas, os objetivos da Lei de Imigração e Proteção de Refugiados, Emprego e Desenvolvimento Social do Canadá e governos provinciais e territoriais.

Você viu? Governo do Canadá muda Programa de Trabalhador Estrangeiro Temporário.

Sobre o Express Entry em 2022

O Express Entry é um sistema de gerenciamento de aplicativos para três programas de imigração: o Federal Skilled Worker Program (FSWP), o Canadian Experience Class (CEC) e o Federal Skilled Trades Program (FSTP). Para imigrar por meio de um desses programas, os trabalhadores estrangeiros devem manifestar seu interesse na imigração canadense preenchendo um perfil no sistema Express Entry.

Os candidatos elegíveis para um dos três programas obtêm uma pontuação com base em sua experiência de trabalho, formação educacional, habilidades linguísticas, idade e outros fatores. O IRCC convida os candidatos com maior pontuação a solicitar residência permanente. Recentemente, o IRCC tem realizado apenas rodadas de convites para candidatos que receberam uma indicação de um Provincial Nominee Program (PNP).

Depois de acumular uma carteira de pedidos do Express Entry durante a pandemia, o IRCC pausou as rodadas de convites para o FSWP em dezembro de 2020 e, em seguida, pausou os sorteios do CEC em setembro de 2021. O ministro da Imigração, Sean Fraser, anunciou recentemente que os sorteios para esses candidatos seriam retomados em julho e o processamento padrões voltariam a seis meses para novos candidatos. Somogyvari confirmou que as alterações não afetam os tempos de processamento existentes ou futuros.

Vagas de emprego no Canadá: número recorde de oportunidades.

Mudanças no Express Entry: a discussão atual

Kwan pediu que o governo liste os grupos que serão afetados pelo ato proposto. “Estou preocupado com o fato de não haver supervisão parlamentar sobre quais serão esses grupos”, disse Kwan ao comitê. “Não há um processo para saber se esses grupos serão justos ou quão eficaz [o governo] será na seleção de pessoas que forneceriam contribuições econômicas ao Canadá”.

“Sem um processo de seleção transparente em que as indústrias sejam capazes de fornecer submissões formais sobre quais ocupações precisam e um comitê objetivo para determinar as necessidades dessas ocupações, o processo pode se tornar forragem para as indústrias de lobby”, continuou Kwan. “Não é isso que queremos. Acho que precisamos ter critérios estabelecidos e um processo transparente”.

A presidente do comitê permanente, Salma Zahid, do Partido Liberal, concordou em solicitar mudanças nas emendas propostas até 27 de maio para o Express Entry. A carta será recebida pela Comissão Permanente de Finanças que decidirá se a proposta da carta deve ser convertida em emendas a serem propostas durante a consideração cláusula por cláusula do projeto, que está prevista para começar na segunda-feira, 30 de maio às 11h.

*Confira também quais as maneiras de imigrar para o Canadá, confira a live no Youtube:

Cláudio Abdo

Cláudio é brasileiro e mora em Portugal desde 2014. Mestre em Ciências da Comunicação e Doutor em Estudos de Comunicação, é apaixonado por rock and roll e conheceu o beatle Paul McCartney pessoalmente. Sempre com uma boa história na ponta da língua, escrever é uma de suas paixões. Cláudio é autor do livro “Morar fora: sentimentos de quem decidiu partir”.

blank

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *